Filhotes estropiados geram mais empatia que pessoas adultas

Um mesmo crime pode despertar níveis muito diferentes de empatia nas pessoas, dependendo da idade (e da espécie) do “alvo”: humanos adultos despertam menos que crianças, que, por sua vez, despertam tanto quanto cachorros (filhotes ou adultos), de acordo com estudo recente.

A pesquisa foi feita com 240 universitários, que leram uma de quatro versões de uma notícia fictícia sobre um espancamento. As versões eram quase idênticas, exceto pela vítima: uma criança; um adulto na faixa dos 30 anos; um filhote; ou um cachorro com seis anos de idade.

Como esperado, o homem adulto foi o que despertou menos empatia. Contudo, ao contrário do que os pesquisadores imaginavam, a diferença de idade só teve impacto significativo quando se tratava de humanos: tanto o filhote como o cachorro adulto despertaram praticamente o mesmo nível de empatia nos entrevistados.

“O fato de que adultos humanos vítimas de crimes geram menos empatia do que crianças, filhotes e cachorros adultos sugere que os cachorros adultos são reconhecidos como dependentes e vulneráveis, da mesma forma que os filhotes e as crianças”, aponta o pesquisador Jack Levin, professor de sociologia e criminologia da Northeastern University in Boston (EUA). “Parece que homens adultos são considerados capazes de proteger a si mesmos, enquanto cachorros são vistos como filhotes grandes”.

De modo geral, as mulheres que participaram do estudo demonstraram níveis maiores de empatia. “O motivo pode ser parcialmente biológico, por conta do papel feminino no nascimento e na criação de filhos”.

Como a faixa etária dos participantes não foi muito variada, não se sabe se os resultados seriam similares entre pessoas mais novas e mais velhas. [LiveScience]

Compartilhe no Facebook

Curta no Facebook:

One thought on “Filhotes estropiados geram mais empatia que pessoas adultas

  1. Nem precisava de um estudo. Todo mundo sabe disso na prática. Quem nunca viu uma matéria sobre um cachorro maltratado e outra sobre humanos. Crimes com animais sempre chocam muito e os comentários são muito mais do que em matérias sobre humanos.

Deixe seu comentário