Apple admitiu deixar iPhones mais lentos quando a bateria atinge certa idade

Por , em 19.12.2017

ATUALIZAÇÃO [21.12.2017]: De acordo com o portal QZ, a Apple confirmou as investigações sobre a qualidade de seus iPhones à medida que eles envelhecem no último 20 de dezembro. A discussão iniciada no Reddit levou John Poole a levantar dados e descobrir que a Apple parece reduzir o desempenho dos processadores (ou CPUs) dos seus iPhones depois que suas baterias atingem um certo número de ciclos de recarga. Isso é aparentemente devido a um problema que a Apple teve no passado com baterias de iPhone que faziam os telefones desligarem inesperadamente quando ainda tinham vida útil. A Apple ofereceu trocas para alguns modelos do iPhone 6s, mas existem rumores que as atualizações oferecidas pela empresa que levam a essa diminuição da velocidade afetaram também outros modelos.

TEXTO ORIGINAL: Proprietários de iPhone descobriram que a substituição da bateria em um celular antigo pode aumentar sua velocidade de processamento, sugerindo que a Apple está limitando o desempenho em celulares com baterias antigas.

A atitude pode ser proposital, para incentivar os clientes a comprar novos iPhones.

A descoberta

Ao invés de comprar um novo celular, pode ser uma boa ideia simplesmente trocar sua bateria, certo? É mais barato e, embora não seja como comprar um novo aparelho, já ajuda bastante.

No caso do iPhone, não somente com a duração do celular, mas até mesmo com sua velocidade de processamento.

Usuários da plataforma Reddit descobriram que, logo após a substituição da bateria em um iPhone antigo, testes que medem a velocidade do processador viram um aumento dramático e notável no desempenho.

Dados

Dados do Geekbench respaldam o que os usuários comentaram no fórum. Geekbench é uma empresa de software de monitoramento de computadores, e possui um teste de velocidade de iOS muito usado.

John Poole, seu fundador, explica que um aparelho sendo executado em desempenho máximo tem apenas um grande pico.

Mas ele descobriu que o iPhone 6, o iPhone 6S e o iPhone 7 executando qualquer versão do iOS mais recente do que 10.2.1 tinham vários picos – sugerindo que certas atualizações criavam uma limitação em alguns dispositivos, levando a uma velocidade de processamento mais lenta.

Os aparelhos mais antigos tinham picos mais pronunciados. Isso sugere que a Apple está diminuindo a velocidade em telefones com baterias antigas, presumivelmente para aumentar o desempenho – se formos bonzinhos. Se pensarmos por outro lado, os dados também indicam que a companhia está deliberadamente deixando iPhones mais antigos mais lentos para vender novos telefones.

Suspeito

Poole supõe que suas descobertas são o resultado de uma correção de software que a Apple lançou em fevereiro como parte da atualização 10.2.1. Essa atualização foi uma resposta a relatórios de iPhones mais antigos desligando aleatoriamente com 30% de vida útil da bateria – reduzir a velocidade do processador do iPhone poderia ter ajudado a resolver o problema.

A Apple disse ao portal Business Insider no momento: “Os dados de diagnóstico que recebemos de atualizações mostram que, para essa pequena porcentagem de usuários que experimentam o problema, estamos vendo uma redução de mais de 80% no iPhone 6s e mais de 70% de redução no iPhone 6 dispositivos inesperadamente desligados”.

Poole, no entanto, afirmou que essa “correção” também faz com que os usuários pensem: “Meu telefone está lento, então eu deveria substituí-lo”, e não “Meu telefone está lento, então eu deveria substituir sua bateria”. Segundo ele, isso provavelmente alimenta a narrativa de “obsolescência planejada” – com certeza o capitalismo adora que as pessoas pensem que precisam de um produto novo.

Claro, todas as baterias eventualmente começarão a falhar, pois elas têm uma vida útil limitada. A Apple diz que suas baterias ainda devem ter 80% de sua capacidade original após 500 cargas. [BusinessInsider, QZ]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (11 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!