Quem bebe leite vive mais

Por , em 23.07.2009

Um estudo realizado através de uma colaboração de três universidades britânicas descobriu que beber leite pode reduzir as chances de morrer de doença coronária e derrame em até 20%.

Recentemente a mídia tem retratado o leite como um alimento nada saudável. Mas o novo estudo, coordenado pelo professor Peter Elwood, tinha o propósito de estabelecer se os benefícios de beber leite superam os riscos ligados ao seu consumo.

A revisão olhou 324 estudos sobre o consumo de leite como previsão para doença coronária cardíaca, derrame e diabetes. Os resultados foram comparados com as taxas de óbito atuais para estas enfermidades.

O leite é importante para a saúde dos ossos e para o desenvolvimento corporal e os pesquisadores afirmam acreditarem que o consumo de leite também ofereça uma chance maior de sobrevivência.

As descobertas mostram claramente que, quando são levadas em conta as mortes por doença coronária e câncer colo-retal, há forte evidência de uma redução geral no risco de morte por estas doenças crônicas ligada ao consumo de leite.

Também não foram encontradas evidências de que o consumo de leite aumente o risco de desenvolver qualquer doença, com exceção do câncer de próstata. Mas em geral há evidência de que o consumo de leite está associado com aumento na sobrevivência de comunidades ocidentais.

Os pesquisadores também afirmam que um consumo maior de leite possivelmente reduziria os gastos com saúde pública substancialmente devido a uma redução nas doenças crônicas e morbidez. [Science Daily]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

11 comentários

  • Michel Lopes:

    mentiraaaaaaa leite de animal não foi feito pra ser humano leite de vaca não tem nem um beneficio e só pesquisa, aconselho tomar leite de soja etc eles sim tem benefícios.

    • Du Silva:

      Benefícios do leite na saúde humana

      Licinia de Campos

      Por que leite?

      Todos sabem que leite é fonte rica em cálcio e que o cálcio do leite ajuda a construir ossos fortes. Mas, poucos sabem que, além disso, o leite contém 8 vitaminas e minerais essenciais.

      • Cálcio: ajuda a construir e manter ossos fortes. É vital também para as funções nervosas, contração muscular e fluxo sanguíneo;

      •Proteínas: importante por numerosas funções orgânicas: vital para o desenvolvimento cerebral e crescimento dos tecidos corpóreos;

      •Vitamina A: mantém a normalidade da visão e da pele. Ajuda a regular o crescimento das células e integridade do sistema imune;

      •Vitamina B12: essencial para o crescimento e saúde do sistema nervoso. Ligada à atividade normal do ácido fólico e envolvida na formação do sangue;

      •Vitamina D: promove a absorção do cálcio e fósforo, e influencia a mineralização óssea, o fortalecimento dos ossos;

      •Potássio: regula o equilíbrio dos fluidos corporais e pressão sanguínea. É necessário também para a atividade muscular e contrações;

      •Fósforo: ajuda a gerar energia nas células do corpo e influencia a mineralização óssea, o fortalecimento dos ossos;

      •Niacina: mantém o funcionamento normal das enzimas e ajuda o organismo a processar açúcares e ácidos graxos. É importante também para o desenvolvimento do sistema nervoso;

      •Riboflavina: ajuda a produzir energia nas células do organismo e exerce papel vital no desenvolvimento do sistema nervoso.

      Leite e seu papel na perda de peso

      O leite pode ajudar a perda de peso?
      Os estudos sugerem que a inclusão de 72 ml de leite desnatado ou semi a cada 24 horas, como parte de dieta com calorias reduzidas, pode ajudar as pessoas a perderem mais peso e queimarem mais gordura que o corte das calorias somente.

      Como o leite se comporta em relação a outros tipos de bebidas:
      Segue uma tabela comparativa do leite com outros tipos de bebidas e olhando com atenção, dá para entender porque o leite é uma escolha superior.
      Fonte: USDA Nutrient Database for Standard Reference, Release 10, 2005.

