Os 10 ganhadores mais importantes do prêmio Nobel

Publicado em 10.10.2009

Alfred Nobel — o industrial sueco que inventou a dinamite em 1963 1863 e ficou riquíssimo com o explosivo — decidiu distrair a imprensa da grande quantidade de mortes que eram causadas pela sua invenção e decidiu criar os prêmios Nobel.

Os ganhadores do prêmio Nobel deste ano foram anunciados no início de outubro. O prêmio, criado em 1901, reconhece o trabalho de especialistas em várias áreas do conhecimento, e é considerado o mais importante do mundo da ciência. Apesar de ter um crescente reconhecimento na área da ciência, o Brasil nunca ganhou um prêmio Nobel.

Apesar da falta de ganhadores brasileiros na premiação, muitos outros cientistas, escritores, economistas, médicos e físicos, entre outros, ganharam os prêmios como símbolo de reconhecimento pelo seu trabalho. Confira os dez mais importantes ganhadores do Nobel:

10. Marie Curie

nobel

Componente de uma família que levou cinco prêmios Nobel de Física e Química, Marie Curie também é notável por ser a primeira mulher a ganhar o prêmio, em 1903. Naquele ano ela foi reconhecida, ao lado de seu marido e outro cientista, pela sua pesquisa no campo da radiação. Em 1911, ela se tornou a primeira pessoa a ganhar dois prêmios Nobel, quando levou para casa o reconhecimento pela sua descoberta e pesquisa sobre dois novos elementos químicos: o rádio e polônio. Infelizmente o final da vida de Marie não foi tão feliz, tanto que ela faz parte de outras duas lista aqui no Hype a dos 10 Inventores mortos por suas criações e dos 10 Cientistas ‘destruídos’ por seus próprios experimentos.

9. Martin Luther King Jr.

nobel

O ativista pelos direitos civis nos Estados Unidos foi a pessoa mais jovem a ser reconhecida pela Fundação Nobel. Ele ganhou o prêmio Nobel da Paz em 1964, aos 35 anos, pelo seu trabalho para combater a discriminação racial por meios não-violentos.

8. Albert Einstein

nobel

Sem dúvida um dos cientistas mais famosos do mundo, Einstein ganhou o Nobel de Física em 1921, em reconhecimento ao seu trabalho na área da física teórica, principalmente pela sua descoberta sobre o efeito fotoelétrico.

7. Francis Crick, James Watson e Maurice Wilkins

nobel

Os três cientistas levaram para casa o prêmio de Fisiologia ou Medicina em 1962, pela sua descoberta da fita dupla do DNA, feita nove anos antes. A premiação sofreu com controvérsias contra o reconhecimento, pois Rosalind Franklin, colaboradora de Wilkins, morreu quatro anos antes do prêmio, e as regras do Nobel estabelecem que não podem ser feitas premiações póstumas, o que significa que Wilkins não foi reconhecida oficialmente como merecedora do prêmio.

6. Jean-Paul Sartre

nobel

O filósofo, escritor e crítico literário francês foi a primeira pessoa a recusar o prêmio em 1964, quando ganhou o Nobel de Literatura. Mesmo assim, ele é reconhecido pela fundação Nobel como o ganhador daquele ano.

5. Sir Alexander Fleming

nobel

Fleming dividiu o prêmio de Fisiologia ou Medicina de 1945 com Ernst Chain e Sir Howard Florey, pela descoberta da penicilina e o seu efeito curativo em doenças infecciosas. Fleming fez a descoberta “acidentalmente” observou que algumas de suas amostras estavam contaminadas com um fungo que matava as bactérias da cultura.

4. Hermann Muller

nobel

Muller ganhou o mesmo prêmio que Fleming em 1946, pela sua descoberta dos efeitos da radiação de raio-x sobre as mutações no corpo humano. Quando as discussões sobre armas nucleares se tornaram constantes, Muller se tornou uma importante figura política contra o uso deste tipo de armamento.

3. Aleksanrd Solzhenitsyn

nobel

O escritor russo, dissidente do regime comunista, foi condenado a ficar em um campo de trabalho forçado soviético depois de escrever cartas que criticavam o governo. Ele ganhou o prêmio Nobel de literatura em 1970 pelos seus livros, que expunham a brutalidade dos campos de trabalho na União Soviética.

