,

Biônica adorável anda com rodas de aeromodelo

Por , em 25.06.2008

Essa pequena cachorrinha chamada Hope nasceu sem as patas dianteiras. Você sabe o que isto significa: é hora de criar um cão-robô. O ortopedista David Turnbill criou um suporte personalizado para Hope usando um par de rodas de aeromodelo e cada uma de suas “pernas” podem se mover para cima ou para baixo independentemente, permitindo que Hope faça curvas ou gire.

Se você acha que esta é a coisa mais fofa do mundo, talvez esteja certo. Veja abaixo para o vídeo de como foi o processo para ela conseguir suas super-pernas. [Gozmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 1,33 de 5)

10 comentários

  • Phyllipe Leen:

    Os animais merecem!

  • Brazzucca:

    “…e cada uma de suas “pernas” podem se mover para cima ou para baixo independentemente, permitindo que Hope faça curvas ou gire. …”

    Uhauhauhauha, que sarcasmo…

  • Cedric:

    Aqui no Brasil fizeram algo parecidocom uma tartaruga que teve as patas traseiras mordidas, mas sobrou o suficiente pra dar mobilidade as patas falsas e ela podia nadar. Interessante.

  • filho:

    nossa sera se ele corre ele voar. gostei so falta voar e estara completo.

    • Phyllipe Leen:

      Sem graça

  • Liliane:

    E um cão-modelo.

  • Lu:

    Que interessante, um cachorro usar rodas de aeromodelo ‘-‘

  • admin:

    Porque é um cachorro e não um ser humano. E parece que a prótese dela é supre bem a falta das patas. Humanos precisam de equipamentos mais complexos porque são mais complexos. O fato de sermos bípedes é um exemplo.

  • marcos:

    porquê ainda são usadas rodinhas nesse tipo de prótese?A tecnologia vai muito além disso.Minha opinião pessoal é que se torna algo bizarro.

    • Phyllipe Leen:

      Verdade, li o post anterior, que estão criando um tipo de periférico robô para animais, e pessoas deficientes.

      Os sinais eletro-magnéticos enviados do cerebro até o local ilocomovél,
      poderiam inovar e criar duas patas robóticas com sensores cerebrais!

Deixe seu comentário!