Adolescente que chora sangue recebe ajuda de especialistas

Por , em 8.09.2009

Calvino Inman
Calvino Inman chorando sangue

O adolescente Calvino Inman tinha acabado de sair do banho quando se olhou no espelho e entrou em pânico. “Eu me vi no espelho e achei que fosse morrer”, diz o garoto de 15 anos, que viu sua própria imagem com sangue saindo dos olhos. Quando Inman chegou no hospital, o sangramento já havia parado por conta própria.

Alguns dias depois, as lágrimas de sangue voltaram, e o garoto foi novamente encaminhado ao hospital, mas os médicos não tinham resposta para o seu problema. “As pessoas do hospital disseram que nunca tinham visto nada igual”, afirma Tammy Mynatt, mãe de Calvino. Desde então, o garoto vem chorando sangue sem que especialistas saibam qual é o problema ou como impedir que isso aconteça. No hospital, o adolescente fez uma série de exames, mas tudo estava normal.

» Por que nós choramos?

Barret Haik, diretor do Instituto Oftalmológico da Universidade do Tennesse, nos Estados Unidos, afirma que existe uma explicação para este problema. A condição, chamada de hemolacria, é comum em pessoas que sofreram trauma intenso ou que tiveram ferimentos na cabeça. “Mas é realmente raro ter um caso como esse”, afirma Haik. “Só acontecem casos sem causa óbvia uma vez em muitos anos”, completa.

Haik publicou em 2004 um levantamento com crianças que tiveram casos inexplicáveis de hemolacria. Os casos foram analisados desde 1992 até 2003, e apenas quatro pacientes do tipo foram encontrados.

Calvino Inman
Calvino Inman chora sangue

James Flemming, oftalmologista do mesmo Instituto, está analisando os registros médicos de Inman, procurando um tratamento para o garoto. Flemming afirma estar procurando por coágulos de sangue, um tumor próximo ao olho ou até mesmo uma infecção. O médico acredita que a causa pode ser tão pequena que não foi captada pelos exames convencionais, e que talvez seja necessário esperar por outros sintomas para descobrir a causa do fenômeno.

O adolescente também deve passar por exames psicológicos, para excluir a possibilidade de que ele esteja fingindo as lágrimas. “Quando não se encontra uma origem para o problema, não podemos eliminar esta possibilidade”, explica Haik. Ele afirma que, em alguns casos, crianças encontraram modos criativos de fingir a hemolacria.

» Outdoor sangra debaixo de chuva

Mesmo depois de todos os testes, existe a possibilidade que a causa do problema nunca seja encontrada. Nos quatro casos analisados por Haik, o sangramento parou sozinho. “Como médicos, isso é desconcertante, pois gostamos de ter as respostas”, admite Haik, que também comenta que isso é ainda pior para os pacientes: “Eu sempre vi o medo nos seus rostos, porque não conseguimos encontrar uma solução”, diz. [CNN]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

7 comentários

  • raito:

    a ciencia comprova isso existe uma area na cornia responssavel pelas lagrimas essa area nele se rompeu um pouco causando o vasamento de samgue nessa area que se mistura com as lagrimas esse cara acha que e escolhido por deus e sei la o que essas coisas mais isso nao existe (as pessouas na rua chamao ele de filho e essas coisas macabras que tem aver com macumbas do diabo mais isso tambem nao existe)

  • Luis:

    Sou padre a mais de 20 anos e ja testemunhei por dezenas de vezes o fenomeno que acontece com ir.Eduardo a quase 14 anos. Os estigmas no corpo dele abre de dentro para fora e leva 24 h para cicatrizar. Os medicos dizem que é preciso 2 pontos para fechar os furos nas mãos e nos pés.

  • Rose:

    Sou testemunha dos estigmas no corpo do ir.Eduardo na cidade de São José dos Pinhais, estado do Paraná.
    http://fotoestigma.nafoto.net

  • Rose:

    Tudo pode acontecer. Vi varias materias na TV e nas revistas sobre o rapaz que a 13 anos tem os estigmas em seu corpo. Ele ate ja foi examinado em um programa da TV Band em 2004 e nada foi achado para dizer que é fraude.

  • Etelvino Jose Armando:

    ora, na verdade esdtranha-se o facto de mesmo depois de tantos exames, nao poder se detectar a verdadeira causa dessa doenca, mas acredito que com o tempo podera se achar uma solucao para esse problema, que na verdade, embora estranho mas tem vindo a ser habitual ouvir falar de casos que ainda nao sao devidamente explicaveis no se refere a saude.

  • César Westin:

    Muito bom!
    Faz-nos refletir que o fato de não sabermos as causas de várias coisas não significa que elas não tenham causas explicativas científicas.
    Abs.,
    César Augusto Westin

  • César Westin:

    Tudo o que o homem ignora permanece alheio para ele, mas nem por isso deixa de existir para os demais.
    Há pouco mais de dois séculos queimava-se vivo em fogueiras quem ousasse dizer que era a Terra quem girava em torno do Sol e não o contrário…
    “A ignorância é atrevida”, dizia com sabedoria minha mãe Leonila Ferreira Westin.
    Atenciosamente,
    César Augusto Westin – BHte – MG

Deixe seu comentário!