Reiniciar o computador pode resolve problemas: descubra o porquê

Por , em 16.10.2013

Quem já ligou para qualquer assistência técnica por conta de um problema no computador, sabe que a primeira pergunta feita pelo atendente é: “Você já tentou reiniciá-lo?”.

Parece idiota, mas reiniciar um computador pode realmente resolver muitos problemas.

Tenha em mente que esta solução não é apenas limitada a um marca ou tipo de computador, mas se aplica a diversos dispositivos, como roteadores sem fio, iPads, celulares com Android e outros.

Este mesmo conselho também se aplica a softwares. Se o seu Firefox está lento e consumindo muita memória, por exemplo, você pode tentar fechá-lo e reabri-lo.

Para ilustrar por que reiniciar pode ser uma boa solução, vamos dar uma olhada em alguns problemas que um computador com Windows pode enfrentar. Por exemplo, travar, e passar a mostrar aquela horrenda tela azul.

A tela azul é causada por um erro de baixo nível, provavelmente um problema com um driver ou uma falha de hardware. O Windows atinge um estado em que não sabe como recuperar essa falha, por isso para e mostra a tela azul que reúne informações sobre o problema. Muitas vezes, reinicia automaticamente o computador para você. Este reinício corrige a dificuldade.

O Windows ficou melhor em lidar com seus erros. Por exemplo, se seu driver de gráficos falhasse, o Windows XP teria travado. A partir do Windows Vista, o desktop apenas perde seus efeitos gráficos extravagantes por alguns momentos, até recuperá-los. Nos “bastidores”, o Windows está reiniciando o driver com defeito.

E por que é mais fácil reiniciar o software ou o computador, do que corrigi-lo? Porque muitas vezes isso não é possível. Se o computador encontra um problema e para de funcionar completamente, então não há nenhuma maneira de continuar. Ao reiniciar, ele pode começar do zero e espera-se desta vez não encontrar o mesmo problema novamente.

Veja alguns exemplos em que um “restart” pode ser uma rápida resolução:

  • O computador está lento: Vamos dizer que o Windows está executando muito lentamente. É possível que um programa esteja usando toda a capacidade do CPU e drenando os recursos do computador. Uma pessoa que entende de informática pode ir até o gerenciador de tarefas e dar uma olhada na esperança de localizar o processo que está se comportando mal para encerrá-lo. Se um usuário médio encontrar esse mesmo problema, pode simplesmente reiniciar o seu computador para corrigi-lo.
  • Um programa está usando muita memória: No passado, o Firefox foi o garoto-propaganda para vazamentos de memória em PCs comuns. Com o tempo, ele costumava consumir mais e mais memória, ficando maior e maior. Fechá-lo fará com que ele abandone toda a sua memória. Quando for iniciado novamente, fará isso a partir de um estado limpo, sem qualquer memória. Isto não se aplica apenas para o Firefox, mas a qualquer software com vazamentos de memória.
  • Internet ou Wi-Fi com problema: Se sua conexão de internet ou Wi-Fi está ruim, o software em seu roteador ou modem pode ter encontrado um problema. Reiniciá-lo (tirando-o da tomada e colocando de volta) é uma solução comum para problemas de conexão.

Em todos os casos acima, o restart “limpa” o estado atual do software. Qualquer código que estiver preso em um estado de mau comportamento será “varrido”. Quando você reiniciar o computador ou dispositivo, o sistema deve funcionar tão bem quanto estava funcionando antes.

Reiniciar o computador x formatar

Reiniciar é apenas desligar e ligar algo novamente. Já formatar ou realizar um “hard reset” em seu dispositivo é uma forma de redefini-lo ao seu estado original de fábrica.

Quando você pensa sobre isso, ambos os tipos de “restart” corrigem problemas por um motivo similar.

Por exemplo, digamos que o seu computador está completamente infectado com malware. Só reiniciá-lo não vai resolver o problema, já que ele está no disco rígido do computador e esses arquivos corrompidos se carregarão no momento da inicialização. É preciso então formatá-lo. A reinstalação do Windows enxugará tudo no disco rígido do computador, restaurando-o ao seu estado anteriormente “limpo”. Isso é mais simples do que vasculhar todo o disco rígido do computador atrás da razão exata para os problemas ou do que tentar garantir que você tenha apagado até o último vestígio do malware.

Os celulares também podem ser “formatados”. O “hard reset” é uma opção que permite que você faça uma “redefinição severa” ou profunda do seu aparelho, retornando-o às configurações padrão de fábrica. Como a formatação de um computador, no entanto, apaga todas as configurações e arquivos que você tem no celular – é preciso baixar aplicativos que você tinha e não vieram com o dispositivo novamente, por exemplo. Salvar fotos e vídeos em outros dispositivos antes de executar a ação é recomendável, se você não quiser perdê-los. [HowToGeek, Thibireis]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

4 comentários

  • Luciana da Silva:

    Eu uso o Firefox e meu irmão o Chrome, não vejo tanta diferença assim no caso das lentidões e travadas, aliás o chrome tem uma performance parecida com o do Firefox, por isto prefiro continuar com ele.

  • MarceloPC:

    Travamentos e lentidão também são causados por Hardware com defeito ou problema e até mesmo mau instalados … Drives Desatualizados e softwares pirateados!

  • João Pedro:

    “Se o seu Firefox está lento e consumindo muita memória, por exemplo” instale o Google Chrome!

    • Dinho01:

      Até o Google Chrome as vezes fica lento.

Deixe seu comentário!