Prêmio Nobel de medicina para descoberta do HIV e de vírus cervical

Três cientistas dividem o Prêmio Nobel de medicina e U$ 1,4 milhões por descobertas ligadas aos vírus HIV e de câncer cervical.

Dois franceses e uma alemão ganharam o Prêmio Nobel de medicina por haverem descoberto os vírus que causam o câncer cervical e a AIDS, a organização disse nesta quarta-feira.

Os franceses Francoise Barre-Sinoussi (no centro da imagem acima) e Luc Montagnier (direita) foram honrados pela organização “por sua descoberta do vírus da [AIDS]”. A dupla publicou artigos sobre o vírus em 1983. Ambos estiveram envolvidos em grandes descobertas sobre a seleção e desenvolvimento vacinas contra o vírus.

O alemão Harald zur Hausen (esquerda) dividiu o prêmio “por sua descoberta do vírus do papiloma humano, que causa o câncer cervical” em mulheres.

Os laureados do Prêmio Nobel de medicina receberão seus prêmios em Estocolmo, na Suécia, em 10 de dezembro.

O prêmio foi criado por Alfred Nobel, o sueco inventor da dinamite, para desviar a atenção dos terríveis acidentes que seu produto estava causando. As categorias dos prêmios são medicina, física, química, literatura, paz e economia.

O prêmio mais prestigiado, o Prêmio Nobel da Paz, será anunciado da próxima sexta-feira. No ano passado o ex vice-presidente dos EUA, Al Gore, foi contemplado juntamente com as Nações Unidas por seu trabalho na divulgação do problema da mudança climática. [CNN, Science Centric]

Por: Cezar RibasEm: 6.10.2008 | Em Uncategorized  | Tags: , ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

8 respostas para “Prêmio Nobel de medicina para descoberta do HIV e de vírus cervical”

  1. Interessante saber sobre o prêmio, mas o cientista francês que na foto está no meio não parece ser “um” cientista, mas sim “uma” cientista. Se for homem, com aqueles brincos e o grande corte femenino de sua roupa é meio suspeito, não?

Deixe uma resposta