O colossal Olho do Saara

Por , em 25.03.2013

A Estrutura Richat é um local no deserto do Saara (Mauritânia), semelhante a um gigantesco alvo, com um diâmetro de aproximadamente 50 km. É também conhecido como “O Olho de África”.

Seria um aeroporto de espaçonaves alienígenas ou uma estrutura natural?

Por ser parecida com uma cratera, a formação desta estrutura foi inicialmente atribuída a um impacto de meteorito. Geólogos teorizam que o “olho” é um resultado de distintos tipos de rochas degradando a diferentes taxas de erosão. É uma teoria “aguada”, como rochas ígneas dentro da estrutura são mais resistentes à erosão do que as rochas sedimentares das camadas inferiores.

A idade das rochas sedimentares que circundam em Richat tem a idade do fim período Proterozóico (2,5 bilhões de anos) para Ordoviciano (480 milhões de anos).

Segundo a NASA, a Estrutura de Richat era usada como um marco para as tripulações de ônibus espaciais. [TES]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Jonatas:

    Uma formação natural fantástica, ninguém precisa de alienígenas, nem de deuses. Cada vez vejo mais a sequência de Fibonacci e o paradigma Espiral em tudo que vemos na natureza, desde folhas, passando por conchas marinhas, formações de cardumes, movimento do Sistema Solar até as próprias forma galácticas.
    Penso que vivemos em um Universo altamente recursivo, em que uma parte explica o todo.

    • Evandro Oliveira:

      “ninguém precisa de alienígenas, nem de deuses. Cada vez vejo mais a sequência de Fibonacci”

      E ‘sequencia de fibonacci’ não tem a mesma atribuição que teria alienígenas ou deuses como ‘explicação’ para o q se vê?

      Cuidado com o uso metafísicos de coisas que nem mesmo cientificas, pois sequencia de fibonacci não é ciência, é matemática. E não há explicação porque tal é encontrada e observada de diversas formas na Natureza. Apenas se sabe que é.

      Cuidado para não usar e confundir o que tem carater mais ‘demonstrativo’ com ‘explicativo’.

    • Jonatas:

      Evandro, não tem – matemática é uma ciência exata, e se o paradigma tem tal aplicabilidade é porque apresenta resultados factuais, diferente de deuses, alienígenas e outras crenças.
      O que apresento é que existe formas mais efetivas e objetivas de ver o mundo, antes de recorrer ao super-natural, como sempre fazem os tendenciosos a tais crenças. E essas formas são a exatidão da ciência, da física e da matemática, capazes de não só explicar, mas comprovar.
      É a velha diferença, como um religioso vê o mundo e como um cientista vê, eu não tenho certeza na equação do paradigma espiral, da quântica, ou da matemática, o que tenho certeza é que elas são o melhor caminho, isso sim, elas tem foco e compromisso de montar o conhecimento baseado na verdade, e não em crença;

Deixe seu comentário!