Extrovertido e introvertido: quem se dá melhor no espaço?

Por , em 17.06.2014

Os perfis de extrovertido e introvertido são cheios de particularidades que todo mundo conhece. Mas, por uma convenção social, talvez, a gente tende a acreditar piamente que uma pessoa extrovertida tem uma tendência mais forte de se dar bem, seja qual for a situação.

Afinal, os extrovertidos são aqueles que se comunicam com todo mundo, tomam iniciativas, não tem medo de falar, fazer e acontecer, enquanto os introvertidos não economizam em momentos de sossego e costumam pagar altos preços por um silêncio prolongado – o que os faz serem conhecidos também por serem pessoas mais calmas e talvez tímidas.

Mas será que esses estereótipos de extrovertido e introvertido são assim para todas as situações? Será que os extrovertidos costumam se sair melhor sempre?

Não. E não sou eu que estou dizendo, é a ciência.

Extrovertido e introvertido, qual é o melhor perfil para uma missão espacial?

Pois é. No quesito “missão espacial”, os extrovertidos perdem a preferência das equipes. Ainda que alguns estudos provem que esse perfil é mais ágil e sua habilidade de se comunicar com todas as pessoas seja de fato uma característica que ajuda (e muito) na gestão e integração de equipes, tornando o planejamento de qualquer ação mais fácil, uma outra linha de pesquisa veio para dar um alerta: é melhor eles ficarem bem longe do espaço.

Veja tudo o que falamos de pessoas extrovertidas até agora. Parece o tipo de pessoa que gosta de chamar atenção, não? Que não consegue ficar parada. E tem mais: pessoas extrovertidas costumam precisar de bastante espaço, e tem essa necessidade de estar sempre falando, brincando, rindo e preenchendo qualquer espaço vazio com seu bom humor e presença de espírito.

Legal, porém você consegue imaginar quão insuportável seria conviver com uma pessoa assim NO ESPAÇO?

As missões espaciais costumam ser longas, por motivos óbvios. Mesmo quando os astronautas ficam “só” boiando na órbita da Terra, eles costumam passar longos períodos de tempo lá estudando e coletando materiais. Fazer um bate-volta não costuma ser a melhor opção, financeiramente falando. E as naves espaciais, você já deve ter visto em filmes, não são os maiores lugares do mundo para se fazer uma viagem. Os astronautas têm que dividir espaço com equipamentos e suprimentos, e acaba não sobrando muito para uma sala de estar mais reservada, digamos assim.

Fica todo mundo juntinho, o tempo todo. E mesmo que essa relação tão próxima fosse com uma pessoa com a qual se tem muita intimidade – sua mãe, que fosse -, em um determinado momento, o relacionamento ficaria desgastado. A pressão no espaço aumenta, os nervos ficam a flor da pele e, o pior de tudo: ninguém tem para onde correr.

Como ressalta a pesquisadora Suzanne Bell, “você está falando de um veículo muito pequeno, onde os espaços muito limitados” e os extrovertidos costumam passar apertado em situações difíceis.

Esta conclusão foi apoiada por um estudo sobre os membros de uma simulação de missão espacial, onde os dois companheiros de equipe introvertidos acabaram evitando trabalhar com o outro colega de comportamento extrovertido. Eles basicamente decidiram que ele era “muito ousado” e “falava demais”.

Os extrovertidos também sofrem

Não são apenas os introvertidos que sofrem com longos períodos de tempo junto dos extrovertidos. As especificidades destas missões isoladas também podem afetar negativamente as pessoas que têm mais necessidade de se expressarem. Eles podem ter sérias dificuldades em lidar com uma situação que não permite que se envolvam com um monte de coisas diferentes e interajam com muitas pessoas diferentes.

Bell também acha que seu estudo não é restrito apenas para o futuro de exploração espacial, mas também pode alterar a forma como qualquer equipe que vai ficar um tempo isolada é selecionada. Estas incluem equipes de esportes (que costumam ficar em concentrações), equipes militares, equipes de perfuração de petróleo, grupos de caminhada e equipes científicas em locais remotos, como a Antártida.

Talvez, apenas talvez, essas conclusões possam ajudar a mudar o fato de que a maioria dos locais de trabalho são projetados para pessoas extrovertidas, pensando exclusivamente em suas necessidades. Não sei para você, mas me parece bom – para todos os envolvidos.[io9]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

Deixe seu comentário!