Homens do nordeste do País de Gales possuem extraordinária constituição genética

Por , em 19.07.2011

As pessoas do País de Gales andam intrigando cientistas, que estão pedindo para que elas forneçam uma amostra do seu DNA a fim de descobrir porque a população dessa área tem uma genética rara.

Até agora, 500 pessoas participaram do estudo. Isso mostrou que 30% dos homens da região carregam um tipo incomum de cromossomo Y, em comparação com 1% dos homens em outros lugares do Reino Unido.

A equipe de cientistas liderada por Andy Grierson e Robert Johnston está tentando descobrir como e por que isso aconteceu. Eles querem conversar com pessoas com ascendência na região para descobrir o que se sabe sobre sua história familiar, e para lhes proporcionar uma oportunidade de contribuir com uma amostra de DNA para o projeto.

“O número de pessoas no nordeste do País de Gales com esta composição genética é extraordinária”, conta Andy Grierson. “Esse tipo de composição genética é normalmente encontrada no Mediterrâneo oriental, o que nos fez pensar que poderia ter havido fortes conexões entre o nordeste do País de Gales e esta parte da Europa em algum lugar do passado”, explica.

Mas este não parece ser o caso. Então, os pesquisadores ainda estão analisando amostras para tentar descobrir por que isso aconteceu e o que isso revela sobre a história da região.

No início do estudo em 2009, os acadêmicos estavam esperando ligar a migração dos homens na Idade do Bronze à descoberta do cobre. O metal foi encontrado na Montanha Parys na ilha de Anglesey, e em Llandudno, Conwy. Os participantes que vêm dessas áreas, assim como seus avôs paternos, foram convidados a fornecer uma amostra para análise genética.

Andy conta que se interessou no norte de Gales por causa do material genético único, e porque oferecia uma oportunidade de investigar a história da região usando a genética. “O DNA fornece uma oportunidade nova de olhar para as populações do passado”, afirma.

História e arqueologia dependem de manuscritos, objetos e paisagens sobreviventes, o que pode limitar muito certas descobertas. “A genética permite-nos olhar para a população histórica através seus descendentes vivos”, argumenta o cientista.[BBC]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)

12 comentários

  • Milena Karla:

    Eu não entendi o que há de extraordinário nisso.Sabe o que eu vou fazer? Vou procurar outro post pra ler aqui no Hype. Um que seja mais útil.

  • Marcelo:

    Tá mas, o que afinal há de tão extraordinário nessas amostras de DNA?
    Esta matéria é insuficiente e o título é sensacionalista.

  • Pedrö:

    E?

  • Rogério:

    Eu havia feito um comentário enorme que tinha ido, mas depois sumiu!
    Demorei um puto tempo pra escrevê-lo e me fazem uma coisa dessas. ¬¬”

    • Rogério:

      “Seu comentário está aguardando moderação”

      às vezes aparece, às vezes não, que doidera.. :S

  • Eduardo:

    O título da notícia não condiz com o conteúdo. Postaram esse título apenas para gerar clicks no link e tráfego para o site (deprimente esse tipo de atitude)…

  • Parizzoto:

    Tá… perae… A notícia fala “DNA Extraordinário”, “Genética Rara”, etc… mas não deixa claro “O QUÊ” tem de fantástico na genética deles… serão os novos X-Men ?

    • Glauco:

      eu entendi q o extraordinário é essas pessoas terem evidências genéticas de pesseoas de uma parte distante dali.

    • Rogério:

      Também acho que não explicaram direito.
      E conter evidências genéticas de uma parte distante dali ou de uma outra história não tem nada de extraordinário já que todos nós somos assim, com genes de pessoas de diferentes lugares e épocas através da Hereditariedade por conta de vários acontecimentos.
      O que é que há de extraordinário?
      Será que é por que não querem dizer? Por quê não diriam?

      Provavelmente, a população de País de Gales tem um cotidiano muito diferente da população do Reino Unido, na alimentação, hábitos, etc…

      EXEMPLO:
      Um lugar que a população vive mais de frutas diretas das árvores e carnes que não tem o tipo de tratamento igual ao na Cidade. E um lugar onde vivem de todo tipo de alimento industrializado.
      Isso faria com que a população compreendesse que os produtos industrializados ou algum específico os fizessem mal(talvez de forma letal), e o que ela faria a respeito disso não se sabe, mas talvez determinada ação fosse pior para a economia(se é que vocês me entendem).

      É só um exemplo básico. (:

  • Carol:

    Táa… mas, por que a constituição genética deles é extraordinária?!

  • Glauco:

    Significa simplesmente que em algum ponto do passado, o Nordeste de Gales estava ligado ao continente de alguma forma. Os antigos falam muito sobre como passagens antigas foram fechadas de pois de cataclismos.

    • robson:

      e dai se a vida começou na africa nos não somos originarios de lugar algum somos todos decendentes de algun povo do passado eu quero saber o que ha de especial nesses homens e porque.

Deixe seu comentário!