Juiz sentencia marido a levar sua esposa para jantar

Por , em 16.02.2012

Um juiz da Flórida, EUA, decidiu terça-feira (14) que um homem envolvido em uma briga com sua esposa deveria levá-la para sair, a uma refeição romântica em um restaurante seguida de uma pista de boliche local.

Mas não foi só isso. O juiz John Hurley ainda ordenou que Joseph Bray, 47 anos, e sua esposa Sonja, 39, também visitassem um conselheiro matrimonial.

Hurley proferiu sua decisão em vez de enviar Bray a prisão depois que considerou as acusações de violência doméstica apontadas pela esposa como “muito, muito pequenas”.

De acordo com o depoimento de Bray, ele e sua esposa brigaram depois que ele esqueceu de lhe desejar um feliz aniversário.
Já Sonja afirma que o marido a empurrou contra um sofá e agarrou seu pescoço.

Baseado na ficha limpa de Bray e aparente falta de violência grave, o juiz não considerou o comportamento de Bray uma ofensa grave. No entanto, o marido deve seguir as determinações da decisão de Hurley muito a sério se quiser evitar a prisão.

“Ele deve parar em algum lugar e comprar flores”, disse Hurley na audiência. “Então, vai voltar para casa, pegar sua esposa, se vestir, levá-la para o Red Lobster [restaurante]. Depois, eles vão jogar boliche”.

Hurley afirmou que normalmente não trataria assim uma acusação de violência doméstica. “O tribunal normalmente não [toma esta decisão] se sentir que há alguma violência, mas esse caso é muito, muito menor, e o tribunal considerou que o encontro era uma melhor resolução do que as outras alternativas”, disse Hurley.[MSN]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 3,50 de 5)

13 comentários

  • arthur:

    babaquisse isso sim, aff tremenda indiotisse sso

  • Ana:

    Tá, mas eu quero saber a continuação da historia…

  • Magda Patalógica:

    Se o cara chegar prá mim e dizer:
    _É seu aniversário, trouxe flores… só porque o juiz mandou
    ou
    _Fiz reserva prá um jantar a dois… só porque o juiz mandou.

    Putz, que euzinha vou me sentir uma anta patológica.

    A esposa desse cara deve ser uma pentelha cri cri, carente que só sabe reclamar e exigir. Não há marido que aguente.

    Tem muita mulher que não sabe usar o “jeitinho” feminino prá conseguir do homem tudo o que ela quer. Eu disse TUDO.
    Emntão começa a cobrar, feito uma bezerra desmamada e acaba levando porrada ou empurrando o cara para outra mulher.

    Depois que ele vai embora, ela ainda fica dizendo que ele é um sem vergonha.

    Já vi esse filme antes, na minha família.

    Fui

  • Pedr@o:

    Caso esta determinaçao do juiz nao der certo, só ela vim Para Belo Horizonte,que vai squecer este maridao desligado, todos dias vai ganhar um bouquet de rosas vermelhas, e conhecer toda minas gerais as cachoeiras, a gastronomia,nao vai se sentir esquecida , vem ser FELIZ………

  • oberdanorris:

    A prisão não era sofrimento bastante.

  • Ana:

    Tem mais é mandar esse tal de Bray lavar umas privadas bem sujas numa prisão fétida e cheia de boiolas…ele pensaria 10vezes antes de dar um empurraonzinho que seja na sua bela Hurley…Mas gostei muito do comentário do Wilmar!!

  • Jonatas:

    Boliche é uma péssima ideia. E se o jantar não for tão bom e brigarem na pista? cada um com uma bola de boliche na mão? Não vai dar certo…

  • Wilmar:

    Se ela for una gata bem bonitona, eu a levo sim… W

  • Paulo Eduardo:

    Concordo com o juiz!! Mas o cara devia fazer pelo menos serviço comunitário!!

  • Ju:

    Eu no lugar dela não iria…

  • kayane porto alegre RS:

    legal isso!!sera que o juiz é assim em ksa cm a familia dele tbm???

  • kayane porto alegre RS:

    nossa muito ironico!!!

    • iPedro Martins:

      Oque que tem de irônico nisso !? não entendi o seu “irônico”

Deixe seu comentário!