Homens que vivem tirando selfie podem ser psicopatas

Por , em 12.01.2015
Provavelmente não um psicopata

Provavelmente não um psicopata

Um estudo da Universidade Estadual de Ohio (EUA) fez um levantamento dos hábitos de mídia social de 800 homens e descobriu o que sempre soubemos em nossos corações: os que tiram e postam constantemente um monte de selfies podem ter problemas psicológicos leves.

A amostra incluiu homens de 18 a 40 anos de idade que completaram uma pesquisa online sobre o seu comportamento de postagem de fotos em mídias sociais. Os participantes também responderam questionários padronizados sobre comportamentos antissociais e auto-objetificação.

Além da frequência com que postavam fotos, a pesquisa perguntou se os homens editavam suas imagens antes de postá-las, cortando-as, usando filtros e utilizando software de edição de fotos.

De acordo com a principal autora da pesquisa, Jesse Fox, homens que passavam muito tempo editando suas selfies demonstraram bastante narcisismo. Não é um achado particularmente surpreendente. No entanto, homens que postam muitas selfies sem gastar tempo as editando são mais propensos à auto-objetificação e mostram sinais de psicopatia acima da média – o que parece muito assustador.

O narcisismo é marcado por uma crença de que você é mais esperto, mais atraente e melhor do que os outros, mas com alguma insegurança subjacente. Psicopatia envolve uma falta de empatia e respeito pelos outros e uma tendência para o comportamento impulsivo. A auto-objetificação envolve valorizar-se principalmente pela sua aparência, e não por outros traços positivos.

Mas, calma: não vá achando que todo cara que tira uma (ou mil) fotos de si mesmo é um assassino louco. Estes níveis de narcisismo, auto-objetificação e psicopatia estavam dentro de uma média aceitável para não serem considerados distúrbios não diagnosticados.

Aliás, um pouco de psicopatia não é necessariamente uma coisa ruim.

Esta falta de filtragem e a impulsividade pode beneficiar alguns homens “psicopatas”. Um outro estudo descobriu que os usuários do sexo masculino que postavam mensagens que aludiam ao consumo excessivo de álcool e comportamento promíscuo na internet foram percebidos como mais atraentes do que os usuários do sexo masculino com mensagens identificando-os como sociáveis e festeiros. Assim, parecer imprudente ou impulsivo pode realmente ajudar a atrair parceiras.

Embora a pesquisa com as selfies não tenha incluído mulheres, Fox disse que está atualmente conduzindo um trabalho de acompanhamento que sugere que os mesmos resultados também se aplicam a elas. As que postam mais selfies também mostram maiores níveis de narcisismo e psicopatia. [Gizmodo, OhioState]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!