Homens de QI baixo têm mais probabilidade de cometer suicídio

Quem acha que cometer suicídio é burrice tem razão. Homem com QI baixo são os mais propensos a tirar a própria vida. A probabilidade de um homem com QI menor se matar é até quatro vezes maior se comparada a uma pessoa mais inteligente. A ideia é simples assim: quanto menor o coeficiente de inteligência, maior o risco de suicídio.

A descoberta pode ser surpreendente se pensarmos em gênios que tiraram a própria vida, como Ernest Hemingway ou Vincent Van Gogh.

“Há uma percepção de que pessoas com QI mais alto podem ser mais neuróticas, mais ansiosas ou mais deprimidas”, diz Karestan Koenen, psicóloga clínica e professora da Escola de Saúde Pública de Harvard. “Mas a literatura acerta ao mostrar que pessoas com QI mais baixo têm maior risco não apenas de problemas de saúde mental, mas de todos os tipos de problemas de saúde física”, acrescenta Koenen, que não esteve envolvido no novo estudo, mas pesquisa a relação entre QI e saúde mental.

No estudo, publicado no site da British Medical Journal, os pesquisadores acompanharam 1,1 milhão de recrutas militares do sexo masculino na Suécia com uma média de 24 anos. Todos os homens passaram por um teste de QI padronizados entre os 16 e 12 anos. Os pesquisadores descobriram que a taxa de suicídio aumentou de forma constante na medida em que o QI caiu. Entre os homens de maior pontuação no teste, a proporção foi de 1 suicídio a cada 200 recrutas; já entre os homens com a pontuação mais baixa, a taxa foi de cerca de 1 a cada 22. A taxa global do estudo foi de 1,6%, ou cerca de 1 em 60.

Segundo os resultados da pesquisa, os pesquisados com menor QI eram quase nove vezes mais propensos a se matar do que os homens com coeficiente de inteligência maior. Depois de analisados outros fatores que podem influenciar o risco de suicídio – como status socioeconômico, educação e até mesmo índice de massa corporal – a tendência ao suicídio ainda era 3,5 maior nos homens do primeiro grupo.

“Nós não estamos falando de um grupo de hospital ou de uma população doente, portanto esses resultados são generalizáveis para a população em geral”, diz o principal autor do estudo, David Batty, do Conselho Médico de Pesquisa em Glasgow, na Escócia.

Batty sugere que as pessoas com QI mais baixo são mais propensos a tentar o suicídio porque eles podem ter mais dificuldade em falar sobre problemas pessoais ou até mesmo em encontrar soluções para eles.

“Os indivíduos com maiores escores de QI podem ser melhor capazes de descrever alguns dos problemas por que estão passando para os amigos e profissionais de saúde”, diz. “Eles podem identificar a necessidade de consultar um profissional de saúde antes ou lidar com as causas dos seus pensamentos suicidas por mudança de emprego ou a resolução de relacionamentos”, completa Batty. [CNN]

19 respostas para “Homens de QI baixo têm mais probabilidade de cometer suicídio”

  1. Não acho que as pessoas que se matam sejam burras. Por que as causas que envolvem o suicídio podem não ser claras pelos outros.A vontade do suicída é soberana neste ato, mas então é um ato egoístico?
    Se foi praticado para manipular alguem, é fácil pensar que sim. Mas se foi praticado para evitar de ferir alguem é um ato de bravura ou loucura?
    Supondo que uma pessoa trabalha a vida toda para construir um patrimonio com uma outra que ela acha que vai ser a sua parceira(o) para a vida toda; e de repente ele descobre que esta não o quer mais, e sobre tudo que mais quer é lhe ver longe e sem nada.
    Supondo ainda que o patrimonio para esta pessoa não tem tanto valor como a companhia da outra, mas pocha, ela não lhe quer mais.
    O mundo dela desmorona.Ela se revolta, é normal quem não se revolta. Alguns matam por isso. Já essa pessoa jamais faria mal a outra, pois a ama tanto. Então entre a idéia de ferir, punir ela, ela opta por ferir-se.E aí, é loucura ou bravura?
    Porque é mais fácil chamar de coragem o ato de lutar e ferir aos outros, e não a si mesmo?
    As vezes as causas do suicídio podem ser diferentes das que pensammos.
    O fato é que se tivesse comida para todo mundo, saúde para todo mundo, educação para todo mundo, moradia para todo mundo, quem sabe fosse diferente.

