Risco de Alzheimer pode diminuir com dieta saudável

Por , em 16.06.2011

Segundo um novo estudo, uma dieta saudável não é apenas boa para o seu corpo: faz bem também para o cérebro, e pode ajudar a diminuir o risco de Alzheimer.

No entanto, os pesquisadores observam que mudanças na dieta podem não ajudar a proteger a saúde mental daqueles que já estão enfrentando problemas com a memória.

Dieta saudável e o risco de Alzheimer?

O estudo mediu os níveis de biomarcadores (como a insulina, colesterol, glicemia) associados à doença de Alzheimer, incluindo certas proteínas encontradas no fluido espinhal.

Ao longo do estudo de quatro semanas, os participantes saudáveis ​​que consumiram uma dieta rica em gorduras saturadas e alimentos que rapidamente aumentam o nível de açúcar no sangue apresentaram mudanças nos níveis destes biomarcadores.

Segundo os pesquisadores, isso poderia indicar um detrimento para a saúde do cérebro. Em contraste, aqueles que seguiram uma dieta saudável tiveram exatamente o efeito oposto sobre estes biomarcadores.

“A dieta pode ser um poderoso fator ambiental que modula o risco do mal de Alzheimer”, afirmam os pesquisadores.

Os participantes que haviam tido problemas leves de memória apresentaram resultados diversos e não se pode tirar conclusões seguras do experimento. De acordo com os cientistas, isso sugere que intervenções dietéticas são menos eficazes quando o comprometimento cognitivo já tiver começado.

Os resultados são preliminares e mais estudos são necessários para confirmar as descobertas. Até agora, os pesquisadores não têm provas suficientes para dizer que mudanças na dieta – ou qualquer outro fator comportamental – possa prevenir a doença.

Mais trabalhos adicionais também são necessários para identificar quais biomarcadores especificamente influenciam as chances de desenvolver mal de Alzheimer.

Estudos anteriores já haviam sugerido uma ligação entre dieta e capacidade cognitiva. Por exemplo, diversas pesquisas têm encontrado uma associação entre obesidade e risco aumentado de demência.[LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

1 comentário

Deixe seu comentário!