10km/h fazem toda a diferença [vídeo]

Por , em 9.06.2012

Há quem diga que propagandas educativas para o trânsito só atingem seu objetivo e conscientizam as pessoas quando trazem imagens fortes de acidentes. Esse vídeo, feito em 1997, foi uma das primeiras propagandas que surgiram para alertar os motoristas sobre a importância de manter velocidade moderada nas ruas.

A simulação demonstra que andar 10 quilômetros por hora (km/h) mais devagar pode salvar vidas. Um carro acelerado e um pedestre distraído pode ter um resultado fatal. Mas, se o motorista não passar da velocidade permitida, ele pode frear a tempo, antes de atingir uma pessoa.

A propaganda já tem 15 anos, mas o alerta continua o mesmo: pense duas vezes antes de acelerar em uma região com muitos pedestres. Em 2010, o número de mortes no trânsito no Brasil superou o de muitas guerras pelo mundo: 40,6 mil mortes, de acordo com o Ministério da Saúde. Muitas dessas vidas poderiam não ter sido perdidas se houvesse mais atenção e prudência na hora de dirigir. [Slonik/Actualites/G1]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

8 comentários

  • Pedro Teixeira:

    Câmeras. Coloquem câmeras nos seus carros. Se isso se tornar um hábito difundido, muita gente vai começar a pensar duas vezes antes de fazer bobagem, sabendo que pode estar sendo gravado. Já instalei a minha.

  • pardal:

    A manutenção do carro também influenciou nesse acidente do video, o carro só freiou com as rodas dianteiras…

    • Ian Bono:

      que tamanha bobagem, quer dizer que o carro só freia se as rodas travarem? a distribuição é de 60% nas dianteiras, que travam e 40% na rodas traseiras que continuam a rodar, carros com ABS NENHUMA roda trava, e a frenagem é BEM mais eficaz sem travamento. O carro do vídeo freou com as 4 rodas!

  • Rafael3:

    Apesar disso tudo,de a mídia está mostrando e receberem vários concelhos muitos ainda não querem respeitar.
    O legal seria se pudesse botar quardas em todos estabelecimentos que ha vendas de bebidas alcólicas, o problema que isso fica caro demais pro os cófres públicos, mas seria uma boa porque: antes do indivíduo entrar no carro alcolisado este é preso e o carro rebocado e só no dia seguinte o propietário poderar pegar o seu carro.

  • Marcelo Ribeiro:

    O Cesar me mostrou este aqui. Vale assistir até o fim:

  • luysylva:

    assinem, essa petição: “não foi acidente”

  • luysylva:

    a lei dos pontos acumulados: se o motorista fizer muitas ultrapassagens indevidas, ultrapassa o limite de velocidade, avança muitos sinais vermelhos, dirigir na contramão, vias impróprias, tem a habilitação suspensa por certo período, e se continua cometendo infrações perde a habilitação; e volta para a burocracia de tira outra habilitação e mais difícil ainda, e se causa homicídio culposo no transito tem o direito de dirigi caçado, fica proibido de dirigi qualquer veiculo enquanto viver.

  • luysylva:

    temos que ter leis, que botem medo aos motoristas desse brasil; e que doa no bolso deles; quando um motorista causa um acidente. Ele alem de paga o prejuízo do carro; tem que indenizar a vitima, porque normalmente eles só pagam o concerto, e o automóvel não fica mais original, e se causa dano ao patrimônio publico e particular tem quer arcar com as despesas dos prejuízos.

Deixe seu comentário!