Radiação pode ser diluída pela água do mar

Por , em 14.04.2011

Sempre que há tragédias nucleares em locais próximos ao mar, como foi o caso do nordeste do Japão no mês passado, muito se teme sobre o quanto a radiação pode contaminar o oceano e os seres que nele vivem. Mas um relatório da Universidade da Pensilvânia (EUA) afirma que essa contaminação é menos intensa e duradoura do que sempre se imaginou.

Eles esclarecem, logo no princípio, que o tempo e a água do mar são capazes de limpar áreas contaminadas em boa velocidade. Fizeram um teste após o famoso acidente nuclear de Chernobyl (Ucrânia), em 1986, em que mediram os níveis de césio (um elemento nocivo) no ambiente em um raio de 30 km. Oito anos depois, mediram os mesmos níveis novamente, e tiveram uma grata surpresa. Os níveis de césio nos javalis selvagens da região foram reduzidos em quase um décimo. Na água, a redução foi ainda mais acentuada: passou a apenas um vigésimo da quantidade original.

Não há o que temer, segundo o relatório, quanto aos frutos do mar japoneses provenientes destas áreas. Segundo eles, o oceano dilui a maior parte do material radioativo a quantidades ínfimas, tornando a contaminação nos animais um fator de pouca importância. Alguns órgãos americanos chegaram a temer que a radiação pudesse se espalhar por mar e chegar até a costa oeste dos EUA, mas os especialistas tranquilizam; não há chance de qualquer substância cruzar o Oceano Pacifico dessa maneira. [CNN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • Ale:

    Guerra de informações. A pouco o nivel de gravidade de Fukushima foi confirmado como igual a de Chernobyl.Logo outro “cientista” desmente e depois aparece esta de 0,0……..2%.Alem do mais Fukushima utiliza MOX que chega a ser dois milhões de vezes mais tóxico e destruidor que o Urânio e o Plutônio .O seu desenvolvimento é considerado por muitas linhas do pensamento científico, como desnecessário e absolutamente capaz de colocar em risco todas as cadeias da vida na Terra. Em sua composição existe alta concentração de Urânio, Estrôncio, Césio, Plutônio e Iodínio e outros elementos, cujo poder de envenenamento está entre os mais altos que existem.

    Com tudo isto alguem vai acreditar em cientista pago pelo lobby bilionário da energia nuclear?

  • Carlos Machado:

    Ale / 14.04.2011

    Vale lembrar que o Japão esta apenas com 0.00002% da radiação que foi lançada em Chernobyl, então não se compara!

    Um próprio cientista japonês disse que não esta entendendo esse alarme todo da população, mal entendem de radiação e estão colocando o dedo aonde nao sabem, ele também falou que se você comer 37 bananas, vai estar com a mesma radiação que ficar um dia exposto a radiação perto da usina!

  • eduardo:

    “…tornando a contaminação nos animais um fator de pouca importância.”

    É assim que eles pensam a respeito da natureza?…. que frase infeliz…

  • Ale:

    Deus do céu.Mas como podem falar isto se até hoje javalis do sul da Alemanha ,a 1200 km de tchernobyl, são caçados e sua carne entregue a orgão do governo local pelo seu nivel altissimo de contaminação.Querem diminuir a gravidade da tragédia na conversa.

Deixe seu comentário!