Morte natural de Kim Jong-il é típica de ditadores

Por , em 22.12.2011

A morte por causas naturais de Kim Jong-il, ditador da Coreia do Norte, destaca um fato controverso na história de comandantes repressivos: muitos, se não a maioria, acabam tendo uma longa vida e morrem pacificamente. Aqueles que vivem pela espada não necessariamente morrem por ela.

Matthew White, que escreveu um livro sobre as 100 piores atrocidades da história (“The Great Big Book of Horrible Things: The Definitive Chronicle of History’s 100 Worst Atrocities” – W. W. Norton & Company, 2011), rastreou o destino dos maiores ditadores do mundo. A maioria, como ele constatou, viveu de acordo com sua expectativa de vida natural e morreram em paz.

Cerca de 60% dos opressores que fomentaram guerras e foram responsáveis pelas maiores atrocidades do mundo viveram felizes para sempre, pelo menos no quesito saúde.

Enquanto Moammar Gadhafi foi morto por cidadãos revoltados, Joseph Stalin morreu com 74 anos por um acidente vascular cerebral. 49% dos responsáveis pelos maiores massacres da história governaram até sua morte por causas naturais. 11% se retiraram da política tranquilamente e 8% foram exilados, antes que a morte também por causas naturais chegasse.

Entre os ditadores que não tiveram um final tão agradável, 9% foram levados a julgamento e executados, 8% foram assassinados, 7% morreram em batalha, 4% foram presos e 4% cometeram suicídio.

Kim Jong-il morreu aos 69 anos de um ataque cardíaco no último sábado, de acordo com a televisão estatal da Coreia do Norte. Estudos sobre presidentes dos EUA mostram que, apesar das tensões de estar no comando, esses homens vivem tão longamente ou mais que o resto das pessoas.

Nos países comunistas, de Lênin em diante, os ditadores raramente viam vantagens na idade avançada, se preocupando com a transição de governos.

Normalmente, quando os líderes começam a ficar doentes, eles falam sobre quem poderia os substituir e apontam para todas as suas falhas. Em geral, eles não aceitam facilmente a morte. O resultado disso muitas vezes é uma luta pelo poder por trás dos bastidores. Por isso, não é fácil para quem vê de fora dizer quem está no comando.

A morte de Stalin mostra alguns paralelos com a de Kim Jong-il. Apesar da repressão de Stalin, sua morte também foi amplamente lamentada em seu país. Da mesma maneira, imagens da Coreia do Norte mostram cidadãos chorando abertamente em fábricas e ruas.

É difícil saber se isso se trata de tristeza genuína ou incerteza com o futuro. Os motivos do por que as pessoas ficam movidas são infinitas, mas esse sem dúvidas é um fenômeno interessante. [LiveScience]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 3,75 de 5)

42 comentários

  • Rogério de Angelis:

    E no Brasil temos nossos exemplos. ACM foi um deles e o Sarney segue, infelizmente, o mesmo caminho… São tão ditadores quantos esses outros…

  • Mario:

    e democráticos bonzinhos como lula e outros morrem comido por câncer.

    • Gargwlas:

      democratico “bonzinho” ??lula? pffffff

  • Jorginho:

    Acredito que estão matando esses caras!
    Interesse não falta!

  • Miguel:

    Eu acho estúpido o povo chorar dessa maneira só por causa de um lider, como se ele tivesse feito alguma coisa boa por eles… Hoje nas noticias estive a ver a última homenagem a ele e as pessoas choravam como se lhes tivesse morrido o pai, um irmão, ou um filho… esse povo deve de gostar de viver na miséria

    • Bovidino:

      Eu não conheço as condições de vida dessas pessoas e acho que você também não. Mas se você quer mesmo ver miséria, ande pelo nosso Brasil, de ponta a ponta.
      E dizem que somos um país democrático.

    • Ana Ribeiro:

      Aquelas pessoas choram por medo e nao pela perda. Quase qe sao obrigados a chorar por um líder que sempre detestaram.. via-se bem que aquele choro era fingido..
      o filho que sobe agora ao poder vai ser muito pior que o pai ..

  • Zeca:

    Bom, a parte boa é que morrem, né..

  • soll:

    SÓ QUERIA SABER O MOTIVO QUE O POVO CHORA A MORTE DESSE FDP….. SOH ISSO…. rsrrsr

  • Pony:

    Quando o Lula morrer, esperem a primeira enchente artifical da história no Brasil.

  • Guilherme:

    adolf se matou.

  • Alter ego: Controle das massas:

    O que eu achei extremamente ridículo foram os vídeos liberados pela impresa estatal da Coréia do Norte, onde mostravam inúmeras pessoas chorando compusivamente pela morte do “amado” ditador. Estas eram sem dúvidas ensaiadas.

    Agora, o próximo ditador que irá morrer de uma causa natural será, provavelmente, Hugo Cháves. Muitos dentro do governo afirmam que ele não viverá até a eleição de 2012.

