As 7 luas mais bizarras do Sistema Solar

Por , em 28.06.2010

Satélites podem ser até parecidos com planetas em relação ao tamanho, mas quando se trata de “personalidade”, eles com certeza são mais excêntricos. Há mais de 20 luas para cada planeta no Sistema Solar e elas são extremamente diferentes uma das outras.

Há luas tão complexas como a Terra, como a famosa Titã. Há também possíveis ninhos para a vida, como a gelada Europa.
Conheça as luas mais bizarras do Sistema Solar:

1. O inferno gelado:

Banhada de radiação e cheia de vulcões em erupção constante, a lua Io é considerada o inferno do Sistema Solar. Ela é uma lua de Júpiter e é o astro com mais vulcões conhecido pelo homem (ela expele 100 vezes mais lava do que todo o material que os vulcões da Terra conseguiriam expelir) – apesar de ser muito fria e estar coberta por uma camada de gelo sulfuroso. Io também tem belos lagos de pedra derretida. O mais famoso é Loki Patera, que tem mais de 200 km de largura. Atualmente parece que Io está ficando mais “fresquinha” porque sua órbita está menos elíptica. Daqui a alguns milhões de anos, sua órbita estará tão mudada que ela irá esfriar e o inferno do Sistema Solar vai parecer menos quente.

2. Ying-Yang de Saturno:

A bizarra Iapetus é metade branca e metade negra. Além disso, o seu formato é estranho, como um limão – ninguém sabe explicar ao certo o porquê. Uma das possibilidades é que, quando era nova, Iapetus ainda estava “macia” e o movimento rápido fez com que ela ficasse distorcida.

3. As bolas de neve:

Tritão, Enceladus e Europa parecem apenas bolas de gelo, mas, na verdade, possuem algumas das áreas mais ativas do Sistema Solar – podendo, até mesmo, abrigar vida. As luas de Júpiter, assim como Io, também possuem grande atividade vulcânica. Apesar de serem cobertas de gelo, seu centro é feito de rocha derretida, como na Terra. Na foto, vemos Europa.

4. As panelas voadoras:

Não, essas não são aquelas panelas voadoras que eram chamadas de “efeitos especiais” no cinema dos anos 50. São Pan e Atlas, luas de Saturno. Menores do que a média (Atlas possui 18 km de pólo a pólo e 40 km de largura), o seu formato também é inusitado.

5. O bumerangue:

Nereida ganha sua posição nessa lista por possuir a órbita mais inusitada do Sistema Solar. A maioria das luas simplesmente fica circulando seu planeta, mas Nereida se afasta mais de 9 milhões de km de Netuno e depois volta a ficar a 1,4 milhões de km de distância.

6. A segunda Terra:

Titã é estranha por ser justamente tão familiar. Ela é tão parecida com a Terra que mal podemos acreditar que ela seja apenas um satélite. Assim como nosso planeta ela tem lagos, rios, vales, planícies, desertos e todo o resto. Só que está coberta com uma grossa camada de nitrogênio.

7. A original:

Nossa companheira a Lua. Há 400 anos atrás, Galileu descobriu as luas de Júpiter. Até aquela época o único satélite conhecido era o nosso. Nossa lua é bizarra por que não há satélites no Sistema Solar “interno” – nos planetas mais próximos ao Sol. Vênus e Mercúrio não possuem luas, enquanto as luas de Marte são pequenas perto da nossa. Nossa Lua, pelo que se sabe, é, na verdade, um pedaço da Terra, que se desprendeu quando nosso planeta ainda era muito novo. [NewScientist]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (7 votos, média: 4,86 de 5)

31 comentários

  • Johny Ted:

    Quantos nomes para essa lua de Saturno: Iapetus, Mimas, Tetis (em espanhol). Na verdade, ela é a Estrela da Morte.

  • luiz henrique:

    quantas luas existem no sistema solar??

    por favor mandem a resposta por e-mail

  • erika:

    eu adoro saber dos planetas e conhecer mais sobre nosso sistema solar
    a lua que eu achei mais estranha foram as duas panelinhas de saturno
    a nossa lua é claro é a melhor!!!

  • fe:

    a nossa lua é a melhor

  • giorgio:

    Citaram Nereida que percorre uma órbita muito grande. Acabei me lembrando que tem uns caras que defendem uma teoria de que o nosso sistem solar é binario (ele possui um pequeno sol) ou uma pequena companheira ao redor do sol e que ela em sua órbita sai do nosso cinturão e isso levaria mó tempão e quando ela chega próxima ao sol novamente trás um monte de asteróides por causa da sua força gravitacional

  • Sidinei:

    Sem duvida, falar deste tema sempre disperta curiosidade em todos aqueles que de alguma forma preta um pouco de atenção ao alhar para cima principalmente a noite, rsrsrs agora eu te pergunto, voce faz idéia do verdadeiro sentido da terra vista do espaço, sabendo de tudo que acontece por aqui, se voce souber me responda, as luas são meros corpos celestes vagando pelo espaço, nada mais.

  • Daniela:

    Huum … aaaaaaaaaaaaaa eu sou obsecada pelo estudo de planetas , quando crescer vou me formar astronomaaaa !

  • sunamita cristina barros:

    o universo tudo q tem e´´ maravilhoso pra pricipalmente a lua cheia q diz q e´´ do amor

  • Náathy:

    Muito perfeito esse universo *-* , pena qe pouco exploradoo .

  • erique:

    caranba mano, nunca vi luas desse jeito que paresse merda.

  • André:

    Lua, só existe uma, a nossa, a bela, “a original”! todas as outras são meros satélites. Orgulhemo-nos terráquios por termos girando ao nosso redor tão maravilhoso corpo celeste, que controla as marés, regula nossa órbita ao redor do Sol e torna a vida neste pequeno planeta mais alegre.

