Os maiores mistérios de Netuno

Publicado em 24.08.2011

Em 1846, foi descoberto o oitavo planeta do sistema solar, nomeado Netuno em homenagem ao deus romano dos mares. Mais de 160 anos depois da descoberta, conhecemos o planeta com muito mais detalhes, e sabemos que ele é colorido por um profundo oceano azul, com manchas brancas atravessando todas as nuvens.

Junto de Urano, Netuno é classificado como um gigante de gelo – é um planeta muito grande, com quatro vezes o diâmetro da Terra. Netuno tem uma espessa atmosfera de hidrogênio e hélio em sua maior parte, e tem água, amônia e outras substâncias em menores proporções.

Netuno está a bilhões de quilômetros de distância do sol, cerca de 30 vezes mais longe do sol do que a Terra. Ou seja, estudar esse planeta gelado não é nada fácil. Netuno está à beira da nossa capacidade de detecção com telescópios terrestres.

O único olhar mais próximo que já tivemos de Netuno foi ao final dos anos 80, com a nave Voyager 2. A investigação feita com essa nave espacial nos revelou muitos dos mistérios do planeta – e nos trouxe novas questões a desvendar – que você confere abaixo:

Atmosfera hiperativa

Os astrônomos esperavam que Netuno fosse um mundo chato, sem grandes diferenças de tempo – apenas mais um planeta gelado e pacato. Mas, ao invés, disso, a nave Voyager mostrou que Netuno tem uma atmosfera turbulenta, com ondulações mais leves de nuvens e tempestades violentas – incluindo a Grande Mancha Escura, que tinha quase o tamanho da Terra.

Os ventos mais rápidos já registrados no sistema solar ocorreram em Netuno, com cerca de 2,1 mil quilômetros por hora.

O que conduz essa atividade meteorológica colossal parece ser o calor interno de Netuno, que possivelmente é mais quente do que Urano. Relativamente falando, é claro, pois os planetas gelados estão na faixa de -215°C.

O que fornece as fontes de calor de Netuno possivelmente inclui os restos de calor interno da formação do planeta e a decadência de elementos radioativos.

Anéis fracos

Netuno, assim como os planetas gigantes Júpiter, Saturno e Urano, tem um sistema de anéis. Mas ao invés de estruturas semelhantes com bambolês, os anéis são pedaços tênues e empoeirados.

Por serem fracos e pouco visíveis, acreditava-se que eles eram incompletos, o que foi desmentido por imagens da nave Voyager. Influências gravitacionais das pequenas luas podem causar a irregularidade dos anéis.

Campo magnético descentralizado

Quando a Voyager 2 detectou um campo magnético singular em Urano, os astrônomos acreditaram que isso tinha acontecido porque um corpo teria colidido com o planeta, embaralhando sua produção de campo magnético.

No entanto, quando a Voyager 2 mediu o campo magnético de Netuno, eles perceberam que ela também se originava longe do coração do planeta, e não se alinhava com a rotação planetária, como outros campos magnéticos conhecidos fazem.

Ninguém esperava que esses campos magnéticos deslocados do centro do planeta seriam inclinados a ângulos loucos, pelo menos em nossa visão terrestre.

A melhor teoria proposta é a de que o campo magnético não é gerado no núcleo de Netuno, como é na Terra, Júpiter e outros planetas. Em vez disso, o campo emana de uma camada eletricamente condutora entre o núcleo e a superfície.

Lua do contra

Das 13 luas de Netuno, Tritão é de longe a maior, e a única grande o suficiente para ser esférica. O mais estranho é que Tritão tem uma órbita “do contra”, que gira na direção oposta das outras luas e do próprio planeta. Além disso, a órbita tem um ângulo atípico para satélites.

Essas características sugerem que Tritão não se formou em torno de Saturno. Ao invés disso, a gravidade do planeta deve ter capturado a lua rebelde, que deve ter pertencido ao cinturão de Kuiper. Tritão também tem um intrigante terreno irregular, com textura parecida com a de um melão. [Life'sLittleMysteries]

Autor: Stephanie D’Ornelas

É estudante de jornalismo, adora um café e um bom livro. Curte ciência, arte, culturas e escrever, mesmo que sejam poesias para guardar na gaveta.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

15 Comentários

  1. Gosto muito, como já disse, mas poderiam ser mais prolixos, aprofundar um pouco mais seria excelente, ajudar-me-ia na divulgação do SITE junto aos meus coordenados e encher-me-ia de informações para chegar aos alunos.
    Grato
    Carlos

    Thumb up 0
  2. O mais interessante, é que esse planeta está tão longe da terra que como foi dito, é o limite da vista com telescópio. Apenas algumas fotografias foram tiradas, nenhuma amostra, nada. O que temos é um monte de sugestões. Acredito que apenas por fotos ou sondas, nenhum comedor de arroz e feijão que vive no mundo da lua, vai falar exatamente o que é esse planeta que homenageia um dos Deuses do panteão Romano. Não sei, como algum ganancioso não foi ainda buscar o diamante daquele outro planeta que dizem ser puro carbono ou diamente? Os homens hoje querem ser inteligentes e desvendar planetas, mas a maioria não conhece nem a terra que vive.

