Falha geológica no oeste dos EUA corre grande risco de terremoto

Por , em 19.10.2011

Os EUA que se cuidem: um novo estudo descobriu que duas falhas de grande porte são uma ameaça em potencial de terremotos para as comunidades no leste da montanha Sierra Nevada, que fica no oeste dos Estados Unidos.

Os cientistas suspeitavam há muito tempo que esta parte da faixa de Sierra Nevada estava propensa a grandes terremotos.
Para saber mais, o pesquisador Alexandra Sarmiento, um geólogo da Universidade de Nevada, e seus colegas escavaram trincheiras de 30 a 45 metros de comprimento cruzando duas falhas que limitam o flanco leste de Sierra Nevada – na Faixa de Carson em Reno, Nevada, e, em Antelope Valley, na Califórnia, na ponta ocidental do deserto de Mojave.

Eles encontraram evidências de duas rupturas da superfície, ou seja, dois terremotos ocorridos nos últimos 10 mil anos em Antelope Valley.

O tremor mais recente levou a uma ruptura na superfície de pelo menos 23 quilômetros de comprimento, talvez causado por um terremoto de magnitude 7,5.

A datação por radiocarbono das amostras de solo sugeriu que o terremoto mais recente ocorreu aproximadamente 1.350 anos
atrás. O anterior aconteceu há cerca de 6.250 anos.

Estas descobertas sugerem que “todas as comunidades ao longo do flanco oriental de Sierra Nevada estão em risco de experimentar fortes terremotos, assim como eventos menores”, disse Sarmiento.

“Os grandes terremotos são aqueles que rompem o solo e afetam as montanhas, podendo causar danos estruturais substanciais, mas os terremotos menores ainda são capazes de danificar algumas estruturas”, explicou.

A pesquisa só revelou sinais antigos de grandes terremotos que quebraram a superfície. A evidência de terremotos menores, mais frequentes, não é geralmente preservada no registro geológico, tornando difícil de dizer quantas vezes eles podem ocorrer.

Os pesquisadores querem continuar a estudar a falha geológica na área de Reno.[OurAmazingPlanet]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!