32 intrigantes fotos de microscopia eletrônica que fazem o mundo parecer muito diferente

Por , em 21.10.2013

A microscopia eletrônica continua mostrando como são estranhas as coisas do nosso dia-a-dia, quando vistas bem de perto. A descrição de que se parecem com algo saído de um pesadelo é bem aplicada.

A varredura de elétrons gera imagens monocromáticas que, posteriormente são coloridas artificialmente no computador para que seja mais fácil distinguir entre os elementos da mesma.

Veja como é de perto, mas bem de perto, coisas como os cílios dos olhos, uma pulga ou um grão de sal:

Banana

Banana

Disco de vinil

Disco de vinil

Velcro

Velcro

Células vermelhas

Hemácias

Fio dental usado

Fio dental usado

Filamento de uma lâmpada de tungstênio (a lâmpada incandescente comum)

Filamento de uma lâmpada de tungstênio (a lâmpada incandescente comum)

Escova de dentes

Escova de dentes

Papel higiênico

Papel higiênico

Pata de uma mosca comum

Pé de uma mosca comum

Sutura

Sutura

Cabelo humano com ponta dupla

Cabelo humano com ponta dupla

Pele de uma aranha

Pele de uma aranha

Flocos de neve

Flocos de neve

Sal e pimenta

Sal e pimenta

Sal

Sal

Piolho

Piolho

Borda de um selo

Borda de um selo

Pólen

Pólen

Folha de abacaxi

Folha de abacaxi

Grafite

Grafite de lápis

Agulha

Agulha e linha

Grãos de café instantâneo

Grãos de café instantâneo

Glândula sudorípara humana

Glândula sudorípara humana

Cílios humanos

Cílios humanos

Corda de guitarra

Corda de guitarra

Biscoito da sorte

Biscoito da sorte

Pulga

Pulga

Sujeira (grãos de pólen, fibras de tecido e de cabelo, escamas de asas de borboleta, escamas de pele humana)

Sujeira (grãos de pólen, fibras de tecido e de cabelo, escamas de asas de borboleta, escamas de pele humana)

Chocolate

Chocolate

Giz

Giz

Chocolate confete

Chocolate confete

Coágulo sanguíneo

Coágulo sanguíneo

Via Viral Nova, DIY Photography

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (9 votos, média: 5,00 de 5)

13 comentários

  • alvaug:

    A fotografia do chocolate também não parece micro. Parece apenas um bombom de menta cortado com uma lâmina bem fina.

  • Raphael Saunders:

    Impressionante, mas tô saindo daqui com gastura de muitas coisas kkkkkk Nunca mais deixo uma mosca pousar em mim com aquele pé nojento :D. E o velcro então, impressionante a estrutura, parece feito manualmente.

  • Anderson Souza:

    O sal tem um formato similar a uma pirâmide? Coincidência? NÃO! SÓ PODEM SER OS ALIENÍGENAS! 😛

  • Aline Cruz:

    Porque o chocolate é verde???

    • Jeferson Raapack:

      Não é a foto do chocolate, é a foto dos confetes de chocolate. A questão não é as cores mas a irregularidade.

  • Vagner Mariano:

    E essas cores? Mas valeu, só de ver já vale a pena!!

    • Jadson Brumatti:

      Se não me engano, as fotos de microscopia eletrônica saem monocromáticas e por meio de computação gráfica ganham as cores que estamos vendo aí.

  • Alfonso Uslar:

    Muito bacana, fora a bananeira, que não é uma foto de microscopia eletrónica mas uma foto comum de um “caule” de bananeira cortado.
    Pergunte a um botânico.

    • Cesar Grossmann:

      Fiquei em dúvida, mas também me pareceu um “caule” cortado. Obrigado pela dica.

    • Jadson Brumatti:

      Certa resposta Alfonso. E nem precisa ser botânico para isso. Qualquer um que já colheu bananas sabe disso.
      Por favor retirem essa foto do post.

    • Jhonata Ferreira:

      Sem duvida nenhuma é um “caule” da bananeira.

    • Jeferson Raapack:

      Sim é o caule de uma bananeira mas, o ponto em questão, aqui, é a resina da bananeira; percebemos que ela existe, vemos os seus efeitos.
      Não com tantos detalhes (filamentos).
      Foi o mesmo caso do chocolate em confete; a foto mostrou quase tudo o que vemos: o formato, as cores mas, não as irregularidades.

    • Jadson Brumatti:

      Não entendi Jeferson. Na verdade a questão aqui é que a foto do “caule” (que na verdade são as bainhas das folhas da bananeira, e o caule verdadeiro é um rizoma), não é uma microfotografia, nem eletrônica nem óptica. É uma fotografia comum.
      Os filamentos aparecem por causa da consistência da seiva da planta (do pedúnculo no caso). Aqui no ES chamamos de noda.

Deixe seu comentário!