2. Comitê Internacional da Cruz Vermelha

nobel

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha é o maior ganhador de prêmios Nobel. Ele já foi reconhecido pelo prêmio em 1917 e em 1944, pelo seu trabalho durante a Primeira e Segunda Guerras Mundiais, e novamente em 1963, como prêmio pelos cem anos da organização.

1. Sir Clive Granger

nobel

O economista galês recebeu o prêmio de Ciências Econômicas de 2003 em reconhecimento ao seu método para analisar estatísticas econômicas, que revolucionou a interpretação de dados financeiros por especialistas da área. Granger dividiu o prêmio com Robert Engle III, que fez uma pesquisa em uma área semelhante.

Bônus – Carlos Chagas

nobel

O brasileiro que chegou mais próximo a ser laureado com o prêmio foi o médico e sanitarista Carlos Chagas, em recebeu indicações ao prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina em 1921 e 1925. Chagas descobriu a doença causada pelo protozoário Trypanosoma cruzi, transmitido pelo inseto barbeiro e causador da doença que levou o nome de seu descobridor.

Foi a primeira vez que alguém estudou detalhadamente e documentou o ciclo de vida de um parasita como o T. cuzi que tem fases diferentes da vida em hospedeiros distintos. Ele começou a estudar o sangue de pessoas com uma doença misteriosa que ficavam com os olhos inchados por causa da picada do barbeiro. Ao estudar as fezes do barbeiro ele identificou o mesmo parasita contido no sangue das pessoas com a doença hoje chamada de Chagas. Ele foi o primeiro a fechar o ciclo de uma doença deste gênero.

Chagas descreveu o ciclo completo da doença, mas não levou o prêmio por questões políticas. Na época, o Brasil tinha pouca representatividade no comitê do prêmio, e outros médicos brasileiros rejeitaram as descobertas do sanitarista. [Telegraph]

Autor: Cezar Ribas

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

44 Comentários

  1. Como alguém pode achar a literatura mais importante que qualquer descoberta das ciências exatas, experimentais e naturais?
    O mundo gira em torno da eletricidade, da tecnologia e principalmente das exatas. Todas as coisas são, no seu extremo princípio, números.

    Thumb up 6
    • Lamento profundamente seu cientificismo! Talvez vc não saiba que grandes cientistas são grandes apreciadores das criações literárias…

      Thumb up 20
  2. MUITO LEGAL O COMENTÁRIO DO DAVIDSON, O MAIS IMPORTANTE É QUE A HUMANIDADE GANHA, MAS TEM QUE TER UMA CABEÇA MUITO BOA PRA PENSAR ASSIM, GOSTARIA MUITO DE VER UM BRASILEIRO OU BRASILEIRA ENTRE ELES, PORQUE TEM MUITA GENTE MERECEDORA DE FATO AQUI.

    Thumb up 3
  3. a pergunta que fica: “se carlos chagas fosse indicado nos dias atuais, ele seria laureado?” na minha opnião, sim.

    Thumb up 12
  4. Eu acho que o laureado mais importe, ou melhor, a laureada mais importante foi Marie Curie, o principio do intendimento da matéria como temos hoje foi devido ao ponta pé dela nas descobertas da radioatividade. Fora que as condições precárias de estudo e o machismo da época não permitiram ela ter ido muito além disso, o que já foi muito. Na minha opinião ela é a mais foda dessa lista!

    Thumb up 8
  5. Na verdade, o primeiro a recusar o prêmio nobel não foi o J.P. Sartre, e sim o escritor Boris Pasternak em 1958, por pressão do governo soviético.

    Thumb up 0
  6. CONCORDO!

    Dom Hélder foi também indicado ao Prémio Nóbel nos anos 70 por sua luta engajada pelos direitos humanos; e injustamente boicotado pela Academia Sueca. A despeito disso, foram quatro indicações ao Nóbel da Paz. acredita-se que isto se deva ao fato da interferência do governo militar junto aos EUA.

    que vergonha!!

