Estrelas bebês na nebulosa Rosette

Publicado em 12.04.2010

Novas imagens revelam a formação de estrelas que têm, em média, dez vezes o tamanho de nosso Sol. Segundo cientistas essas estrelas irão influenciar onde e como a próxima geração de estrelas será formada.

A imagem foi liberada pela coleção online de imagens do Herschel – um observatório espacial que coleta imagens usando a luz infravermelha produzida por poeira espacial.

A nebulosa Rosette fica a, aproximadamente, 5 mil anos-luz da Terra. Especialistas acham que ela deve conter cerca de 10 mil estrelas equivalentes ao nosso sol. A imagem do Herschel mostra metade da nebulosa e a maioria de suas estrelas. Como foi tirada a partir de infravermelho, cada cor presente na foto representa a temperatura da região (desde -236 graus Celsius, representado pelo vermelho, até -233 graus Celsius, representados pelo azul).

As manchas mais brilhantes são como casulos – elas escondem estrelas-bebês enormes, também conhecidas como proto-estrelas. Eventualmente, elas irão crescer e ficar com a massa equivalente a dez vezes a do nosso sol.

O observatório capturou essas imagens para um projeto que busca conhecer corpos estelares novos. Essa iniciativa é muito importante porque estrelas tão grandes geram tanta luz e energia que podem ocasionar a formação de outras estrelas.

Fonte: ScienceDaily

Autor: Luciana Galastri

é jornalista. Viciada em livros, lê desde publicações sobre física a romances de menininha do estilo "Crepúsculo". Toca piano desde os oito anos de idade e seu estilo de música preferido é o metal.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

Envie um comentário

Leia o post anterior:
tremordeterra
Frequência de terremotos é normal, de acordo com cientistas

Sim, parece que esta...

Fechar