  • Sidinei:

    O universo é facinante e a cada dia tem uma novidade, acredito e por muitos e muitos anos sempre irá ter alguem disposto a desvendar os misterios que tem o universo e ainda assim acho pouco provavel o homem sair do sistema solar, talves com uma tecnologia bem mais avançada que a atual, tipo daqui a mil anos.

  • alexandre:

    E incrivel ver essas coisas. eu nao sabia o que fazer

  • Fábio Cerqueira:

    Outro fato interessante da nossa lua é seu tamanho em relação ao planeta. Como o tamanho é relativamente próximo, a influência dela sobre a Terra torna-se muito importante.

  • Rap:

    Vocês falaram que Io é frio, mas depois disseram que ela pode ser “menos quente”.Afinal Io é quente ou frio?

  • Carlos Alberto:

    Meu Deus, voces podiam publicar mais fotos assim. è uma verdadeira viagem. Adorei e salvei todas.

  • Edinei Júnior:

    Tipo: eu não sou especialista, mas acho que o lugar de onde a nossa lua veio ainda é incerto.

    Existem várias teorias, não sei je alguma já foi “aprovada como fato”.

    ^^

  • MOITAVERDEJANTE:

    Titã promete muitas surprêsas…

  • David Quirino dos Santos:

    Nossa Lua pode ter sido formada por matéria expelida da Terra quando uma imensa quantidade de força gravitacional, provinda de algo que por nosso mundo… suas cercanias, tenha passado, causando uma tão monstruosa maré, que frearia o planeta em seu momento angular, fazendo-o explodir, num dos lados… o que estivesse diretamente focado no centro da fonte de tal força… que poderia ser uma estrela errante, de passagem… em um imenso vulcão, como nunca mais houve, ou provavelmente haverá, na existência do nosso planeta…Vulcão esse que teria lançado para a órbita do planeta uma tal quantidade de matéria líquida e gasosa que se condensaria em nosso atual satélite. Esse imenso vulcão teria sido o primeiro continente de terras emersas que poderíamos imaginar, pois não podemos saber exatamente a idade da Terra; que seria coberta por um único oceano; como voltará a ser quando este continente original, agora fragmentado, que deriva e afunda lentamente enquanto é atraído para o centro do planeta, por sua enorme força gravitacional. Acredito mesmo que a formação de pequenos continentes… ilhas vulcãnicas, deva-se ao desequilibrio causado pela presença deste satélite; que veio criando uma maré, que arrasta ao circundar a Terra, fazendo com que seu centro gravitacional não esteja exatamente em seu centro geométrico, e nem fixo; uma vez que desloca-se acompanhando a maré lunar… dando, por isso mesmo a condição de formar-se uma outra maré, diametralmente oposta e brindando-nos com duas marés diárias. …Poderia ser que nosso satélite fosse algo que viria arrastado por este algo que teria por nosso mundo passado e que tivesse ficado retido por nosso campo gravitacional; ou ainda, algo imenso, oriundo da faixa de asteróides, caindo em direção ao Sol, quando cruzou seu caminho com nosso planeta e foi por êle capturado, mas, em ambos os casos, seria constituído de matéria bem diferente da que é realmente. Nefas “A Sombra”. Em 30/06/2010

  • Genivaldo:

    Materia interessante gostei

    • Daniela:

      Haaaaam , Hap Io é friooo . E tem vulcões que expelem gelooooooooooooooo

  • ira:

    Afer ventus,voce disse pouco,mas disse tudo.
    O SER HUMANO TEM QUE PERDER A SOBERBA,afinal
    só conhecemos nosso mundinho cheio de humaninhos.

  • Nei:

    Quanta beleza nesse Universo. Quando eu morrer não quero ir pro Céu, quero ir pro Espaço.

  • Marcos:

    After Ventus,
    existe uma teoria, pouco difundida, é verdade, de que a Terra tinha outra lua, capturada pela gravidade terrestre.
    Esta lua, ainda segundo a teoria, do mesmo jeito que veio, foi-se.
    Daí, talvez, o uso do subtitulo “a original” …
    Abraços a todos !

  • Carlos dos Anjos:

    Materia bem interessante. Gosta de saber mais sobre o satelite Titã.

  • Diego:

    AFFER,
    Você fala de uma maneira tão offensiva cara, n ta contente com o site? pula foira ué…
    O título da Lua como original foi pq ela foi a primeira lua a ser descoberta

  • Prof. Moisés Prado:

    Realmente existem diferenças entre uma coisa e outra!

  • Afer Ventus:

    Lua com L maiúsculo = nome do satélite natural da Terra
    Terra com T maiúsculo = nome do planeta
    terra com t minúsculo = solo

    logo, lua com l minúsculo = qualquer satélite orbitando um planeta

    O estranho é o subtítulo da Lua: “A original”

    As luas dos outros planetas não são originais (pelo menos para os seus planetas)?

  • Osvaldo Pita:

    Gosto bastante de temas ligados à astrnomia e fico satisfeito em obter informações sobre tema. As matérias sobre as quais vocês escrevem e disponibiliza para nós são interessantes e claras. Ajudá-nos a conhecer um pouco sobre nossa origem.
    Se vocês puderem aprofundar um pouco mais nas informações aí seria muito melhor.
    Parábens pelo trabalho bem feito

  • Eunice:

    A astronomia é mesmo facinante, você fecha os olhos e viaja
    pelo universo infinito à nossa imaginação. Gostaria de poder viver
    até descobrirem a incogna do infinito.
    Poderiam explorar mais esse assunto.

  • lu:

    me irrita um pouco o fato de sempre chamarem qualquer satélite de Lua.

Deixe seu comentário!