Primeira paciente recebe córnea feita de células-tronco “reprogramadas”

Por , em 4.09.2019

Uma paciente japonesa na faixa dos 40 anos tornou-se a primeira pessoa no mundo a ter sua córnea tratada usando células-tronco.

Quem divulgou a notícia foi o oftalmologista envolvido no transplante, Kohki Nishida, da Universidade de Osaka (Japão), em uma coletiva de imprensa no último dia 29 de agosto. Ele afirmou que a paciente tem uma doença em que as células da córnea são perdidas. O problema torna a visão borrada e pode levar à cegueira.

Para tratar a paciente, Nishida diz que sua equipe criou uma camada de células-tronco a partir de células-tronco pluripotentes induzidas (iPS), ou seja, células de adultos que ganham pluripotência, uma característica de célula embrionária. Estas células podem se transformar em outros tipos de células, como células da córnea.

Nishida disse que a córnea da paciente permaneceu transparente e que a visão dela melhorou desde o transplante, que aconteceu no mês de julho de 2019.

Atualmente as pessoas com córneas danificadas são tratadas com tecido de doadores que morreram, mas há uma grande lista de espera no Japão.

O Japão tem sido pioneiro na melhoria do uso clínico de células iPS, que foram descobertas pelo pesquisador Shinya Yamanaka, da Universidade de Kyoto. Esta descoberta lhe rendeu o Prêmio Nobel da medicina em 2012.

Pesquisadores japoneses também têm usado as células iPS para tratar danos na coluna cervical, mal de Parkinson e outras doenças da visão. O Ministro da Saúde japonês deu autorização a Nishida para que ele experimentasse o procedimento em quatro pacientes. Ele está planejando o próximo transplante para o segundo semestre de 2019 e espera que o procedimento esteja disponível para todos os pacientes em até cinco anos. [Nature]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!