Esse é o robô de inspeções do LHC

Por , em 5.12.2016

O Grande Colisor de Hádrons (LHC, na sigla em inglês) precisa estar em forma para descobrir novas partículas. Por conta disso, o pessoal do laboratório CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, na Suíça) colocou dois inspetores para certificar-se de que tudo esteja sempre em ordem.

São os robôs chamados TIM, abreviatura para “Train Inspection Monorail”, ou “Trem Monotrilho de Inspeção”.

Os veículos autônomos mantêm um olho no maior colisor de partículas do mundo, seguindo uma rota pré-definida em trilhos suspendidos no teto.

Os trilhos já existiam no CERN, da época na qual o túnel onde fica o LHC abrigava na verdade o Grande Colisor de Elétrons e Pósitrons (LEP, na sigla em inglês). O monotrilho do LEP era maior, mas não tão high-tech: era usado principalmente para o transporte de materiais e trabalhadores.

Quanto ao que a dupla TIM pode fazer, a resposta é variada. Os robôs podem monitorar a estrutura do túnel, a porcentagem de oxigênio, a temperatura e a largura de banda de comunicação em tempo real. Também podem fazer imagens visuais e infravermelhas, bem como puxar vagões pequenos, se necessário.

Você pode vê-los em ação no vídeo abaixo. Embora sua aparência tediosa possa enganar, sem os veículos autônomos, seria difícil monitorar o enorme colisor com uma circunferência de 27 quilômetros. [Engadget]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 3,50 de 5)

1 comentário

  • Piccareta Espertini:

    Parabéns Natasha. Uma belíssima reportagem com um show de vídeo.

Deixe seu comentário!