Rússia, NASA e ESA estudam parceria para base lunar

Por , em 22.01.2012

Segundo novos relatórios, a Rússia está conversando com a NASA e com a Agência Espacial Europeia (ESA) sobre a construção de colônias de pesquisa tripuladas na lua.

A Agência Espacial Federal da Rússia, conhecida como Roscosmos, também consultou a possibilidade de colocar estações espaciais tripuladas em órbita lunar.

Um corpo crescente de pesquisa suporta a suposição de que a humanidade pode viver por longos períodos de tempo na ou ao redor da lua. “Hoje, sabemos o suficiente sobre isso, sabemos que há água em suas áreas polares”, disse Vladimir Popovkin, chefe da Roscosmos.

Popovkin disse que autoridades espaciais russas já começaram a investigar um sistema de transporte tripulado potencial para a lua.

Um esforço para se estabelecer em chão lunar complementaria os planos da Rússia de exploração robótica. A nação espera enviar duas missões não tripuladas, chamadas Luna-Glob e Luna- Resources, à lua até 2020.

A parceria entre a Rússia, a NASA e a ESA em um projeto espacial não é novidade; as três agências têm trabalhado em conjunto por mais de uma década para construir e operar a Estação Espacial Internacional.

Também participam de discussões ativas – junto com um punhado de outras agências espaciais – sobre como a humanidade deveria explorar melhor o espaço sideral.

O porta-voz da NASA, JD Harrington, disse que a agência tem se reunido com dirigentes da Rússia e nove outras agências espaciais para avançar a exploração do espaço coordenado. “O ISECG, como este grupo é chamado, tem desenvolvido uma estratégia de longo alcance para a exploração humana em relação ao ano passado”, explicou.

O Roteiro de Exploração Global desse grupo começa com a Estação Espacial Internacional e então se expande com a presença humana fora do sistema solar, em última instância, para a exploração humana da superfície marciana. O roteiro identifica dois caminhos possíveis para Marte – indo para um asteroide primeiro, ou à lua.

No entanto, a Rússia pode ter causado alguma tensão em suas parcerias internacionais, por causa da sequência do fracasso da nave Phobos-Grunt, que caiu a Terra domingo (15 de janeiro).

A nave espacial ficou presa na órbita da Terra logo após seu lançamento em 8 de novembro, quando seus propulsores falharam conforme o planejado para enviá-la para Marte. Os funcionários da Roscosmos ainda não tem certeza do que causou o mau funcionamento, mas especulam que algum tipo de sabotagem pode ser responsável.

Essa semana, algumas autoridades espaciais russas disseram que as emissões fortes a partir de uma estação de radar dos Estados Unidos nas ilhas Marshall podem ter acidentalmente derrubado a Phobos-Grunt. Peritos dizem que esse cenário é altamente improvável.

A Phobos-Grunt foi apenas uma das cinco grandes falhas do programa espacial russo em 2011. O país também sofreu três maus lançamentos de satélites não tripulados e a queda da nave de abastecimento Progress 44, que levava carga para a estação espacial.

O acidente da Progress 44 foi causado por um problema no motor de seu foguete Soyuz. A Rússia usa uma versão similar do Soyuz para o lançamento de astronautas à estação espacial, mas os voos para a estação foram cancelados temporariamente até que o problema seja identificado e corrigido.[Space]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 2,00 de 5)

26 comentários

  • Feh:

    Já não basta entupir o planeta terra de concreto agora vão pra lua.. não mesmo nunca iremos aprender.. por quê não vão pro sol de uma vez.

    • Charlie Timao Timao:

      O homem chega ja desfaz a natureza, muda rio e faz represa e diz que tudo vai mudar………..ja dizia o poeta uns 30 anos atraz kkkkk

    • Lucas Dias Noronha:

      Calada, sua ignorância passou dos limites!

