Mistério do cotidiano: é seguro tirar o mofo de um alimento e comer o resto?

Por , em 18.08.2010

Aquele pedaço de queijo já habita sua geladeira faz um bom tempo e desenvolveu uma capa peluda e verde de fungo. Mas você está com fome – muita fome. É seguro tirar a parte podre e comer o resto?

Saiba que o fungo não é só aquela parte verde, branca, azul (ou seja lá qual for a cor mais recorrente na sua geladeira) que conseguimos ver a olho nu. Esses são apenas os esporos. Normalmente o resto do fungo (os galhos e as raízes) é bem mais difícil de ver e pode ter se propagado profundamente na sua comida.

Sendo assim, cortar a parte podre da comida não vai impedi-lo de estar engolindo uma boa quantidade de fungo. A maioria dessas “criaturas” não são perigosas, mas sempre há aqueles que devem ser evitados. Eles contém algumas toxinas que podem causar problemas respiratórios e reações alérgicas. Uma dessas toxinas, especialmente, conhecida como aflatoxina é suspeita até de causar câncer.

As toxinas mais perigosas costumam estar presentes em fungos que crescem em grãos (elas costumam aparecer bastante no amendoim salgado que compramos pronto, quando este já passou do prazo de validade ou não foi preparado corretamente), mas também podem ser encontradas em frutas e no suco de uva.

Para manter os fungos longe de seus alimentos você deve:

  • Cobrir os alimentos para que eles não entrem em contato com os esporos de fungo que o ar carrega
  • Refrigerar a comida apropriadamente
  • Comer sobras de, no máximo, três dias de “idade” – quando não forem congeladas [Life’s little mysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (5 votos, média: 3,80 de 5)

28 comentários

  • Jesus Carlos:

    Estudos sobre geladeira de pobre. Kkk.

  • Bárbara Bastos de Morais:

    Fizemos uma salada de frutas na quarta feira e estamos comendo na sexta. Mesmo estando tampada e bem resfriada, dois pedaços de mamão apresentaram pelinhos brancos parecido com algodão. Nossa salada de frutas era composta de: maçã, manga e laranja e o bendito e mofado mamão. Abrimos o pote e começamos a comer. Eu não havia percebido, mas minha amiga encontrou o mamão mofado. Eu tinha comido metade da salada. Em seguida encontramos fungo na manga. O que fazemos? #ajudaluciamo

    • Claudia F. Sans:

      Nada amiga, já comeu e não morreu virou fortalecedor do corpo!!!

  • ♡:

    Gente,hoje eu estava comendo uma maçã,ela estava normal eu ia cortando e comendo,até que ela deu um gosto de sabão,quando eu parti na metade,tinha tipo um buraco marrom e fundo,eu acho que era fungos.Eu corro o risco de passar mal ? Não,eu não comi a parte estragada,só do outro lado que não tinha nada,eu não vi nada no outro lado..
    Então,eu posso morrer ? O___O

  • gloria:

    Comer algo c\ validade vencida é uma coisa e comer algo q vc está vendo q já estragou é outra coisa , mofo na comida mata sim, eu conheci um rapaz ,negão ,forte cheio de saúde q comeu um extrato de tomate q tinha mofo e morreu. Eu vi o mofo falei p\ ele jogar fora , mas ele riu e disse; quem foi criado na rua abandonado comendo lixo ñ fica doente c\ um mofinho desse ñ! E pegando uma colher ele tirou a parte mofada , fez o molho do macarrão e comeu, a tarde ele começou a ter febre alta, quando acabou o culto na igreja ele estava c\ os olhos todo inchado, despediu das pessoas e foi dormir, no outro dia a faxineira chegou na igreja p\ limpar e foi nos fundos pegar as vassouras e os panos de chão encontrou a porta trancada , onde o rapaz zelador morava , ela bateu na porta e ele ñ atendeu, aí ela foi me chamar em minha casa fomos lá arrombamos a porta e o rapaz estava agonizando, levaram ao hospital e ele morreu 3 dias depois c\ insuficiencia respiratória e infecção generalizada

  • Mateus:

    Olha, se é seguro eu não sei, mas com pão eu já comi o fungo todo sem ver e nunca morri e nem me deu nada. :S Já com queijo e derivados de leite eu tomaria mais cuidado.

