Por que seu computador trava?

Publicado em 26.10.2009

hal

Enquanto você trabalha no documento mais importante da sua vida, o monitor de seu computador é invadido por uma temida tela azul que afirma, em letras garrafais, que um problema foi detectado. O que acontece?

Não importa se você utiliza o sistema operacional mais moderno para PCs ou Macs, problemas sempre acontecem – embora venham acontecendo cada vez menos. Existem zilhões de jeitos do seu computador sofrer uma pane, de hardware e de software, então começaremos com os pequenos problemas e então seguir àqueles que fazem seu computador – e a sua cabeça – quase explodir.

Problemas de aplicação

Falando de um modo mais geral, as duas causas mais comuns para este tipo de problema, de acordo com Chris Flores, da Microsoft, são programas fora das regras ou programadores que não antecipam uma condição do programa. O exemplo mais óbvio deste problema são aqueles que ocorrem com a memória do computador. Basicamente, o sistema operacional dá um tanto de memória para o programa, e ele deve se adequar a esta quantidade. Se o programa tenta pegar memória que não pertence a ele, está corrompendo a memória de outro, ou até mesmo do próprio sistema operacional. Por isso, o programa é fechado à força, protegendo o resto da máquina.

O exemplo dado por Flores para explicar o outro problema é simples: imagine que a sua senha de cartão de crédito, por exemplo, seja constituída apenas de números. Um bom programador se certificaria que o programa aceite apenas números, ou pelo menos que o programa aceite a digitação de símbolos ou letras. Se isso não acontece, o programa “surta” ao receber informações inesperadas, como letras no lugar de números.

Uma aplicação completamente “congelada” é aquela que teve problemas e fica na sua tela, te encarando e esperando por uma solução. Às vezes o próprio computador acaba com a agonia, mas geralmente a única solução é desligar o aparelho.

Panes operacionais

Muito provavelmente, seu computador sofre com muito menos problemas que antigamente – digamos, na época do Windows 95. Segundo Will Smith, editor da revista de tecnologia Maximum PC, isso acontece porque a Microsoft e a Apple gastaram muito tempo mudando o lugar das aplicações que operavam muito lentamente no kernel do computador – a sua “base”. Assim, elas ficam mais “acima” na hierarquia da máquina, e quando têm problemas, causam quedas específicas, e não da máquina inteira. Basicamente, os computadores agora têm sistemas que tomam cuidado para que, se uma aplicação quiser se suicidar, ela não vá levar várias outras junto.

Este é o motivo pelo qual tantos drivers – o software que permite que um pedaço do hardware dialogue com o seu sistema operacional e outros programas – sejam a fonte mais comum de problemas do que aplicações-padrão. Por sua natureza, os drivers têm um acesso mais profundo ao kernel, afirma Flores. Então, se algo dá errado com o driver, é possível que seu computador sofra muito.

Outro motivo pelo qual os computadores sofrem menos problemas intensos atualmente é porque as empresas que os produzem têm muitos dados acumulados sobre os problemas que as máquinas sofrem. Quando acontecer algum erro no seu computador, não tenha (muito) medo de deixar que as informações sejam enviadas ao fabricante do seu sistema operacional. Eles irão receber detalhes sobre as configurações do sistema, o que o programa estava fazendo no momento do problema e o estado da memória do computador, entre outros detalhes, e poderão produzir máquinas melhores.

Problemas futuros

É claro que, além desses já relatados, inúmeros problemas podem acontecer com computadores. Problemas com hardware, como uma falha na memória ou nos componentes da placa-mãe do aparelho. Will Smith afirma que alguns computadores de alta performance sofrem com uma falha bastante única, causada por raios cósmicos. Mas não se preocupe, isso não vai acontecer no seu computador doméstico.

Você deve se preocupar, entretanto, com problemas no núcleo dos processadores, causados pelo processamento simultâneo de muitos programas. De acordo com Smith, o processamento paralelo de dados pode causar que dois programas tentem usar o mesmo tipo de dado, confundindo as ordens dos eventos no computador e, por fim, fazendo com que o computador trave.

É claro que os próximos cinco anos de avanços na computação não se comparam aos tenebrosos dias de Windows 95, mas mesmo com técnicas mais sofisticadas, os aparelhos são criados por humanos, e sempre podem sofrer com problemas. [Gizmodo]

Autor: Cezar Ribas

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

11 Comentários

  1. Sempre trabalhei com o Slack há mais de 12 anos, nunca dos nunca aconteceu um travamento, mas tb, uso bastante o console!

    Thumb up 0
  2. O windows é ruim mesmo.Não aprendeu administrar nossas máquinas,só tem preço.

    Thumb up 2
  3. Digo que um dos principais motivos de não popularização dos descendentes do unix é a diversão eletrônica.

    Claro que ajuda também o fato informado pelo deep, muitos pensam que os penguins são somente para experts.

    Comentários, críticas… podem vir

    Thumb up 3
  4. Usar o “janelas” é mais fácil pois basta comprar uma cópia pirata no camelô, já para obter o Linux, o cara tem que saber previamente sobre instalações de SO… Eu mesmo sofri para instalar o Linux pela primeira vez e olha que já tinha usado muito o (R)windows…

    Thumb up 0
  5. O pobre pinguim não se populariza pq os usuários em geral o vêm como coisa de expert… De modo q, qdo têm problemas com seus SO´s de sempre, como as famosas telas azuis, eles quase nunca fazem idéia do pq do travamento!

    Usando o penguim eles teriam menos idéias ainda!!!

    Thumb up 2
  6. O fato de que os SO´s “não Linux”travam com frequencia devia ser motivo suficiente para que o pinguim fosse o sistema mais popular da terra mas isso “ainda” não aconteceu,isso sim,fica sem explicação,ou não…

    Thumb up 4
  7. Fico feliz que o linux não está na lista dos SO que travam com frequência. Eu trabalho com o slackware e ubuntu há anos e constatei que a taxa de “travamentos” é muito menor que no SO do microsoft.

    Thumb up 4

Envie um comentário