Apple tem patente do “iWatch”

Por , em 24.02.2013

Recentemente, a Apple ganhou as manchetes por conta de um suposto vazamento de informações: uma fonte dentro do laboratório de Cupertino, Califórnia, contou que a empresa estaria desenvolvendo um relógio, o iWatch.

O novo boato agora não é tanto um boato quanto um fato sólido. A Apple solicitou o registro de uma patente, um relógio no estilo “bate e enrola” (pulseiras que se fecham sobre o pulso), no escritório de registro de patentes americanos, ainda em 2011.

Os detalhes da patente são interessantes: um display em uma pulseira “bate e enrola”, uma enorme tela sensível ao toque que pode ser usada para navegar listas de músicas, mensagens de texto e mesmo mapas, tudo carregado pela energia cinética (o usuário balança o braço e a pulseira carrega).

apple-pat_2488155b

Além de monitorar a frequência cardíaca do usuário, o iWatch teria funções como controle de voz e integração wireless com o iPhone. O usuário poderia então fazer chamadas e usar o seu iPhone sem nem tirá-lo do bolso.

O relógio parece bastante inovador; o problema é que quando empresas registram patentes, não significa que têm a intenção de fazer o produto. O registro pode ser apenas defensivo, ou seja, se alguém tentar fazer um dispositivo semelhante, vai ser processado até ir à falência pela Apple.

No entanto, um registro de patente tão antigo sugere que a Apple realmente está pensando em um “iWatch”, já faz alguns anos. Segundo relatos, a Apple teria 100 desenhistas de produtos trabalhando no projeto, o que indicaria que o mesmo já havia passado da fase de experiência e estava se encaminhando para a produção. Pode ser até que a Foxconn, a mesma empresa que monta iPhones e iPads em enormes fábricas chinesas, esteja em negociação com a Apple sobre o dispositivo. [Telegraph, Gizmodo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • Duda Weyll:

    Sony SmartWatch só não tem a função física “bate-enrola”, o restante é igualzinho.

Deixe seu comentário!