Por que a maioria dos gostos culturais não se espalha entre amigos no Facebook?

Por , em 9.01.2012

Você certamente tem algum amigo moderninho que odeia quando seus gostos se tornem populares: os famosos hipsters. Essas pessoas podem ser mais propensas a abandonar antigas tendências e gostos por bandas por causa do Facebook, indica um novo estudo.

Quando as pessoas recebem muitos “likes” (curtir, em português) em arquivos que compartilham, como vídeos de suas bandas indies prediletas, elas tendem a deixar de gostar dessas músicas.

O oposto foi encontrado no gosto pela música clássica, que parece ser contagiosa entre amigos. No geral, porém, a pesquisa constatou que a maioria dos gostos diferentes não estão distribuídos entre os amigos da rede social, já que a maioria das pessoas procura amigos no Facebook com preferências parecidas com as suas.

A opinião de que ideias que se espalham são contagiosas nas redes sociais tem sido martelada nos últimos anos, mas o novo estudo indica que a influência alheia pode desempenhar um papel mínimo. Pessoas que partilham gostos musicais ou de filmes parecidos podem se tornar amigas com mais facilidade, mas isso não significa que as pessoas adotem preferências de amigos.

Pesquisadores examinaram o Facebook de cerca de 200 universitários por quatro anos, desde que eram calouros. Eles descobriram que estudantes que compartilhavam do mesmo gosto por música e filmes eram mais susceptíveis a fazer amizade um com o outro.

Mas não é apenas necessário gostar de uma banda. A pesquisa indicou que no caso de bandas indies ou alternativas era precisa conhecê-las antes de todo mundo. Assim, os estudantes se sentem únicos e diferentes, explicam os pesquisadores.

Amigos do Facebook também tem outras semelhanças: a cidade em que moram, colégio e amigos em comum. Todas essas semelhanças influenciam a chance de dois estudantes se tornarem amigos e ficarem mais de quatro anos juntos no Facebook.

A descoberta confirma estudos anteriores, que mostram repetidamente que as redes sociais são homogêneas – como uma sopa, os membros das redes sociais tendem a ser semelhantes a você em seus gostos e origens. Estas semelhanças entre amigos online indicam que as interações sociais servem para fortalecer os laços de estudantes com aqueles que já se assemelham com eles. [LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 1,00 de 5)

6 comentários

  • carlos manuel da silva simoes:

    Olá malta, tenho 68 anos e do que eu gosto mais, e não obrigo
    a que as outras pessoas gostem, = adevinhem =.
    Estou na onda.
    Sexo; drog; and Rock’Roll, e acreditem que não me arrependo.
    Isto é do baril, é o máximo, é bué da fixe.
    Ti chau, portem-se bem, e curtem a vossa.

  • Mariana:

    E é por isso que eu odeio hipsters. Não entendo como é que uma pessoa deixa de gostar de algo só porque outras pessoas gostam; eu quero é que minhas bandas preferidas tenham sucesso. Bando de pnc, esses daí.

  • deco:

    Isso se deve a baixa auto-estima e necessidade de auto-afirmar, e uma dessas formas é gostando de algo que as pessoas normais não conhecem… indicando assim que eles supostamente entendem mais de música do que os outros, pois conhecem tanto daquilo, que gostam de coisas que ninguem nunca ouviu falar…

    Um exemplo hispter no futebol: Você não pode gostar do barcelona, pois todos conhecem… então a forma que tem de demonstrar conhecimento é dizer que gostar do Guingamp… ou seja, você entende tanto de futebol, que não so conhece, como acompanha a terceira divisão do campeonato francês…

    pobres adolescentes…

    • Renato_kami:

      não é bem por ai não cara…pra mim o grande problema das coisas que eu gosto se tornarem populares e a chuva de ignorantes soltando opiniões sem qualquer embasamento e principalmente a comercialização das coisas…pode ver na musica…é só uma banda ficar famoso e eles se vendem…perdem a qualidade inicial que fez deles famosos…

    • Dedé, Mussum e Zacarias:

      Hipster detected!

    • RicardoM:

      Então quer dizer que, vc deixa d gostar d uma banda por causa da “chuva” de argumentos ignorantes de terceiros? Vc define o tipo de música do seu gosto apenas pela popularidade do mesmo? Pq acha que uma banda, que já tem sua identidade, vai começar fazer música que não gostam só pra vender?

      Confesso que não entendo esse julgamento “vc traiu o movimento pq fez as pessoas gostarem de sua música”.

Deixe seu comentário!