NASA libera as últimas (e fantásticas) fotos de Júpiter

A sonda Juno, da NASA, nos presenteou com mais imagens incríveis do seu oitavo sobrevoo por Júpiter.

As fotografias altamente detalhadas do gigante do gás já eram surpreendentes por si só, mas a agência espacial ainda nos fez o favor de compartilhar os arquivos com o público, dando-lhes a chance de processá-las.

Os resultados são tão incríveis que nos lembram de que o universo pode ser um lugar fantástico, ao invés de um lugar o qual o homem se esforça para acabar, com bombas nucleares e mudanças climáticas.

As novas fotos

A sonda Juno foi lançada em 2011 e entrou na órbita de Júpiter em julho do ano passado, com o objetivo de estudar o seu misterioso campo magnético, gravidade e magnetosfera polar.

A cada 53 dias, Juno faz uma aproximação do planeta para coletar dados e tirar imagens. As mais recentes foram divulgadas dia 5 de setembro deste ano.

Os closes da sonda já revelaram ciclones gigantes, um campo magnético superpoderoso e estranhas luzes do norte que se comportam totalmente diferentes das nossas.

As últimas fotos aprofundam mais nosso conhecimento, mostrando bandas claras de nuvens e tempestades rodopiando pelo planeta. Também há imagens do polo sul coberto de ciclones, e até mesmo uma visão surreal da sombra de uma das luas do planeta se deslocando pela sua superfície. [ScienceAlert]

Por: Natasha RomanzotiEm: 10.09.2017 | Em Espaço, Principal  | Tags: , ,  
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (35 votos, média: 4,60 de 5)
Curta no Facebook:

27 respostas para “NASA libera as últimas (e fantásticas) fotos de Júpiter”

    • Eu disse que são originais? TODAS as imagens que vem de sondas espaciais são processadas, são em preto-e-branco, e registram comprimentos de onda específicos. Ou elas não são “fakes” (“falsas” em bom português), ou então eu não sei o que é “fake” (“falso”).

      “Fake”, para mim, é aquela foto do pé-grande.

    • “Subjulguei”? O sujeito diz que a imagem de Júpiter é “fake”. Ela não é “fake”. É imagem de Júpiter. Pelo que eu teria que pedir desculpas? E o que é “subjulgar”?

    • Fake, para mim, é fotografar manchas de óleo na água e dizer que é Júpiter. As fotos foram feitas por uma sonda em órbita de Júpiter, são fotos de Júpiter, não são “fakes”. quanto à informação de que foram feitas por usuários, está no segundo parágrafo do artigo.

    • Não tem largura de banda suficiente para transmitir um vídeo, mesmo de baixa resolução, de Júpiter para a Terra. Sobre as imagens, existem limitações tecnológicas, as sondas foram enviadas à quantos anos? E mesmo quando foram enviadas, o equipamento fotográfico é mais voltado à ciência do que à arte.

    • Não a mudança climática que estamos experimentando agora. Ela é resultado direto do acúmulo de gases de efeito estufa produzidos pela queima de combustíveis fósseis.

    • Não sou tão otimista Roberto. Espero viver pelo menos mais 30 anos, e acho que neste curto período já teremos consequências claras do Aquecimento Global.

    • É bom entender como foram feitas estas imagens, Carlos. Certas coisas são fantásticas demais para nosso senso comum. Pior, tem gente que acha que sabe tudo, e que estas imagens são falsas só por que vão contra o que esta gente “sabe”…

Deixe uma resposta