Mulher que não reconhece vozes intriga cientistas

Por , em 13.05.2010

Uma mulher escocesa de 62 anos é incapaz de identificar vozes. Ela ouve perfeitamente o que a pessoa está falando, mas não sabe distinguir quem é. Sua condição, chamada pelos médicos de Fonoagnosia, parece única no mundo. Para verificar isso, os pesquisadores da Universidade de Glasgow que estudam o caso dela estão procurando outras “vítimas” na internet.

Ela não quis dar seu nome completo e é identificada pelas iniciais KH. A britânica é uma empresária de sucesso, tem uma filha, e não possui nenhum outro tipo de deficiência. Nem mesmo na sua audição, que seria perfeita se não fosse por esse detalhe.

Mas esse problema tem causado alguns transtornos sociais para ela. O principal é no telefone. Quando não reconhece uma voz, às vezes pode constranger a pessoa com quem conversa. Imagine se você tivesse Fonoagnosia e não reconhecesse a voz da(o) sua(seu) namorada(o). Ou da sua mãe. Por esse motivo, ela diz que evita falar ao telefone. Só atende ligações que tiverem sido marcadas com antecedência, para já saber com quem está falando.

KH aceitou se submeter a uma bateria de testes, e foi constatado que o lado direito de seu cérebro tinha uma atividade menor do que o esquerdo. Isso sugere que o hemisfério esquerdo seria responsável pela compreensão, e o direito, pelo reconhecimento das vozes.

O teste começou com um pesquisador da Universidade de Glasgow e ganhou um adepto da de Londres, que já vinha estudando outro caso intrigante: um homem que era incapaz de reconhecer rostos. Mas aí já é uma outra história, os cientistas ainda terão muito com o que se ocupar. [Telegraph]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

9 comentários

  • Ameli:

    Fernado, gostei da matéria, agora descobri o meu problema, eu tenho realmente essa dificuldade. Por incrível que pareça.

  • Giovanni Neves:

    Poxa, parece que os comentários desse site são competição.
    O.o

    Mas voltando ao assunto, as iniciais KH aqui em Minas podem virar isso:
    Cá agá
    Cagá

  • Carlos:

    Caro Fernando,

    Cabe a um jornalista levantar as possíveis dúvidas de seus leitores. E cabe ao meio de publicação checar isso. Caso contrário a notícia fica resumida a isso aí que você disse: “Ela ouve as vozes e não consegue associar a ninguem.. é isso..”. E, sinceramente, para que se dar ao trabalho de ler 5 parágrafos para chegar a uma conclusão que já tinha no título?

  • Fernando Sávio:

    Complemento para essa matéria Carlos???
    Ela ouve as vozes e não consegue associar a ninguem.. é isso..
    Manda a sugestão para quem fez a matéria, e não para a hype que reune várias matérias interessantes…

  • evaldo flamarion:

    às vezes pode ser interessante, principalmente se tiver muitas
    dívidas. Vou pensar na possibilidade

  • adrielle:

    meu caso e o mesmo

  • Alessandro:

    se essa da foto ai tiver 62 anos eu caso com ela. 😀

  • Carlos:

    Fiquei curioso. Ela reconhece a própria voz? Reconhece o sexo da voz? Graves e agudos? Fica aí a sugestão para um complemento para esta matéria.

  • edgard josé:

    Minha mulher não entende que tenho Fonoagnosia, sempre a chamo por outro nomde de mulher qdo ela me liga… Vou mostar esta matéria pra ela..
    Gostei da matéria

Deixe seu comentário!