Bizarro: homem injeta 18 “doses” de sêmen no seu próprio braço para curar dor nas costas, e termina

Por , em 19.01.2019

Médicos irlandeses relataram um estudo de caso bizarro de um homem de 33 anos que injetou seu próprio sêmen no seu braço por um ano e meio, uma “cura inventada” para tratar sua dor crônica nas costas.

Não só não funcionou, como ele terminou no hospital.

A surpresa

Depois de supostamente injetar sêmen em seu braço uma vez por mês durante 18 meses, o homem finalmente procurou atendimento médico – para sua dor nas costas.

O paciente chegou ao hospital queixando-se de “dor súbita e grave” na lombar, tendo levantado um “objeto de aço pesado” três dias antes.

Durante o check-up, o médico encontrou um inchaço vermelho no seu antebraço direito, fazendo o homem admitir que estava se injetando com seu próprio sêmen usando uma agulha hipodérmica que comprou online.

Na última aplicação, ele havia injetado três “doses” de uma vez, e o sêmen entrou nos seus vasos sanguíneos e músculos.

Grave

A região inchou e endureceu ao redor da área na qual ele injetou o sêmen. Um raio-X revelou uma extensão de ar aprisionado sob a pele do homem.

Os médicos do Adelaide and Meath Hospital, na Irlanda, imediatamente administraram uma terapia antimicrobiana intravenosa no paciente.

“Este é o primeiro caso relatado de injeção de sêmen para uso como tratamento médico”, escreveram os profissionais de saúde no artigo sobre o estudo de caso.

Foto: Dunne et al (Irish Medical Journal)

Embora haja relato dos efeitos da injeção subcutânea de sêmen em ratos e coelhos, não foram encontrados casos de injeção intravenosa de sêmen em humanos na literatura científica. Nem mesmo uma pesquisa em sites e fóruns mais ecléticos na internet não encontrou nenhuma outra documentação de injeção de sêmen para tratamento de dor nas costas ou outros usos.

Não faça isso

Absurdamente, este se tornou o primeiro caso de um homem se injetando com seu próprio sêmen para tentar tratar sua dor nas costas.

Os médicos aproveitaram o incidente para advertir às pessoas: é perigoso realizar injeções intravenosas em si mesmas, especialmente substâncias que não deveriam estar nas nossas veias, como o sêmen.

Isso vale para qualquer tratamento não testado e autodesenvolvido. É melhor não se fazer de cobaia, ou as consequências podem ser graves, como o biohacker Aaron Traywick que faleceu após de injetar em si mesmo um tratamento caseiro para herpes, não regulado por órgãos de saúde competentes.

O estudo de caso foi publicado na revista científica Irish Medical Journal. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (36 votos, média: 4,61 de 5)

Deixe seu comentário!