YouTube e o serviço de canais pagos

Por , em 7.05.2013

O YouTube, plataforma de vídeos online do Google, pode anunciar, ainda esta semana, um modelo de assinatura para diversos canais.

O site, com mais de um bilhão de usuários no mundo, existe desde 2005 e obtém a maior parte de seus recursos com publicidade. A proposta agora, no entanto, é oferecer uma assinatura aos usuários, com valor mínimo de US$ 2 mensais (cerca de R$ 4).

Uma fonte anônima ligada ao site não confirma a informação, mas disse que é um sistema que está em desenvolvimento e que ajudaria a financiar ainda mais canais e conteúdos de qualidade.

“Não temos nada para anunciar neste momento, mas estamos pensando na criação de uma plataforma de subscrição que poderia trazer ainda mais conteúdo bom para os usuários do YouTube, e que poderia oferecer aos nossos criadores outro meio para gerar receitas a partir do conteúdo, além do modelo de anúncios que já oferecemos”, explicou um porta-voz do YouTube.[Financial Times, Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

6 comentários

  • Rogerio79:

    E o pessoal que posta seus videos no youtube? Eles vão ganhar alguma coisa?

  • Daum Comm:

    Sério? Depois é só um passo para a Google extender este “modelo pago” à outros serviços e ferramentas web.

    Esse é o momento em que a Google, na sua ânsia por mais lucros para satisfazer seus acionistas sedentos, finalmente abre uma brecha para a concorrência dar uma resposta efetiva.

    “Muito obrigado por essa inusitada oportunidade. Agora ficou mais fácil tirá-los do jogo, que foi o que sempre desejei.” \o/

    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=370100893094977&l=e37aab5273

  • Paulo Martins:

    Antes era possível “pular” os comerciais do youtube, agora, em alguns comentos já encontro casos obrigatórios de visualização. Esta ficando chato pacas.

    • mastria:

      youtube é uma ferramenta maravilhosa, com alguns canais excelentes e de conteúdo imenso, e tudo isso de GRAÇA! E você reclama de esperar 20 segundos?! vai mudar muito a sua vida isso!

  • Chaud:

    Da forma que a matéria está escrita, isso cria a impressão que a pessoa teria que pagar 2$ para acessar ao Youtube, o que é errado. O rumor é que *alguns canais* poderiam passar a cobrar pelo acesso, e não o Youtube inteiro. Ele teria conteúdo gratuito desde que os usuários não cobrassem pelo acesso.

    Isso pode ser lido nas próprias fontes da matéria! Então, cuidado na forma que vocês escrevem, para não deixar de passar a informação de forma clara!

  • Luis Otavio Perroni Sarmento:

    Se removesse as propagandas eu assinaria.Do contrário não.

Deixe seu comentário!