    Thumb up 3
  3. por falar em coisas bizarras, pesquisem sobre WASP-12b ou planeta diamante ou planeta de carbono, é uma verdadeira pedra bruta de diamante no espaço. Muito louco né?

    Thumb up 4
  4. Essa hipótese de Netuno ter engolido um planeta é bastante aceita, já tinha lido vária matérias sobre a mesma. Muito interessante.

    Thumb up 6
  5. É engraçado que até hoje, em pleno seculo 21, ainda tem pessoal que coloca a religião acima de quaquer coisa, ciencia, tecnologia, etc. Que Deus nos tenha colocado aqui na terra, até ai tudo bem, mas dizer ou tercer comentários dinossauricos é pura falta de conhecimento e excesso de religiosidade.

    Thumb up 12
    • é justamente por estarmos no seculo 21 que temos que nos converter, estamos próximos do fim, do juízo final, onde o bem vencerá, somente os preparados irão desfrutar do reino dos céus. e é quando eu encontro com pessoas como vc que eu gostaria de aplicar meu treinamento, me sinto realizado quando recupero almas perdidas. eu te dou meu perdão, agora que Deus tenha misericórdia de vc.

      Thumb up 3
  6. Em qualquer lugar que vamos sempre tem um desse crentes querendo fazer lavagem cerebral. Meu amigo faça o favor e vá ffalar de deus em outro lugar, fala sério! Nada a ver esse comentario do poney…

    Thumb up 8
    • Queira voce o meu meu bem ou meu mal, eu sempre vou lhe querer o bem, pois assim disse o nosso pai: não desejais ao próximo o que não queres para si próprio.
      Amai-vos uns aos outros assim como eu vos amei.
      (gostaria de ter a chance de mudar essa tua mentalidade, se tivesse essa oportunidade concerteza mudadria)

      Thumb up 5
  7. Devemos para de nos preocupar com os mistérios la fora, e focar nosso conhecimento na terra, pois essa foi a casa que ganhamos de Deus. Se ele quisesse que conhececemos netuno, teria colocado nós lá.

    Thumb up 2
    • Vejam como os grandes cientistas ficam cada vez mais convencidos de que existe uma causa primária em tudo, que a nossa pequeno desenvolvimento intelectual ainda não alcança e compreendemos que só pode ser Deus.
      O estudo do Universo nos mostra o quão pequenos somos perante bilhões de galáxias e bilhões de estrelas em cada galáxia. Continuar a crer que somos únicos no Universo e que devemos ficar somente em nosso mundinho é ofender a grandiosidade de criação de Deus.
      O estudo do Universo não contradiz e nem atrapalha o desenvolvimento moral e o amor ao próximo, mas o preconceito pelo estudo, este sim, mostra que o preconceituoso não tem amor ao próximo.

      Thumb up 3
  8. No fim há um erro, trocaram a palavra “Netuno” por “Saturno”. Na medida em que Netuno foi sendo estudado, os cientistas esperavam um gigante pacado como Urano, que sem estruturas atmosféricas turbulentas é o mais calmo dos planetas gigantes. Urano e Netuno são gigantes de gelo muito parecidos em tamanho, massa e composição. Porém, Netuno se mostrou drasticamente mais radical e turbulento que seu irmão. Suas tempestade são ainda mais fortes que as famosas manchas de Júpiter e Saturno. Esqueceram de dizer que em determinada profundidade está chuvendo diamantes em Netuno. A colossal pressão atmosférica é suficiente pra transformar o carbono do metano nessas pedras preciosas. Os cristais são varridos nas tempestades com tanta força que qualquer nave coletora incomcebível atualmente teria que resistir a um bombardeio alucinante, além de ter que resistir a uma pressão atmosférica de centenas de milhares de vezes a terrestre. Tritão só não é um planeta anão capturado como também pode estar em uma trajetória sem volta ao longo de suas órbitas. Poderá se aproximar mais e mais de Netuno, e em algum momento do futuro distante de bilhões de anos se chocará com o Planeta, talvez formando para Netuno anéis maiores que os de Saturno. Enquanto isso não acontece, observa-se em Tritão um dos maiores espetáculos do sistema solar na forma de vulcões de gelo e gêyseres de nitrogênio. Um continente inteiro parece ser construído por esses fenômenos exóticos que brotam furiosos do interior do satélite planetário, que deve estar cheio de cavernas e galerias cheias de gases, formadas pelos escapes de jatos gasosos supersônicos. Sem dúvidas é um mundo surreal, esse pequeno planeta que gira ao redor do gigantesco azul Netuno.

    Thumb up 8

Envie um comentário

Leia o post anterior:
salada
Médico inventa dieta “à prova de ataques cardíacos”

Em alguns países ori...

Fechar