Folha artificial faz fotossíntese e pode ajudar na produção de oxigênio em viagens espaciais

Por , em 30.07.2014

Se a humanidade espera um dia realizar seus sonhos de explorar as estrelas, nós vamos precisar encontrar maneiras de recriar a vida que existe na Terra a bordo de uma nave espacial. O uso de vegetação natural em nossas explorações interestelares, entretanto, tem um problema: as plantas podem não prosperar em gravidade zero.

Foi por isso que Julian Melchiorri, um estudante no Royal College of Art, em Londres, na Inglaterra, teve a ideia de criar uma folha artificial biológica que produz oxigênio, fazendo a fotossíntese assim como as plantas naturais do nosso planeta costumam fazer – uma alternativa que poderia sobreviver facilmente aos rigores de uma viagem espacial.

“Minha ideia era usar a eficiência da natureza em um ambiente feito pelo homem”, explica o inventor. “Eu criei um pouco de iluminação a partir deste material, usando a luz para iluminar a casa, mas ao mesmo tempo para criar oxigênio”, aponta.

A nova folha funciona exatamente como as folhas de uma planta real, apenas com uma “melhoria” na embalagem. As folhas artificiais apresentam cloroplastos verdadeiros, extraídos de células de plantas, que ficam suspensos em um material feito a partir da proteína de seda. Então, quando elas têm acesso a luz e água, produzem oxigênio, mas estão melhor equipadas para sobreviver fora de nosso planeta.

Enquanto as viagens estelares propriamente ditas ainda são um sonho, as folhas artificiais podem ser úteis aqui na Terra. Elas podem ser utilizadas como filtros de ar natural nos sistemas de ventilação dos grandes edifícios, produzindo oxigênio extra que pode ser bombeado para dentro do prédio. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!