Bolha cósmica é uma estonteante nebulosa crescente

Por , em 20.08.2012

A NGC 6888, conhecida como Nebulosa Crescente, é uma nebulosa de emissão que parece ser uma bolha espacial. Mas ao invés de água e sabão, ela foi moldada a partir dos ventos de sua estrela massiva central de brilho intenso.

A estrela central da nebulosa é classificada como Wolf-Rayet (WR 136), que são estrelas raras muito massivas que perdem suas massas rapidamente por meio de ventos solares muito fortes. Astrônomos acreditam que a WR 136 será uma supernova daqui a alguns milhões de anos.

A Nebulosa Crescente tem cerca de 25 anos-luz de diâmetro, e está a aproximadamente 5 mil anos-luz de distância da Terra, na constelação do Cisne. Esta colorida imagem da bolha cósmica foi feita a partir de dados do telescópio Hubble. O retrato da nebulosa mostra emissões de átomos de enxofre, hidrogênio e oxigênio soprados pelos ventos, em tons de vermelho, verde e azul.

Outra bela nebulosa em forma de bolha é a NGC 7635, conhecida, como é previsível, por Nebulosa Bolha. Explosões de supernovas também podem ter este formato. Para a sorte dessas nebulosas, não existem agulhas espaciais para furar as bolhas cósmicas… [NASA/Astrosurf/Nebulosa Crescente]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

2 comentários

  • Andre Luis:

    Hubble!!!!!

  • Jonatas:

    Eta Carina também formou uma estrutura parecida, e se não fosse essa densa nebulosidade veríamos-la a olho nu, ocasionalmente tão brilhante quanto Sírius. 🙂

Deixe seu comentário!