  • João da cru\ vieira leite:

    Bastante louvavel,mesmo porque os U.S.A gastaram tudo que tinham em caixa e mais uma divída terrivel de 20 bilhoes de dolres, e que não tem como pagar, só para a china deve mais de um trilhão, precisamos urgentimente levantar a Bandeira da O.N.U para asim todos contribuir para este designio, ficara muito mais facil, (um por todos e todos por um)mesmo assim acho bastante carismático a volta na LUA sendo a 4o anos gastaram os americanos trilhões só em plataformas em volta dalua, faliram e nada fizeram! sabe, os buatos correm, ninguem é bobo( disem que fos expulsos de la por um certo papae noel(aprna uma obicervação)tomara que não! mas se for verdade tudo será ima incógnita, voce não acham?

  • José Calasans:

    Isso pode ser uma manobra para atrasar a divulgação do que existe de fato na lua,vamos aguardar o documentário sobre o projeto orion,ai pode ser que apareça muitas surpresas.

  • aLinha:

    E eu não estarei vivo para ver os benefícios que isso causará para a humanidade.

  • John jones:

    quando e que essa base vai sair,pois ja precisamos de colonias espaciais a um bom tempo nao acham?

  • Avozmartins:

    Já deve existir várias bases espalhadas por ai:
    No lado escuro da lua, nos céus profundos dos nossos polos Sul e norte, sem dizer nas bases militares espalhadas nos pontos mais remotos do nosso planeta, desertos e mares. Terrenos imensos proibidos pelas forças armadas e muito mais. Há coisas alem dos nossos conhecimento. Investiguem, procurem vc acharam.

  • Maveco:

    Há muitos anos EUA, Rússia e Europa gastam milhões e milhões explorando o espaço e compartilhando conosco de graça as belas imagens do universo com o mundo e importantes informações sobre o cosmo, só que ninguém pensa, que por trás disso tudo, foram muitas horas de pesquisas científicas e tecnológicas, muitas vidas perdidas, muitas tentativas fracassadas, muitas críticas populares e muito investimento empregado, até chegarem ao que são hoje… referência e potências mundiais… estes investimentos em pesquisa geram MUITOS EMPREGOS diretos e indiretos, exigem mão-de-obra bem QUALIFICADA, EDUCAÇÃO de boa qualidade desde a infância, cidades bem ESTRUTURADAS, portanto PENSEM, o problema da crise no mundo se resumem a algumas centenas de milhões de dólares investidos nestes projetos? NÃO! pelo contrário, trazem muito mais benefícios, rodam a economia e exigem progresso, crise se vem com especulação econômica e recessão, antes de criticar, precisamos aprender a enxergar aquilo que os olhos não vê! nada mais justo que em meio a esta crise passageira, todas as outras nações ricas ou emergentes, se juntar as potências e contribuir, arriscar também, todos juntos, cada um dando sua ajuda, seja financeira, de pesquisa científica ou tecnologia e se você, que hoje critica estes investimentos, só está lendo este blog porque estas nações investiram estes recursos em pesquisa e tecnologia a muitos anos atrás, todo esse material a nós apresentado ao logo de todo este tempo é um verdadeiro patrimônio da humanidade, trouxe mais benefícios do que se imagina, melhor mesmo é ver os contribuintes daqui aplaudirem a gastança de nossas reservas pro Brasil se transformar no salão de festas do mundo, batendo no peito e se orgulhando com a Copa 2014 e com as Olimpíadas 2016… sim, mas e depois? Quem vai pagar a conta da limpeza do salão???

