Vida após cirurgia: homens com câncer de próstata têm expectativas irreais

Publicado em 4.07.2011

Uma nova pesquisa descobriu que quase metade dos homens que passam por cirurgia para tratar câncer de próstata têm mais problemas de incontinência e função sexual do que esperavam.

Antes da cirurgia, alguns homens no estudo tinham esperado obter uma melhor função urinária e sexual um ano após o procedimento – uma crença errônea que os pesquisadores dizem que está fora da realidade da cirurgia de câncer de próstata.

Os médicos urologistas acharam os resultados surpreendentes. Segundo eles, qualquer intervenção feita em um paciente, seja cirúrgica ou radioterapia, nunca tornará a função da pessoa melhor do que no momento presente.

Como parte da nova pesquisa, 152 homens que removeram a próstata para tratamento de câncer preencheram um questionário antes da cirurgia. Antes, eles passaram por aconselhamentos para educá-los sobre os riscos do procedimento, que incluem disfunção erétil e incontinência.

Cerca de metade dos homens esperava que tivessem a mesma função sexual após a cirurgia, e 17% dos homens anteciparam funcionar melhor sexualmente após a cirurgia.

Um ano depois, os pesquisadores acompanharam os pacientes e descobriram que apenas 36% das expectativas dos homens para a função urinária combinava com os resultados verdadeiros, e 40% das expectativas sobre função sexual tinha a ver com a realidade.

Os cientistas explicam que os médicos não são capazes de dizer aos pacientes especificamente quão bem eles recuperarão suas funções urinárias e sexuais. Eles só podem informar as estatísticas globais, mas não as prever para uma certa pessoa.

E, em caso de dúvida, as pessoas tendem a ser esperançosas e otimistas. Expectativas irrealistas podem ser uma faca de dois gumes: por um lado, o otimismo é conhecido por ajudar as pessoas a se curar mais rápido, por outro, pode conduzir a decepção quando se ajusta a uma incapacidade a longo prazo.

Um estudo recente mostrou que, um ano após a cirurgia, apenas um em cada quatro homens recuperou sua capacidade de ter relações sexuais. Em maio, outra equipe descobriu que algum grau de incontinência era comum também, embora os homens tendam a não ficar significativamente incomodados por isso.

A incapacidade de obter uma ereção é um dos efeitos colaterais mais comuns da cirurgia de câncer de próstata, embora alguns homens sejam elegíveis para um procedimento que deixa os nervos que controlam as ereções intactos.

Os pesquisadores sugerem que uma rede de contatos com homens que passaram pela experiência e podem apoiar novos pacientes com câncer ajudaria a compreender as realidades da vida após a cirurgia.

O envolvimento dos parceiros dos pacientes também é vital para o sucesso em recuperar relações sexuais. Sexo é uma atividade para dois. O parceiro pode ser muito eficaz como parte de uma equipe íntima na recuperação dos efeitos colaterais dessa cirurgia.

Apesar das desvantagens, os cientistas acreditam que poucos homens optam por não fazer a cirurgia, mesmo se compreenderem inteiramente os potenciais riscos como a disfunção erétil, já que existem outros perigos relacionados ao câncer, razões mais fortes que levam a sua decisão final.[Reuters]

Autor: Natasha Romanzoti

tem 24 anos, é jornalista, apaixonada por esportes, livros de suspense, séries de todos os tipos e doces de todos os gostos.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

49 Comentários

  1. Boa tarde, estou aqui para compartilhar minha experiência e evolução do tratamento. Tenho 43 anos e fui diagnosticado precocemente, fui submetido a de retirada da próstatas por meio de cirurgia radical realizada em 13/02/2014,com 10 dias a sonda foi retirada e 2 dias depois já sem incontinência, a biópsia da peça teve um ótimo prognóstico, indicou que a doença estava somente no interior da cápsula, estou esperando completar 2 meses para realizar um novo PSA, não mais, está tudo bem.
    Abraços.

    Thumb up 0
  2. No próximo dia 27/03/14 irei fazer a cirurgia para a retirada da próstata através de videolaparoscopia, tenho 45 anos de idade e fui diagnosticado precocemente com câncer na próstata no estágio bem inicial.
    Estou com um misto de sentimentos de receio e confiança, pois o médico me disse que pela minha idade e o tamanho muito pequeno do tumor tenho grandes chances de ficar curado e sem grandes sequelas.
    Mando notícias.
    Torçam por mim.
    Obrigado

    Thumb up 3
    • Sim, Marcelo. Até onde sei é um câncer com excelente prognóstico quando é detectado cedo. Esperamos as boas novas.

      Thumb up 6

Envie um comentário

Leia o post anterior:
mulehres
Discriminação sexual: empresa demite mulheres para que elas cuidem da casa

Uma empresa italiana...

Fechar