  • Luan P.:

    Queijo nunca fiz isso , mas maçã faco direto…

  • Luan:

    esta presente no suco de uva? e se o vinho for envelhecido pode ter esses fungos?

  • Rodrigo Paim:

    Patlene, eu não quero arriscar minha saúde porque alguém ta passando fome.

    É sempre assim, “sempre fiz isso e nunca aconteceu”, “tem problema não”, “o que não mata engorda”…

    Podemos passar a vida toda fazendo isso e não ter nada, assim como uma unica vez pode ser o suficiente pra causar algo grave em alguém…

    Eu prefiro não arriscar, e não venha com esse falso moralismo de que há pessoas passando fome, eu sei que há, mas eu ir pro hospital não ajudaria nenhuma dessas pessoas

  • Marcus Sanglard:

    patlene…
    Realmente muita coisa hj em dia é sensacionalismo… mas é fato que a ingestão de certos microorganismos é altamente prejuticial, e pode levar sim à morte.
    Um exemplo clássico é o botulismo, produzido pelo ‘Clostridium botulinum’, que apesar de não ser tão comum é fatal.
    E há também muita diferença entre os ‘fungos’ adicionados para dar sabor aos queijos e o bolor que cresce pela mal xonservação do produto…
    E às vezes é melhor desperdiçar as sobras de um determinado alimento do que correr o risco.
    O melhor é sempre evitar tais contaminações, mas mesmo assim vai de cada um o cuidado com a própria saúde

    • Pablo Santos:

      Só corrigindo:
      1- no caso do botulismo, o microrganismo não é perigoso, e o problema não é a ingestão dele, mas de sua toxina.
      2- a Clostridium botulinum é anaeróbia estrita, ou seja, não sobrevive na presença de oxigênio. Logo, jamais você vai entrar em contato com ela por comer sobras de alimento.

  • LUCIA:

    Gostava de fazer isso, tirava uma parte e comia o restante, depois dessa, nunca mais.

  • Marcos:

    Olá a todos !
    Puxa, eu sempre fiz isso hehehe
    Vou ter que dar uma geral na geladeira porque tem uns troços lá meio alaranjados (e não é Fanta) …
    Alguém tá servido ?
    🙂
    Abraços

  • True Root:

    Pior que é verdade tive uma amiga que passou mau depois de comer uma pão que estava estragado e olha que ela tinha tirado a parte que estava supostamente estragado…

    =~

  • triudus:

    Nunca fui capaz de tirar os fungos da comida e comer. Pão com bolor, ou o iogurte, ou mesmo o queijo, mesmo que se tire o bolor, já fica com um sabor estranho, um sabor mais seco e a mofo. Dispenso.

  • Dilma:

    Adoro os comentários!

  • Neudy:

    Eu entendo que isso é possivel. Uma vez meio podre ou com fungos é totalmente estragado. é certo que antigamente não tinhamos geladeiras. Porém não tinhamos tanto agrotoxicos nas ´plantações como tb o leite era tirado manualmente da vaca hoje é por meio de maquinas. Hopje os bezerros tem que mamar e tb comer ração para que a produção do leite seja maior. Isto é comercialização. Em fim hoje td é mais industrializado. E nada é como antigamente.

    • Pablo Santos:

      Qual a relação entre não ter geladeira antigamente e ter agrotóxicos nas plantações hoje?

  • patlene:

    e se tudo isso fosse uma invenção da midia para aumentar o consumo e desperdicio de alimentos em uma epoca onde se morre milhoes de fome ao ano !

    pode ser que não, mas é fato que há muito exageros nessa informação e a MAIOR PARTE DOS FUNGOS não são fatais e nem causam mortes.

    -já ouviu dizer de alguem que realmente morreu por comer algo assim ?

    -tinhamos geladeiras antigamente ?

    e ainda temos muitos fungos comestiveis e inoculados nos queijos mesmo para dar o sabor !!!

    como qualquer animal, os humanos criam resistencia se tem contato com fungos, virus, bacterias e qualquer outra coisa, então será que qualquer bolor de 1 milimetro em um queijos de 1 kg deve ser jogado fora no lixo ?
    pense em pelo menos fazer composto e assim reciclar primeiro

    evitar sim, DESPERDIÇAR NUNCA.

