Água torna-se explosiva em condições extremas

Por , em 25.03.2009

O material mais abundante na Terra mostra algumas propriedades químicas incomuns quando colocado em condições extremas.

Cientistas do Laboratório Nacional Lawrence Livermore mostraram que a água, quando está em um ambiente quente e denso, toma para si um papel que catalisa complexas reações explosivas. Um catalisador é um composto que torna mais rápida as reações químicas sem ser consumido. A platina e as enzimas são catalisadores comuns. A água, no entanto, raramente assume esse papel.

Explosões causadas por hidrogênio e oxigênio produziram água em alta temperatura, sob condições que poderiam acontecer, naturalmente, somente no interior de grandes planetas.

Enquanto as propriedades da água em altas temperaturas e em condições variáveis de pressão estão sendo estudadas há anos, o comportamento do material em condições tão extremas como essa nunca havia sido analisado. Pelo menos até agora.

“Isso tudo foi uma novidade para nós. Mostra que a água pode servir de catalisador no interior de outros planetas e em outras reações explosivas” explica Christine Wu, que coordenou as pesquisas.

As descobertas vão contra a crença de que a água seria apenas um produto de detonação estável.

Para Wu, esse é um mecanismo completamente diferente dos que eram propostos, nos quais a água era apenas um produto final. Essa nova descoberta pode ter um grande impacto em estudos científicos envolvendo Urano e Netuno, já que, em seu interior, a água está em sua forma extrema, assim como na pesquisa. [Scientific Blogging]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

5 comentários

  • Educri:

    se for piada! É d mau gosto

  • Rafael:

    Bela piada..parabéns campeão ¬¬

  • André:

    Mais um ataque de Anhangüera…

    (ou será que esta é a vingança do pajé?)

  • wilson:

    DEPOIS DESTE FANTÁSTICO ESTUDO CHEGUEI A CONCLUSÃO SEGUINTE: NUNCA MAIS BEBEREI ÀGUA,SOMENTE,CERVEJA, CACHAÇA,UISQUE,VINHO E VODKA POIS NÃO QUERO EXPLODIR MEU ESTÔMAGO!

  • Fernando ZÉCA:

    Estudos deste tipo também podem abrir as portas para um motor a explosão movido a água. QUEM SABE? Com avanços assim na ciencia, nada parece impossível…

Deixe seu comentário!