Homem de 5.300 anos tem parentes vivos

Por , em 20.10.2013

Depois de mais de 5.000 anos de solidão, parece que Otzi, o Homem do Gelo, finalmente tem uma família.

O corpo congelado de Otzi foi encontrado após o derretimento dos Alpes de Ötztal, no Tirol do Sul, na Itália, em 1991. Exames posteriores mostraram que ele tinha 5.300 anos de idade.

Agora, pesquisadores liderados por Walther Parson do Instituto de Medicina Legal em Innsbruck (Áustria) dizem ter identificado 19 homens que vivem na região do Tirol na Áustria que compartilham um ancestral comum com Otzi. Esse ancestral pode ter vivido 10.000 a 12.000 anos atrás.

“Nesse sentido, esses 19 são mais relacionados com o Homem do Gelo do que outros indivíduos”, disse Parson. “Tendo em vista que todos os seres humanos se relacionam entre si de alguma forma”.

Encontrar parentes genéticos foi “acidental”. A equipe de pesquisadores estava analisando marcadores de cromossomo Y masculino e inesperadamente encontrou uma maior frequência de uma determinada linhagem na região do Tirol austríaco do que no resto da Europa.
A alta frequência do marcador também está presente no Oriente Médio, e coincide com as rotas de comércio medievais, indicando que “os colonos anteriores pode ter vindo por esse caminho”, sugere Parsons. “É interessante ver que o sinal genético relativamente antigo ainda é evidente”.

A equipe estudou os registros de DNA de 3.700 doadores de sangue austríacos, e foi assim que encontrou os 19 homens vivos que carregavam a mesma mutação rara do cromossomo Y que Otzi possui.

O estudo foi realizado em doadores anônimos, de forma que os pesquisadores não têm a intenção de identificar os parentes do Homem de Gelo.

“Essas descobertas nos convidam a pensar de maneira diferente sobre o parentesco. Nós normalmente pensamos sobre nossas famílias quando falamos de parentes. No entanto, estes dados demonstram que o DNA também pode ser usado para rastrear a linhagem muito mais para trás no tempo”, explica Parsons.

Otzi foi descoberto por dois caminhantes que tropeçaram em seu corpo semiexposto, de acordo com o Museu de Arqueologia do Tirol do Sul (Itália), que atualmente abriga os restos mortais de Homem de Gelo. Seu corpo, ferramentas e roupas têm sido objeto de muito estudo. Os pesquisadores agora pensam que ele foi assassinado. [Weather]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)

Deixe seu comentário!