11 prédios da Roma antiga como eram durante o império e como estão hoje

Por , em 30.03.2019

Roma, apesar de ser para sempre a cidade eterna, não é mais o centro do mundo. Porém, quem visita a capital italiana ainda pode ver registros dessa época gloriosa através da arquitetura. O testamento vivo da existência do império romano são as construções que ainda existem até hoje, apesar de cerca de 2000 anos de guerras, mudanças e destruição.

10 horrendos fatos sobre a Roma antiga

Apesar de ser impressionante que diversos prédios da Roma antiga ainda estejam de pé, o que nos resta hoje é imaginar como eles eram quando novos, pois o que vemos são somente ruínas. Para ajudar nossa imaginação, o portal Bored Panda fez uma lista com 11 prédios romanos que mostra como eles estão hoje em dia e como eles eram quando foram construídos. Uma viagem ao passado de um dos maiores impérios que a Terra já viu.

11. Coliseu

O mais simbólico de todos os prédios romanos ainda é uma visão de tirar o fôlego, apesar de ter cerca de 2000 anos de idade. Em seus dias de glória, o Coliseu poderia receber um número estimado de 50 mil a 80 mil espectadores. As apresentações realizadas lá eram bastante variadas. O Anfiteatro Flávio oferecia entretenimento como combates de gladiadores, batalhas marinhas simuladas, caçadas de animais, execuções, encenações de batalhas famosas e dramas baseados na mitologia.

Atualmente, o Coliseu é uma das atrações turísticas mais populares de Roma, apesar de ter sido danificado por terremotos e ladrões de pedra ao longo do tempo. Em 2007, a New7Wonders Foundation escolheu a estrutura como uma das sete Novas 7 Maravilhas do Mundo.

10. Fórum Romano

Localizado no coração da cidade de Roma, o Fórum Romano é uma praça retangular cercada pelas ruínas de vários edifícios importantes do governo antigo. No auge da glória do Império, o local era palco de discursos públicos, julgamentos criminais e combates de gladiadores, além de centro comercial. Mais tarde, o local se tornou perfeito para os desenhos de muitos artistas e arquitetos que estudavam em Roma durante o século 17 até o século 19. Hoje em dia, o Fórum é uma atração turística que exibe as ruínas de alguns dos edifícios mais importantes da antiga Roma.

9. Estádio de Domiciano

Encomendado pelo imperador Tito Flavius ​​Domitianus em 80 dC como um presente para o povo de Roma, o Estádio de Domiciano foi usado principalmente para competições esportivas. Em 217 dC, quando o Coliseu sofreu danos causados por fogo, o estádio foi usado para shows de gladiadores. Conforme o poder do Império diminuía, o estádio passou a ser usado para abrigar os mais pobres.

Depois do Renascimento, a estrutura foi extraída e roubada para ser usada como material de construção. Atualmente, a Piazza Navona fica no local do estádio de Domiciano.

8. Circus Maximus

O Circus Maximus já foi um estádio de corrida de bigas e um local de entretenimento de massa. Era o lugar perfeito para os ludi, jogos públicos realizados para o benefício e entretenimento do povo romano, que muitas vezes se alinhavam com vários festivais religiosos. Medindo 621 metros de comprimento e 118 metros de largura, foi o primeiro e maior estádio da Roma antiga e do Império Romano Tardio. Sua capacidade de público era de impressionantes 150.000 espectadores. Milhares de anos depois, o Circus Maximus é agora um parque público.

7. Templo de Saturno

Dedicado ao deus Saturno, o templo foi construído em 497 aC sob o governo de Tarquinius Superbus, rei de Roma. A estrutura foi danificada pelo fogo e por outros desastres ao longo do tempo, vários desastres, incluindo o fogo, o templo foi destruído e reconstruído várias vezes – as ruínas atuais mostram apenas os restos da terceira encarnação do Templo de Saturno. Há uma inscrição no frontão parcialmente preservado que diz “O Senado e o povo de Roma restauraram [o templo] consumido pelo fogo”.

