Fast food aumenta risco de depressão

Por , em 3.04.2012

Gosta de comer lanches de padaria, como doces e croissants, e fast foods, como hambúrgueres, cachorros quentes e pizzas? Má notícia. Um novo estudo revela que consumidores desse tipo de alimento têm 51% mais chances de desenvolver depressão.

Pior: gosta de comer bastante? Foi encontrada também uma relação com a quantidade. Isso significa que “quanto mais fast food você come, maior o risco de depressão”, afirma o líder do estudo, Almudena Sánchez-Villegas. “Mesmo comer pequenas quantidades já está ligado com uma chance significativamente maior de desenvolver uma depressão”, diz.

A pesquisa acompanhou 8.964 participantes, que nunca tiveram depressão ou tomaram antidepressivos, durante seis meses. No fim, 493 foram diagnosticados com depressão ou começaram a tomar medicamentos.

“Apesar de mais pesquisa ser necessária, a ingestão de alimentos de confeitarias e fast foods deveriam ser controlada tanto pela saúde do corpo quanto a mental”, comenta Sánchez-Villegas.

Depressão afeta cerca de 121 milhões de pessoas no mundo. O estudo demonstra também que aqueles que comem mais comidas desse tipo têm mais tendência a serem solteiros, menos ativos e comer menos frutas, peixe, vegetais e azeite de oliva. Fumar e trabalhar mais de 45 horas por semana também fatores vistos nesse grupo. [MedicalXpress, Foto]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

5 comentários

  • のサイト のサイト:

    Engraçado que a publicidade do post está oferecendo 2 lanches do bob’s na compra de 1..

    • Elias:

      É, o Google não ajudou muito nesse anúncio!!! rsrs

  • Envy:

    Claro que entra em depressão, oras! Antes você pegava 5 reais e conseguia comprar uma das combinações do Mc Donald’s. Hoje, com os mesmo 5 reais, mal dá para comprar o sanduíche! Ora, ora! Assim qualquer um fica em depressão!

  • Spock:

    Tem alguma coisa erra nesta matéria.

    Ora, se 8.964 participantes corresponde a 100% do universo pesquisado, os 493 que desenvolveram alguma forma de depressão corresponde a 5,5 %.

    Ou seja, esta matéria é uma mentira ou uma total falácia.

  • Elias:

    Recomendo assistir ao filme/documentário “A Dieta do Palhaço”!!! O cidadão faz uma dieta a base somente de fast-food, acompanhado por médicos!!! Muito bom!!! 😀

Deixe seu comentário!