  2. engraçado essa matéria , então gostaria de saber porque a maioria dos suicídios são de ateus , tem alguma coisa errada com essa matéria afinal de contas nós cristãos somos taxados de burros e os ateus se auto se intitulam os super hiper inteligentes , a ta agora entendi o pensamento da pessoa que fez essa matéria que no minimo deve ser ateu , ele estar tentando dizer que quem comete mais suicídio é cristão , porem sinto muito e deixar vcs tristes , mais varias pesquisas mostraram que vcs ateus são os que cometem mais suicídio e nem adianta chorar e nem adianta dizer que não . já foi provado . agora se mesmo assim se ateu é sinal de ser inteligente então eu sou burro , muito burro .

  3. Não é por QI é por QS = Quantidade de Sofrimento

    O suicidio na maioria dos casos, acontece por condição de extremo sofrimento, independente da causa ou da capacidade do suicida de equacionar uma solução para minimizar seu sofrimento.

    A vida esta cada dia pior, isso não é pessimismo, é realismo.

    A extrema competição, faz com que procurar um trabalho seja semelhante às arenas romanas. A diferença é que lá você morria na espada ou na ponta de uma lança. Hoje você morre de depressão ou na maca num corredor de hospital. Sem falar de quem se aposentou com 4 salários e está recebendo pouco mais que um…

    A organização mundial da saúde(OMS) informou em setembro de 2007, que o suicídio, já é a terceira causa de morte entre jovens e adultos no MUNDO INTEIRO, na faixa dos 15 aos 34 anos. É uma curva ascendente, maior que o crescimento populacional.

    Se cada um fizer sua parte, é apenas um discurso que esta na boca da maioria das pessoas.

    Voce já verificou quantas pessoas dizem que uma andorinha não faz verão?

    Devemos repensar nossa participação no mundo para ver se não estamos sendo coniventes com esse sistema predatório…Ignácio Grupo de Apoio Viver

  4. Chutar cachorro morto é fácil…
    =/
    Sei lá…q sem noção.Eu , depois desse estudo imbecil e inútil, pensaria seriamente em suicídio. Total falta de inteligência um estudo desses.

  5. não entendi como foi o teste..fizeram um monte de testes de qi nas pessoas, e viram que com o passar do tempo se matava mais?, foi isso que eu entendi?, não tem logica nenhuma isso sinto muito, noticia idiota e sem sentido!

    • naõ se matou meu caro,porque ele é catolico e acredida em deus e no ser humano.

  6. Concordo plenamente sou policial militar e de fato a maioria das ocorrencias que temos em relaçao a suicidios envolvem pessoas com baixo grau de instruçao nao que isso seja sinonimo de QI baixo mas que e um diferencial a ser notado,sao pessoas que por nao saberem se expressar nao procuram ajuda e sao fatalmente influenciaveis por grupos de risco como drogados, simplesmente a pessoa esta aparentemente normal e no dia seguinte aparece morta sem nenhum motivo que seja plausivelmente justificavel, os motivos sao varios como traiçao bebedeira overdoses de drogas. Houve uma vez que um sujeito se matou porque a namorada dele que participava de uma seita recebeu uma mensagem psicografada do alem que dizia que ele deveria se matar, e ele assim o fez. Detalhe a namorada dele tinha um outro sujeito, tambem houve uma situaçao de um casal de namorados que queriam ver como era a vida pos morte e resolveram pular de um predio e assim o fizeram. Como se ve muitos sucidios sao de causa banal e estupida. Eu sempre me pergunto que ha mendigos que comem restos de comida em decomposiçao e querem viver porque ha muitas pessoas que por motivos banais se matam, talvez seja esse o motivo.

  7. De fato “Há uma percepção de que pessoas com QI mais alto podem ser mais neuróticas, mais ansiosas ou mais deprimidas”; todavia os problemas que os cérebros super inteligentes criam eles mesmos conseguem resolver. Principalmente se o superdotado tiver muita inteligência intrapessoal, inteligência lógica e inteligência emocional.
    Tiver capacidade de ser flexível; um grau elevado de autoconhecimento; capacidade de aprender com os erros ou sofrimentos; capacidade de se inspirar em idéias e valores; relutância em causar danos aos outros; a possibilidade de ver conexões entre distintas realidades; a tendência a se questionar sobre suas ações e desejos; capacidade de seguir as próprias idéias e a possibilidade de ir contra as convenções.

Deixe uma resposta