Mito: inalar vapor de água alivia os sintomas do resfriado?

Por , em 28.12.2010

A medicina antiga sugere que inalar vapor ou ar umidificado limpa narizes congestionados, melhora a respiração e mata os vírus do resfriado, que são sensíveis ao calor. Estudos de laboratório mostram, por exemplo, que o rinovírus, a causa mais comum dos resfriados, fica inativado a temperaturas acima de 42,78 graus Celsius.

No entanto, até agora, muitos estudos não conseguiram encontrar fortes indícios de que uma dose de ar aquecido ou umidificado faz qualquer diferença para quem está resfriado.

Em 2006, pesquisadores utilizaram o recurso da combinação de dados em seis estudos anteriores com pessoas resfriadas que foram expostas a vapor de água aquecida.

Três dos estudos mostraram benefícios, enquanto os outros encontraram ou um agravamento dos sintomas ou nenhuma mudança nos níveis de anticorpos ou de vírus. Um desses estudos, de 1994, com 68 doentes, ministrou tratamentos de vapor de 60 minutos que elevaram a temperatura no interior do nariz ao exigido 42,78° C. Os tratamentos não tiveram efeito sobre os sintomas, como congestão e espirros.

Em última análise, o relatório concluiu que a inalação de vapor quente não deve ser recomendada como remédio para resfriado até que outras pesquisas confirmem a sua utilidade. [NewYorkTimes]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

8 comentários

  • luiz carlos baasch:

    eu achava isso muito prejudicial a minha saude, eu estava enganado,isso faz bem pra mim

  • Lady Indi:

    Mitos e costumes antigos. Gripe só melhora quando passar o ciclo do vírus que é de 7 a 10 dias, a não ser que tenha complicações, pois a infecção virótica diminui a resistência.

  • Cesar:

    A experiência não trata de eucalipto ou qualquer outro produto vegetal, mas VAPOR DE ÁGUA. Só ÁGUA.

  • MOIZÉS:

    FOI DITO: “No meu tempo de criança a minha avó fazia isso para mim,com folhas de eucalipto.Sempre funcionou.Não cura resfriados,a intensão não é essa,mas sim desentupir as vias respiratórias.E não há cientista que possa dizer que não funciona.”

    COMENTÁRIO: Há sim: qualquer cientista que não encontre, em pesquisas controladas, o resultado alegado poderá contestar a validade do tratamento. Os remédios caseiros podem ocasionar efeitos admiráveis em alguns pessoas, enquanto com outras não produzir qualquer resultado, ou mesmo trazer problemas. O modo de se constatar que um “remedinho” é conforme o que dele se diz, se realiza por meio de testagens numerosas, com variados pacientes e rigoroso acompanhamento. Assim é possível confirmar que o medicamento da vovó realmente funciona.

    Saudações medicamentosas.

  • ana paula camoesas:

    No meu tempo de criança a minha avó fazia isso para mim,com folhas de eucalipto.Sempre funcionou.Não cura resfriados,a intensão não é essa,mas sim desentupir as vias respiratórias.E não há cientista que possa dizer que não funciona.

  • Alex Keher:

    As vovós não utilizavam apenas vapor de água. Sempre havia alguma erva ou remédio na infusão. Se considerarmos que mais de 60% dos medicamentos aprovados pelo FDA (nos EUA) são obtidos a partir de plantas não podemos descartar o poder dessas ervas, muitas delas nem foram submetidas a teses e estudos.
    A maioria dos remédios é ‘descoberta’ e não ‘inventada’. Basta pensar em Novalgina e Penicilina entre outros.

  • Criancinha:

    Alguém sabe alguma coisa boa pra dor de garganta? (além de remédio farmacêutico)

  • cybergirl:

    Eu costumava fazer uma infusão de cânfora e hortelã, colocava em uma bacia, colocava meu rosto sobre os vapores e cobria com uma toalha. Não sei do resultado dessa pesquisa, mas para mim sempre funcionou, principalmente nos dias mais secos. Era um alívio.

Deixe seu comentário!