Seu trabalho está matando sua criatividade?

Publicado em 26.04.2012

Uma pesquisa da Adobe mostra que 80% das pessoas que vivem nas cinco maiores economias do mundo sentem sua criatividade ser bloqueada pelo crescimento econômico. E dois terços, aproximadamente, consideram a criatividade algo valioso para a sociedade. Estaríamos vivendo, então, uma crise global?

A julgar pelo ambiente de trabalho, a resposta é sim. A pesquisa consultou 5 mil pessoas no Reino Unido, França, Alemanha, Estados Unidos e Japão. Dos entrevistados, três em cada quatro afirmaram estar sob pressão constante para serem mais produtivos que criativos, embora espere-se que pensem criativamente no trabalho.

A falta de tempo é vista como o maior obstáculo à criatividade, como consideram 47% das pessoas que responderam à pesquisa.

“Um dos mitos sobre a criatividade é que apenas algumas pessoas são realmente criativas”, explica Sir Ken Robinson, especialista em educação e criatividade. “A verdade é que todos temos grande capacidades, mas nem todos desenvolvem-nas. Um dos problemas é que o sistema educacional não estimula os estudantes a desenvolver seus poderes criativos naturais. Ao invés disso, promovem a uniformização. O resultado é simples: drenamos todas as chances criativas dessas pessoas”.

E o mesmo tem acontecido no trabalho, onde as pessoas são condicionadas a priorizar a conformidade em detrimento da criatividade. Você concorda? [LiveScience]

Autor: Luan Galani

é jornalista. Entusiasta da Teoria-M, é um rato de biblioteca apaixonado pelo que a ciência pode nos proporcionar. Nas horas vagas, é um amante inveterado de música erudita, que pede perdão aos russos por ainda considerar Mozart a grande lenda.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

7 Comentários

  1. Pode ser que as pessoas não tem tanto tempo para exercer seu lado criativo, a pressão do trabalho em funções já pre estabelecidas, e o cansaço de chegar em casa e ter que fazer a rotina de casa trabalho inibe e muito o ”tempo” para ser criativo.
    Acontece que quem é criativo mesmo, cria a toda hora, em um espaço curto de tempo onde podemos entrar em nossas mentes criamos, pode ser em qualquer lugar, por isso quando temos tempo usamos nossa criatividade em massa, quem nasce criativo e usa frequentemente não para de criar, acho que nem se fosse proibido criar deixaríamos de criar!

    Thumb up 2
  2. No meu ponto de vista, isto tem a ver com o tipo de liderança que a Empresa possui, desde do alto nível até o supervisor.
    Há lideranças que simplesmente travam a criatividade do subordinado, por diversos motivos (desde pessoais até por gerenciamento).
    Sobre bloqueio de criatividade pela liderança no âmbito pessoal, segue a famosa inveja do próximo em ser mais qualificado e com isto acredita-se e trata o próximo como concorrente de mercado.

    Já no âmbito gerencial, o motivo chega ser tão ridículo como o exposto acima: a empresa mantem um corpo de seres criativos especifico para este função, não fornecendo chances para os demais.

    Outra que não pode deixar de ser mencionada é de fato tempo, porém sua educação também diz tudo: o tempo que vc dispõe na empresa é fazer o serviço para o qual foi contratado e em casa, vc pensa em descansar. Veja que a motivação para criatividade é NULA.

    Sobre sua educação: SEUS ESTUDOS desde a infância nunca deu enfase a criatividade e descobertas. Simplesmente preparou você para o TRABALHO BRAÇAL e REPETITIVO.

    um abraço

    Thumb up 2
  3. Acredito que a necessidade atual é de criar em muito menos tempo que antes, O cérebro humano não evoluiu tanto quanto o consumismo.

    Thumb up 0
  4. O tempo escasso não pode ser culpado pela falta de criatividade, pelo contrário, ele é catalizador. É alguma coisa como a necessidade é que ensina a lebre a correr. O trabalho dos profissionais criativos na propaganda geralmente é feito sob pressão. Muita pressão, tempo nenhum. Caso do famoso “é pra ontem”, e no meio publicitário e do design, isso não é apenas uma força de expressão, pode ser fato mesmo (os profissionais de criatividade têm a terceira profissão mais estressante de todas, perdendo apenas para os controladores de voo, em segundo, e dos mergulhadores de profundidade, em primeiro).

    A culpa deve ser creditada à filosofia tacanha do mundo dos negócios, como citado, que veem a produção mais importante do que a criatividade. Não é falta de tempo, é falta de espaço. E é uma falta de visão que norteia direta ou indiretamente todos nós.

    Thumb up 1

Envie um comentário

Leia o post anterior:
female-gladiator-statue
Mulheres também foram gladiadoras?

Estátua antiga rara ...

Fechar