Foto: redemoinho oceânico gigante

Por , em 14.02.2012

Qualquer coisa que lembre um desastre natural parece ser péssimo e só trazer danos, mas nem sempre esse é o caso.

Os oceanos da Terra têm tempestades e climas que rivalizam em tamanho e escala com os ciclones tropicais. Mas, em vez de destruição, essas tempestades, mais conhecidas como redemoinhos, são mais propensas a dar vida ao mar, muitas vezes em lugares que seriam de outra forma estéreis.

A imagem acima foi tirada pelo Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS), um satélite terrestre da NASA.

A foto em cor natural mostra um redemoinho ocorrido em 26 de dezembro de 2011, com 150 quilômetros de largura e uma explosão de fitoplâncton (traçada em azul claro), a aproximadamente 800 quilômetros ao sul da África do Sul.

O redemoinho em sentido anti-horário provavelmente começou na Corrente das Agulhas, uma corrente marítima que corre ao longo da costa do sudeste da África e em torno da ponta da África do Sul.

Redemoinhos Agulhas tendem a estar entre os maiores do mundo, transportando água quente e salgada do Oceano Índico para o Atlântico sul.

Alguns redemoinhos, como este, agitam o oceano o suficiente para levantar nutrientes do fundo, fertilizando as águas mais superficiais e provocando florações de minúsculos organismos vegetais.[LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

8 comentários

  • Francisco Arrenega:

    eu estava la e agora sei o porque das aguas serem tao verdes pois eu fui muitas vezes a pesca.Penso que este fenomeno tem haver com o clima e que naquela altura fazia muito calor e a chuva era quase nenhuma TODOS JUNTOS TALVEZ FAÇAMOS ALGO…

  • Renys Kenys:

    Ainda bem que não tinha embarcações a passar por ali

  • CASTOR:

    o final de piratas do caribe 3 foi filmado ali

    • Rafael Felix:

      kkkkkkkkkkkkkkk tem razao!!

  • nght:

    Mas não mata alguns seres-vivos pela força que a água se move?

    • Victor B. Iturriet:

      Creio que sim, mas também penso que essa fertilização dá mais vida ao mar do que tira

    • 3n3rg1z3r:

      Acredito que não haja muitas mortes pelo fato de que, a grande maioria dos peixes e afins possuem mecanismos próprios para detectar grandes volumes de água assim como temperatura,salinidade e etc…!

    • Eduardo Amaral:

      Os oceanos estão em constante troca de águas através das correntes marinhas e diferenças de salinidade e temperatura. Esses redemoinhos gigantes arrancam do fundo e lançam milhões de toneladas de nutrientes na água, tornando-a mais propícia à proliferação do fitoplancton. Um redemoinho desses é muito lento, não afeta negativamente os habitantes locais, ajuda isto sim, a alimentar esses seres.

Deixe seu comentário!