Anel de matéria escura é encontrado em grupo de galáxias

Por , em 17.07.2012

Você provavelmente já sabia que o universo não é só feito de matéria, como nós, mas também de matéria escura, uma misteriosa substância que não pode ser vista, mas que os cientistas sabem que existe porque pode ser detectada através de sua atração gravitacional.

Os cientistas estimam que a matéria escura componha cerca de 83% da massa de nosso universo, o que é muito mais do que a matéria e, consequentemente, figura um grande mistério para nós.

Recentemente, pesquisadores do Observatório da Universidade de Munique, na Alemanha, detectaram uma gigantesca cadeia de matéria escura entre dois superaglomerados de galáxias – Abell 222 e Abell 223.

Os astrônomos há um bom tempo imaginavam que o espaço entre as galáxias era composto por matéria escura e fria, mas ela nunca havia sido detectada diretamente. Nas observações dos pesquisadores, ela aparece justaposta com a distribuição de matéria comum, o que permite uma comparação sem precedentes entre as duas fontes de gravidade.

A matéria escura pode ser detectada porque a forte gravidade do filamento que une os dois aglomerados de galáxias, a 2,7 bilhões de anos-luz de distância da Terra, funciona como uma lente para a luz que vem de galáxias mais distantes em direção ao nosso planeta.

Mais provas por aí

A imagem acima, feita pelo telescópio espacial Hubble, da NASA, mostra um “anel fantasmagórico” de matéria escura do aglomerado de galáxias Cl 0024 +17, localizado na constelação de Peixes, ou Pisces.

A estrutura em forma de anel evidente no mapa azul de distribuição do aglomerado de matéria escura é considerada uma das provas da existência de matéria escura.

O mapa está sobreposto a uma imagem do aglomerado Cl 0024 +17. As listras azuis perto do centro da imagem são as imagens borradas de galáxias muito distantes, que não fazem parte do aglomerado. As galáxias distantes parecem distorcidas porque a luz está sendo “dobrada” e “ampliada” pela poderosa gravidade do Cl 0024 +17, um efeito chamado efeito de lente gravitacional.

Por conta disso, o anel é um dos mais fortes elementos que evidenciam a existência de matéria escura até esse momento, permitindo que os astrônomos investiguem a distribuição de matéria escura no espaço.[LiveScience, Cl0024+17]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

5 comentários

  • Glauco Ramalho:

    Deixa eu brincar nos comentários também, censor!

  • Gabriel_Monst:

    Isso é praticamente a prova de que a Matéria Escura existe , pois esse escuro na foto nao podia ser por espaço entre estrelas , pois as estrelas estao proximas umas das outras .

    • Glauco Ramalho:

      Você tem idéia da distância que separa as estrelas?? Isso não são estrelas gêmeas! Você acha que nossos telescópios conseguem focar alguma coisa nessa distância toda?

  • Jonatas:

    Acho que estão mais para Indícios do que Provas, mas mesmo assim são importantíssimos os achados. 🙂

  • MÁRIO MIRANDA:

    ESSA FOTO NÃO É ILUSTRATIVA NEH????

Deixe seu comentário!