6. Templo de Vênus e Roma

Acredita-se que o Templo de Vênus e Roma um dia tenha sido o maior templo da Roma Antiga. Localizado no Monte Vélia, ao lado do Coliseu, ele foi construído em 135 dC e é dedicado às deusas Vênus Félix (“Vênus, a Portadora da Boa Fortuna”) e Roma Aeterna (“Roma Eterna”). Um forte terremoto no século 9 destruiu a construção. Mais tarde, uma igreja foi construída em seu lugar, ordenada pelo papa Leão IV. Apenas algumas colunas do antigo templo permanecem em pé até hoje.

5. Mausoléu de Adriano

Localizado em Parco Adriano, o Mausoléu de Adriano é talvez mais conhecido pelo público como o Castelo Sant’Angelo. A estrutura foi encomendada pelo Imperador Adriano como um local de descanso para si e sua família.

Roma antiga e o segredo do “concreto indestrutível”

Foi construído entre 134 e 139 dC. As cinzas de Adriano foram colocadas no mausoléu em 138, o que deu a origem à tradição de colocar outros imperadores para descansar neste mesmo local. Mais tarde foi usado pelos papas como uma fortaleza. Hoje em dia, o Mausoléu de Adriano é um museu.

4. Tabularium

O escritório oficial de registros da antiga Roma, o Tabularium, abrigou os escritórios de muitas autoridades municipais e oferece uma vista deslumbrante para o Fórum Romano, logo abaixo. Embora a estrutura tenha sido construída em 78 aC, seu grande corredor de 67 m de comprimento e erguido a 15 m acima do solo é, felizmente, parcialmente preservado.

3. Teatro de Marcelo

Construído em 13 aC, o Teatro de Marcelo foi usado para várias apresentações dramáticas e musicais. Apesar da mudança de uso e desgaste do tempo, com construções adicionais ao longo dos anos, seções do Teatro sobreviveram até hoje. Infelizmente, não sobrou muito dos dois templos localizados ao lado, dedicados aos deuses romanos Bellona e Apolo. Só o que resta destes são três colunas em pé do templo de Apolo.

2. Basílica de São Cosme e Damião

Uma das vistas mais proeminentes do Fórum Romano, acredita-se que a Basílica de Santi Cosma e Damiano foi encomendada pelo Imperador Maxêncio para homenagear seu filho Valério Rômulo, que morreu em 309. O prédio foi “cristianizado” e dedicado a São Cosme e Damião em 527. Ao longo dos anos, muitas restaurações ajudaram a manter intacta a estrutura que sobreviveu até hoje e é uma das atrações turísticas mais populares da cidade, com mosaicos dos séculos 6 e 7 exibidos na basílica.

1. Templo de Castor e Pollux

Construído em 495 aC para comemorar a vitória da Batalha do Lago Regilo, o Templo de Castor e Pollux originalmente serviu como o ponto de encontro para o Senado Romano. O templo foi dedicado aos Dióscuros, deuses gêmeos cujo culto se originou em Esparta e difundiu-se por toda Grécia e posteriormente por Roma. Eram considerados deuses guerreiros invencíveis, capazes de dar a vitória a quem os invocasse na batalha. Segundo a lenda, eles apareceram no campo de batalha em apoio à República. Hoje, restam apenas fragmentos do templo, sendo as três colunas no canto direito da imagem os mais aparentes.

Por que concreto romano de 2 mil anos é muito melhor do que o que produzimos hoje

O Templo de César, logo ao lado, foi erguido em 29 aC e dedicado a Júlio César postumamente, pois César foi o primeiro residente de Roma a ser deificado e honrado com um templo. [Bored Panda]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (36 votos, média: 4,92 de 5)

Deixe seu comentário!