Brilhante foto de Vênus na borda solar

Publicado em 10.06.2012

A sonda espacial japonesa Hinode capturou esta estonteante imagem de Vênus penetrando a superfície visível so Sol no último 6 de junho.

Durante a história este evento raro foi utilizado para calcular por triangulação a unidade astronômica, ou seja, a distância entre o Sol e a Terra.

Aqui podemos ver a turbulenta superfície solar com seus campos magnéticos levantando as proeminências a esquerda.

O anel de luz que envolve a superfície sombria do planeta é causada pela reflexão da luz solar na espessa atmosfera de Vênus. [APOD]

Autor: Marcelo Ribeiro

Amante do mergulho e da fotografia (com exceção das da própria cara) é patologicamente viciado em ficção científica, seriados, filmes e todo tipo de nerdices.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

2 Comentários

  1. Visto da Terra, Vênus apresenta fases, como a Lua, e a importância histórica-científica disso foi fortalecer a tese heliocêntrica, que tirava a Terra e colocava o Sol no centro do Sistema. Talvez uma das coisas mais interessantes sobre Vênus seja seu lado misterioso, dado que a humanidade adora mistérios. Por volta do século passado já se fora pensado haver abaixo das nuvens de Vênus um mundo escondido, tropical ou pantanoso com plantas e animais gigantes. Tenho uma verdadeira relíquia em casa, um livro bem antigo sobre astronomia em que esse mundo vivo de Vênus é tratado como uma possibilidade científica, logo, é de antes das sondas soviéticas chegarem até lá e revelarem um inferno de um verão interminável num planeta inabitável.
    Vênus tem um campo magnético muito fraco que é uma proteção quase insignificante contra a radiação do cosmos, e tem uma cauda! ele arrasta em sua órbita uma longa e tênue cauda de plasma de 45 milhões de km, observado pela primeira vez pela sonda SOHO em 1997, ela quase chega à orbita da Terra. E quem diria que anos após a decepção de Vênus ser um mundo inabitável, contrariando os filmes e livros que alimentaram a imaginação de nossos antepassados, seria até poético o fato de nesse século Vênus ter entrado ao menos numa lista de 10 mundos a se procurar vida na exploração do Sistema Solar, nas próximas décadas. Não na superfície infernal, mas nas nuvens, onde os estudiosos mais otimistas não descartam a possibilidade de organismos flutuantes microscópicos perfazerem uma inusitada biosfera nas nuvens. Isso permanece no campo da especulação, mas, há até projetos de sondas balões a serem enviadas a Vênus, sinal de que o gêmeo quente da Terra não será abandonado tão cedo.

    Thumb up 6

Envie um comentário

Shares
Share This

Compartilhe

Seus amigos vão adorar!