,

Mapa do suborno: adivinhe onde o Brasil está

Por , em 11.10.2017

O mais recente relatório da Transparência Internacional sobre corrupção inclui uma espécie de “mapa do suborno” na América Latina e Caribe, que mostra quanta própria é paga em cada um dos países desta região.

Claro, corrupção não é uma exclusividade latina; é um problema mundial. Inclusive, conforme podemos ver no mapa, alguns países da área são relativamente pouco corruptos.

Como funciona

Com base em uma pesquisa feita com 22 mil pessoas em 20 países da região, o mapa mostra a porcentagem de cidadãos de cada país que disseram pagar um suborno ou trocar favores nos últimos 12 meses para acessar serviços básicos, incluindo escolas, hospitais, funcionários do governo, policiais e juízes.

O pequeno Trinidad e Tobago (6%) é o país mais livre de corrupção da região, seguido, talvez surpreendentemente, pelo Brasil (11%). O único outro país com uma porcentagem abaixo de 20% é a Argentina (16%).

Oito países marcam entre 20% e 30%, como Jamaica (21%), Chile e Uruguai (ambos em 22%), Paraguai (23%), Costa Rica (24%) e Equador, Bolívia e Guatemala (todos com 28%).

A América Central é um ponto mais escuro do mapa, devido ao alto nível de corrupção na Nicarágua (30%), El Salvador (31%), Honduras (33%) e Panamá (38%). Colômbia (30%) e Venezuela (38%) também não estão bem neste quesito.

Os piores três países são Peru (39%), República Dominicana (46%) e o líder México, com 51% – o que significa que mais de metade dos cidadãos mexicanos precisam pagar suborno para ter acesso a serviços básicos.

Vergonha

O Brasil pode ter se saído melhor do que o esperado, mas isso não significa que a América Latina como um todo não tenha um sério problema quando se trata de corrupção.

Extrapolando para toda a região, a organização não governamental Transparência Internacional descobriu que “mais de 90 milhões de pessoas nos 20 países inquiridos pagaram um suborno nos 12 meses anteriores, ou pouco menos de uma em cada três pessoas quando entraram em contato com os serviços públicos”. [BigThink]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (8 votos, média: 4,63 de 5)

10 comentários

  • Fernando Messina Denaro:

    Bom, o brasileiro só diz que pagou propina se for através de delação premiada.

  • Só vito:

    Os pesquisadores também foram subornados.

    • Cesar Grossmann:

      Eles são brasileiros?

  • Roberto Monteiro:

    Mas… afirmam que somos o país mais corrupto do mundo, graças a uma empresa pública, a Petrobras. Peraí! A Petrobras é de economia mista…

  • José Eduardo:

    Pior que o suborno, é a má administração… Essa sim, o Brasil é campeão!

    • NITIFA:

      Se há pouco suborno é sinal de que a administração é boa. Só se suborna se não se consegue ter acesso a serviços básicos.

    • José Eduardo:

      Não Nitifa.. Construir uma estrada com asfalto envés de concreto (40% mais caro, mas que dura 3x mais) é clara evidência de má administração

    • Cesar Grossmann:

      Acho que tem mais coisas por trás da escolha do asfalto para cobrir as estradas. O asfalto é um subproduto da indústria do petróleo, e se a gente seguir a trilha de dinheiro, acho que é lá que ela vai terminar.

  • Otoniel Tiburtino:

    Sinceramente; essa média no Brasil estar errada. Talvez até ossa não ser um dos piores mas, 11% estar errado, é muito mais. No mínimo 25%. ?

    • Cesar Grossmann:

      Se você tiver dados concretos para amparar esta opinião…

Deixe seu comentário!