    • Mateus:

      Patlene

      Sinceramente, eu não penso que o queijo que eu guardo ou jogo fora fará ou não alguma diferença na fome que uma pessoa passa do outro lado do mundo ou mesmo no meu vizinho. Eu não gosto de discutir essa questão do ‘não desperdiçar’ pela tendência que ela tem ao religioso, mas, se pensar a fundo, desperdiçar pode ser mais benéfico, uma vez que jogando o queijo fora eu terei que comprar outro, o que fará a economia girar. Além disso, vai que um mendigo cata no lixo. Aí jogar fora estaria contribuindo para terminar com a fome dele.

    • Michel Kanemaru:

      Como aluno de Tecnologia de Alimentos, e ter participado de alguns projetos de pesquisa nessa área, ter participado de congressos internacionais sobre esse tópico, lido muitos sobre o assunto.
      Posso te afirmar que não é bem assim, ainda que não seja a grande maioria de cepas e especies de fungos produzam toxinas conhecidas, ainda muitos produtos são contaminados, existe legislação de quantidade máxima permitida, mas não de valores máximos tolerados de ingestão. É raro ocorrer intoxicações agudas por consumo de toxinas fúngicas, mas ocorrem! Os principais fungos que contaminam os alimentos são os Aspergillus e Penicillium, e muitas especies deles produzem toxinas!
      “como qualquer animal, os humanos criam resistência se tem contato com fungos, virus, bacterias e qualquer outra coisa, então será que qualquer bolor de 1 milimetro em um queijos de 1 kg deve ser jogado fora no lixo?”
      Não é bem assim, não criamos resistências a essas toxinas tão facilmente, pois elas são toxinas de baixo peso molecular e que se ligam diretamente ao DNA (muitas delas).
      1 mm é a parte visível, a parte visível é apenas a parte reprodutiva, mas suas “raízes”(Hifas Vegetativas)apresentam um crescimento muito grande dentro do produto! e Normalmente toxinas produzidas estão nas hifas vegetativas e não na parte visível!.

  • Josue Francisco Bittencourt:

    Achei essa materia superinteressante, fiz muito isso tirar o podre e comer o resto, nunca mais, vou estar ligado para nunca mais ingerir fungos; parabéns pela matéria.

  • Nerdgf:

    O Gustavo tem razão, fungos não tem essas estruturas, o que mais chega perto de “raíz” em fungos são a hífas dos cogumelos, porém cogumelos não são o caso…

    • Pablo Santos:

      Não precisa formar cogumelos (que são apenas uma estrutura reprodutiva) para possuir hifas.

  • Rafael:

    O fungo do queijo não é patogenico

  • Gustavo:

    Putz, vocês transformaram fungos em vegetais???!!! Galhos e raízes???!!!

  • big bang:

    Acho q vou ter de esvaziar minha geladeira… tem um queijo la q to criando desde o ano passado…

    • Katia Vieira da Silva:

      Na verdade o ideal seria que todos fizessem uma cursinho de manipulação de alimentos. Muita coisa que parece inofensivo, pode levar alguém a óbito. Qualquer fruta que começa a estragar, que tiramos a ponta estragada e comemos o resto, engano que nos livramos do fungo. Quando o fungo aparece na parte estragada, a “raiz” do mesmo já contaminou todo o fruto e se caso alguém for alérgico se dá mal. Mão mal lavada, contamina e que tem uma sensibilidade maior passa mal. Agora a geladeira mal usada é um perigo para os alimentos, principalmente se tratando de iogurtes,embutidos, presunto, apresuntado, queijos e etc…, o cuidado deve ser redobrado em dias quentes,regulando a geladeira no máximo e colocar sempre na parte mais fria que é a parte de cima, e procurar colocar tudo, tudo mesmo higienizado, como frutas, legumes, folhas lavados e garrafas, latas, potes de margarina, molhos etc…lavados também. Pois não sabemos por onde e o que passou por cima dessas embalagens. Procurem ler, pela internet que encontraram boas dicas. Obrigado e espero ter ajudado.

Deixe seu comentário!