  • Governo Federal de Pinda Juninho:

    Tomara mesmo,pois penso assim,desse jeito,se começasse a ter imóveis na Lua a Terra só teria a agradecer,pois a humanidade está aumentando,e ta diminuindo os terrenos,bom penso no seguinte,não tem problema nós vivermos em outros planetas,mesmo que não possuam Oxigênio,pois pode ser feito algo como,colocar agua na Lua tipo 2000L e plantar umas arvores por perto e pronto! Carro da para dirigir la de boa,como tem alguns videos,e o bom vai ser daqui alguns anos,você pode ter seu próprio Planeta. Ja pensou que legal o Planeta HYPERSCIENCE,um planeta aonde tem varios servidores,e muitas pessoas inteligentes postando sobre o Universo. Ou até mesmo o Planeta Morumbi ou Planeta Pacaembu,ja pensou a Copa do Universo FIFA ? rsrsrsrsrs… vai ser bom,tomara que façam isso.

    • vander:

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk cara ri litros com o seu comentario! carr na lua kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • zepires:

    Talvez seja o passo para unificação politica do planeta até mesmo porque somente sob um governo único poderemos estabelecer contatos com outras civilizações da galáxia.

    • Jonatas:

      A primeira parte do teu comentário é um antigo sonho dos budistas, uma época de paz e cooperação entre todas as nações.

    • Francisco:

      Governo unico…muito difícil e perigoso. Já pensou o poder que teria o tal governante…
      Mas, como disse, muito difícil de acontecer, pois nem mesmo conseguem uma união entre os países da europa!

  • Amigo:

    Sei que não é bem sobre o texto, mas esses países estão com problemas financeiros, cheios de dívidas e ainda assim ficam planejando gastar fortunas com viagens à lua??? Será que é assim que os contribuintes querem que seu dinheiro seja gasto?

    • Jonatas:

      Amigo, o teu bom comentário tem bem a ver com o texto. Inclusive, a cooperação internacional é o melhor caminho para o espaço nesses tempos de crise e pouco investimento num setor que não é de primeira necessidade. Com a cooperação internacional, gasta-se menos e ganha-se mais do que tentando sozinho com baixo investimento.

  • Jonatas:

    Isso pode ser muito melhor que uma corrida espacial. A exploração do espaço tem que ser pacífica e colaborativa, e não uma competição. Quem sabe explorando o espaço juntas as potências tenham um propósito em comum, e isso é a chave para evitar os conflitos. Quem sabe outras nações ganhem espaço também na empreitada, com isso ganha-se o reforço da tecnologia chinesa, japonesa e sul coreana.
    Entretanto, embora a iniciativa seja promissora para o bem de todos, não será de um instante para outro que interesses de segredos tecnológicos serão liberados e rivalidades serão esquecidas.

  • Roni Pensador:

    Isso já era pra ter ocorrido à uns 22 anos atrás, depois da queda da antiga união soviética … Se tivessem começado naquela época, já poderíamos estar tirando férias na Lua por uns 150 mil dólares…

    • Senhor Spock:

      Você falou 150 mil dólares???? Aumente muito mais isso, pois para fazer um turismo de caminhada no Pólo Sul até o centro da Antártida, saindo de Ushuaia…custa 120 mil dólares!

  • Capitão Caverna:

    Vixe, vai demorááá!!

  • Maurício Xavier Fayzano:

    Será que eles vão conseguir construir essa base antes do metrô curitibano?

    • Gil:

      kkkk! Antes do metrô curitibano eu não sei, mas antes do metrô de Salvador-Ba, com certeza.

  • drew:

    Parece que finalmente acordaram e perceberam que o único geito da humanidade avançar mais velozmente na exploração espacial é dexando as diferenças de lada e se unirem para um ideal comum.

  • Kelvin Paul:

    Sério, convidem a China!

    Ao menos tentem deixar de lado os egoísmos nacionalistas e percebam que uma empreitada dessas é uma conquista para a humanidade, não para nacionalistas idiotas!

    Se você quer progresso, então gere concorrência; mas se quiser paz, então crie colaboração.
    Um progresso pacífico só se mantém quando as pessoas colaboram para uma concorrência saudável.

  • V.D:

    Esses estudos vão levar anos

    • Thiago Meneses:

      Sim

Deixe seu comentário!