Talento não é a fórmula do sucesso

Por , em 29.03.2010

Não somos todos abençoados com criatividade, inteligência, beleza ou dinheiro – características que associamos a pessoas de sucesso. Mesmo que a maioria dos negócios que sejam abertos fracasse, alguns prosperam e crescem rapidamente.

Alguns acham que a fórmula disso é talento, outras sorte e outros pensam que é a experiência. Mas de acordo com um artigo publicado no Strategic Entrepreunership Journal o ingrediente do sucesso não é nada disso.

A chave do sucesso seria treino intenso em uma área específica do conhecimento.

Os autores do estudo dizem que as pessoas praticam habilidades apenas para que seus companheiros e para que elas mesmas considerem seu desempenho aceitável. Elas não praticam uma habilidade o suficiente para que atinjam um nível de excelência.

Empreendedores podem adquirir novas capacidades que poderão ajudá-los em um novo negócio. O sucesso viria através de preparação, repetição, observação, reflexão e um contínuo estudo dos resultados.

Fonte: ScienceDaily

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

10 comentários

  • Raul Alves:

    O sucesso só vem com planejamento essa e a chave..

    http://raulalvess.blogspot.com/2011/09/mudar-de-vida-agora-voce-consegue.html

  • Cristiano Goes:

    Olá Luciana

    Parabéns pelo post , concordo plenamente.
    Treinamento é e persistência creio ser 90% responsáveis pelo sucesso , os outros 10% são as oportunidades que vão aparecendo em nossa vida. Porém com muito treino , conseguimos fazer com que as oportunidades aconteçam.

  • vrg:

    Treino e paciencia

  • Gabriel:

    A foto sugere o “sucesso empresarial”. Seguindo por este exemplo: existem empresas que alcaçam o sucesso (muito dinheiro) atropelando seus funcionários, enganando seus clientes e até burlando leis… Afinal o que é sucesso ?

  • Willian:

    E qual o traço cultural você indica?

  • Jarbas:

    Isso é mais uma balela desse pessoal metido a gurus que nunca puseram as mãos na massa e pensam que podem resolver os problemas do mundo na frente de um computador ou com as teorias idiotizadas de algum babaca de plantão.
    Na verdade o que é preciso é ter sorte e depois dedicação e competência.
    Mas se não tiver sorte, o gajo vai penar a vida toda e mal conseguir se equilibrar na vida.
    O que falta na realidade é que esse pessoal deixe de lado essa idiotices e tenha uma visão moral mais elevada e ética da função da empresa na sociedade.
    Afinal ainda não foi aprovada nenhuma lei que elimine pela morte, aqueles desvalidos pela sorte.
    Enfim, é por causa de imbecilidades como essas que a sociedade está em frangalhos e a criminalidade aumenta, pois além dos salários serem aviltantes para aqueles que realmente botam as mãos na massa, isto é, constroem os produtos vendidos a preços exorbitantes.
    Estes levam uma merreca entre R$ 600 a R$ 900,00 por mês para dar duro, enquanto os bacanas ficam no ar condicionado na frente do computador gerando idiotices e levam 5 a 10 vezes mais do que quem realmente faz.
    Além disso o trabalhador com mais de 40 anos vira lixo da sociedade dominada por essas pessoas sem escrúpulos e empresas que não tem a minima responsabilidade social.
    A melhor resposta é virar de costa e desprezar esses babacas.

  • vielmond:

    Infelizmente, traço cultural do Brasil: mais atenção, em primeiro lugar ao relacionamento (QI).

  • Annabela:

    Acho que treino intenso aliado a anos de pratica.

  • Guiu:

    Isso não se aplica aos operadores de telemarketing, que repentem várias vezes os seus scrpts de atendimento e continua a mesma merda.

  • Felipe:

    Contudo com a 3°Rev. Industrial o mercado não quer aquele que é especialista em uma área e sim aquele que pode atuar em várias , o “faz tudo”.

Deixe seu comentário!