‘Junk food’ da mãe ‘prejudica a criança’

Uma grávida ou mãe que esteja amamentando, que tenha uma dieta ruim, pode causar danos em longo prazo à saúde de seus filhos.

Filhotes de ratos cujas mães foram alimentadas com comidas gordurosas e processadas tinham maiores níveis de gordura no sangue e ao redor de órgãos importantes, mesmo após a adolescência.

Os animais tinham maior risco de diabetes, mesmo os que se alimentavam de maneira saudável depois da amamentação.

Outros estudos feitos pelo mesmo grupo do Royal Veterinary College, do Reino Unido, mostraram que as ratas que se alimentavam de porcarias (junk food) e amamentavam, tinham filhotes com maiores chances de se alimentarem das mesmas besteiras.

A diferença é que o estudo atual sugere que, mesmo depois de deixarem de comer esta dieta, os danos já foram feitos. Um dos pesquisadores afirmou que parece que a dieta da mãe, enquanto amamenta, é muito importante para a saúde da criança a logo prazo.

“Nós sempre dizemos: ‘Você é o que você come’, mas de fato pode também ser verdade que você é o que sua mãe comeu.”

Uma preocupação em particular foi o acúmulo de gordura entre os órgãos que é um fator de risco no desenvolvimento da diabetes tipo 2. Os ratos que tinham mães não saudáveis tinham mais chance de desenvolver isso, mesmo que não comesse uma dieta de junk food.

No entanto havia diferenças significativas entre os sexos com os machos de mães não saudáveis tendo maiores níveis de insulina e glicose normal, enquanto o contrário ocorria com as fêmeas, que também tendiam a ser mais gordas.

Segundo os pesquisadores não há razão para que os mesmos princípios não se apliquem aos humanos.

“Os humanos compartilham uma série de sistemas biológicos fundamentais com os ratos, portanto há boas razões para supor que os efeitos que vemos nos ratos se repitam em humanos.” Estudos em humanos já mostraram ligações entre o peso dos pais e de seus filhos.

O estudo suporta ainda mais o corpo de evidências que mostra que existem muitos fatores de risco diferentes que podem contribuir para uma pessoa tornar-se obesa.

Apesar da gravidez ser um período difícil para muitas mães é importante que elas saibam que quando elas comem podem estar afetando seus filhos. [Fonte]

Por: Sergio de SouzaEm: 7.07.2008 | Em Bem-estar, Outras  | Tags: , , ,  
Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

Uma resposta para “‘Junk food’ da mãe ‘prejudica a criança’”

  1. […] Solução: Para manter sua energia no alto e a fome no mínimo, coma dois snacks de 100 a 300 calorias por dia. “Ao invés de um biscoito ou barra de chocolates, opte por algo que se assemelhe mais com comida de verdade, metade de um pequeno sanduíche, bolachas integrais com queijo, um punhado de nozes, uma cenoura (ou algumas cenourinhas pequenas) com homus, iogurte com cereal”, diz Tara. » ‘Junk food’ da mãe ‘prejudica a criança’ […]

Deixe uma resposta