      Papel do leite na dieta de crianças e adolescentes

      • A obesidade infantil está tomando proporções epidêmicas, tendo triplicado nas duas décadas passadas. Estudos recentes sugerem que as bebidas escolhidas pelas crianças exercem papel tão importante na obesidade infantil quanto os alimentos que elas ingerem. Bebidas carbonatadas e de frutas fornecem mais calorias na dieta dos adolescentes que qualquer outro tipo de alimento, chegando a quase 13% das calorias totais – mais que bolos, bolachas e outros alimentos ricos em açúcares.

      • Um estudo publicado pelo Journal of Adolescent Health reporta que as crianças entre as idades de 6 – 17 anos, com consumo maior que 180 – 240 g de produtos lácteos aromatizados, tais como leite, iogurtes, sorvetes e pudins, têm a cada dia dietas melhores que as que ingerem regularmente refrigerantes e bebidas à base de frutas adoçadas.

      • Um estudo da Universidade de Vermont chegou à conclusão que as crianças consumidoras de leites aromatizados são mais propensas a alcançar suas necessidades diárias em cálcio que as outras. Os consumidores de leites aromatizados ingerem mais cálcio, sem aumentar sua ingestão total de açúcar ou gordura. As crianças e adolescentes que tomam leite aromatizado consomem mais leite na totalidade.

      • As crianças trocam o leite por bebidas à base de frutas adoçadas ou refrigerantes à medida que envelhecem. O leite aromatizado pode ser uma boa estratégia para evitar esta troca. É importante reverter esta mudança e o leite aromatizado pode ajudá-las a obter suas recomendações em cálcio sem aumentar a quantidade de açúcares adicionados às suas dietas.

      • Leite aromatizado é uma escolha popular para adolescentes e fornece menos que 2% do açúcar total. Os estudos demonstram que adolescentes que tomam leite ao invés de refrigerantes, tendem a ter peso menor e menor concentração de gordura corporal.

      • O consumo de leite e derivados por garotas adolescentes não está associado com índice de massa corporal maior ou aumento da porcentagem de gordura. De fato, as garotas que consomem 4 copos de leite de 240 ml cada por dia têm cinturas mais finas que as que ingerem refrigerantes.

      • Em crianças com idades entre 2 a 8 anos, a ingestão dietética de cálcio proveniente de alimentos ricos em cálcio como leite, queijos e iogurtes, está associada com menor porcentagem de gordura corporal.

  • Patricia Alves:

    Juliana, tome leite de soja. Muitos nutricionistas indicam esse leite até pra quem não tem intolerância a lactose, se você tem então acho será uma boa substituição.
    P.S. Não conheço muito em relação a isso, estou me baseando apenas em alguns artigos que li.

  • Eduard:

    so queria saber quais sao os nutrientes que fazem com que o leite tenha estes beneficios para a saude. fiquei intrigado =D

  • Renata Galvão:

    então se for assim, eu to é ferrada!!! rsrsrsrsrsrs

  • Darcy Nogueira Brito:

    Quando as pessoas dizem que o homem é o único animal que bebe leite depois de adulto, eu respondo: é porque o homem( Homo sapiens) é o único animal que tem inteligência.

    Viva o leite

    • crys:

      éh,se formos pensar assim teriamos quê comer só carne humana porquê as carnes geralmente são de outros animais,principalmente vacas,o leite com certeza só nos trás beneficios sim eu sou uma prova,bebo meio litro no minimo por dia,e tenho uma saude de touro

    • crys:

      se temos inteligencia unica de apropriarmos de um alimento sem igual,porquê não o fazer?

    • Du Silva:

      Hehehe

  • Neusa:

    O leite desnatado pode ser consumido para se obter esses benefícios ou apenas o leite integral?

  • Juliana:

    e se a pessoa tem intolerancia a lactose como eu? como eu posso suprir a falta do leite? vou viver menos por causa disso?

Deixe seu comentário!