    Thumb up 3
  7. Primeiramente , tem que se verificar os históricos que envolviam aquela época onde houve a determinada contribuição para a humanidade e consequentimente o Prêmio Nobel. O brasil só não ganhou um Nobel ainda ,por causa da educação pública precária e a falta de investimentos por parte do governo para mudar esse quadro.
    O povo brasileiro é muito esforçado , porém possui menos conhecimento sobre diversas coisas , comparado a população dos outros paises.
    Presumo que dentre algumas “décadas” , alguém vai se sobresair e mostrar dos somos capazes.

    Thumb up 8
    • Concordo em partes com seu comentário. Não acho que o povo brasileiro “possui menos conhecimento sobre diversas coisas, comparado a população de outros países”. E também, a escolha de um Nobel é a pessoa, não o seu meio, não o povo de sua nação. Como bem disse o texto a cima “Chagas descreveu o ciclo completo da doença, mas não levou o prêmio por questões políticas. Na época, o Brasil tinha pouca representatividade no comitê do prêmio”

      Thumb up 2
  8. Acho que não adianta tantas pessoas ficarem reclamando que nenhum brasileiro ganhou o prêmio Nobel, todos somos brasileiros,é mais fácil cada um fazer sua parte para ter um Brasil melhor. Se o Brasil não é reconhecido por nada importante, é culpa de todos os brasileiros que fazem escolhas absurdas.

    Thumb up 10
  9. Legal Gúria vc expor o que pensa, mas nao é vergonha não termos um representante brasileiro.

    Thumb up 10
  10. OS Brasileiros não ganharam, nenhum Prêmio Nobel, por uma questão politica descriminatória, o Presidente do E.U.A mal foi eleito Presidente e ganhou um Nobel, sem ter feito nada. enquantos muitos Brasileiros de destacaram e não trouxeram o Nobel para o Brasil.
    O dia que o Novel, voltar a ser um Prêmio dado aqueles que realmente contribuiram com algo para melhoria da sociedade em que vivemos, será interesssante termos um representante brasileiros, entre os poucos que realmente contribuiram com algo para a melhoria da convicência de nosso grande planeta.

    Thumb up 38
  11. não gotei desses caras que ganharam o premio nobel porque eles são todos velhos

    Thumb up 2
  12. É uma vergonhaaa para nos brasileiros nao ter um para ganhar pelo brasil!
    É uma pena que nenhum brasileiro conseguiu ganha-lo

    Thumb up 13
  13. Eu sei que o Brasil nunca ganhou nenhum prêmio Nobel por falta de patrocinadores, e etc. Só que isso não deixa de ser uma vergonha.

    Thumb up 26
  14. Nossa, alguns comentários só criticam a falta de um Nobel brasileiro. Será que ninguém aprendeu com Perelman? Não importa se o verdadeiro inventor do rádio foi o padre Landell de Moura, nem que o “pai da aviação” seja Santos Dumont, e muito menos o que melhor descreveu uma doença do tipo, Carlos Chagas; na verdade, a pura e simples contribuição para a humanidade já é um prêmio.

    Gostei muito do artigo, Cezar Ribas, parabéns!

    Thumb up 55
    • Sobre o Padre Landell, na minha opinião o maior merecedor de prêmio nobel pelo Brasil encontrei isto na Wikpedia:
      “jornal La Voz de España, (editado em S. Paulo), no dia 16 de dezembro de 1900, que diz:
      quantas e que amargas decepções experimentou Padre Landell ao ver que o governo e a imprensa de seu país, em lugar de o alentarem com aplauso, incentivando-o a prosseguir na carreira triunfal, fez pouco ou nenhum caso de seus notáveis inventos.”

      Thumb up 0
  15. Só não entendi Marie Curie em décimo.
    Uma mulher que se sacrificou pelo mundo e pela ciência da forma que ela fez , merecia com sobras o primeiro lugar.
    P.S No bônus faltou o físico brasileiro César Lattes , descobridor do Mésom-pi

    Thumb up 26
    • No mundo sub-atômico o méson-pi é considerado uma sub-partícula. Lattes merecia pelo menos um sub-Nobel.

      Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
invasao de privacidade-grande
Espione seus vizinhos e ganhe R$ 4.500

Uma empresa britânic...

Fechar