    • Zeca:

      Tomara, amigo..

    • eset:

      Não quero que ele morra, adoro as declarações dele com relação à conspirações. Recentemente ele declarou que os EUA desenvolvenram uma tecnologia capaz de induzir câncer, não que eu acredite, é que gosto de polêmicas.

  • Bruno José da Silva:

    Correção: Stalin morreu com 74 anos (em 1953), e não “em 74”, como dito no texto.
    ^^

  • Tzar:

    NOPE!,países governado por ditadura tendem a fragmentar-se a pois morte de seu ditador por exemplo.: Os filhos fica responsáveis por uma certa quantidade de parte,o irmão do ditador,o primo,o papagaio e o periquito por outra e assim vai…

    • Tzar:

      Ei eu juro que cliquei para responder á “AgoraQueSouRica”
      está seria a reposta dada para a vossa pergunta.

    • AgoraQueSouRica:

      Entao nao vai mudar grande coisa..o que é pena…um pais que ja sofreu tanto , deveria ter a chance de conhecer a liberdade …

    • Tzar:

      Infelizmente nesse caso vai ser assim.

  • Karlloz:

    Imagine a propaganda que faziam sobre Kim Jong-il e a censura a quem fala-se mal dele. Por isso que eles choram, pensam que morreu um homem muito bom.

  • Maicon:

    O céu deve estar em festa! Sabe-se que Jesus também foi o primeiro socialista, então Josef Stálin, Kim Jong, Mao estão todos lá. Trotsky não foi convidado. Hahahaha

  • Gabriel.¿:

    o povo tava chorando é pra nao levar bala, como eu ja disse e repito nossos governos ocidentais nao muito molengas e so pensam em lucro, se tivesse alguem com poder e vontade pra livrar o mundo desses vermes seria outra história.

    • João:

      Já pensou que eles podem achar exatamente a mesma coisa de nós?

    • Cappucceno:

      Boa parte deles não pensam. Eles só não fogem de lá porque a fronteira entre Coreia do Sul e Norte é a com mais minas terrestres do mundo.

      Não fogem pra China porque é cheio de cercas elétricas.

      E se tiverem sorte o suficiente, a parte da família que sobrar será levada para o campo de concentração.

      E quando eles têm sorte de saber o que acontece no resto do mundo, já que a censura é gigante.

    • Eu:

      Já.

  • Gui Melo:

    Acho que é forçado e encenado, não é possível eles estarem tristes, mas você vê no Brasil o tanto que Dilma e Lula fizeram de ruim, MESMO ASSIM, quando eles morrerem vai te retardado choramingando.

  • MarcIo A.:

    Infelizmente essa reportagem é muito superficial.

    Hitler se matou

    Stalin, foi morto envenenado aos poucos, pelos seus proprios medicos e não teve uma morte pacifica, pelo contrário, a morte foi dolorida

    Kadaffi e Saddan hussein nem preciso dizer

    felizmente, regimes que existe para glorificar uma unica personalidade, estão sempre indo ao fracasso, não se sustenta, pois não tem Base

    assim como Stalin, acredito que mataram esse ditador da Coreia do Norte na surdina.

  • LorD FeniX (Marthins):

    Já vai tarde!!! Com certeza foi choro de alegria e alívio!!!
    Agora falta o Fidel e mais alguns para o mundo começar 2012 bem melhor.

  • Chuck Norris®:

    “Kim Jong-il gostava de comida refinada, usava sapatos especiais para parecer mais alto e também chamava a atenção com um cabelo espetado, óculos grandes e roupas esquisitas”. Ridículo esse verme.

    “Mais de 3 milhões de pessoas morreram de fome na Coreia de Norte desde a década de 90.” Atrocidades devem ser cometidas todos os dias e ninguém fica sabendo. E ainda tem gente que defende lixo como este.

  • Rogério:

    conheço uma pá de gente boa, que sempre fizeram o bem em vida, e receberam como prêmio de Deus o sofrimento, gemendo no fundo de uma cama. Enquanto isso um rato covarde desses, viveu e morreu bem. As vezes duvido da existência de Deus.

    • Bovidino:

      Realmente, para quem acredita que o homem só tem essa mísera vida de 80 a 100 anos aproximadamente, tem uma visão distorcida da realidade.
      Além disso não temos discernimento para julgar o que é bom e o que é mau. O que é bom para uns pode ser mau para outros. Só depende do ponto de vista e do objetivo.
      Ás vezes, ser duro e inflexível com algumas pessoas, pode ser um bem maior do que tratá-las com carinho e tolerância.
      Enfim, tudo é muito relativo.

    • paulo fernando:

      …o Bovidino falou que “tudo é muito relativo”: então todas as misérias e todos os miseráveis são justificáveis. Que droga de filosofia será essa. Resta esperar o mundo pegar fogo de uma vez, aí sim, cessará todos os relativismos.

    • Bovidino:

      paulo,
      As misérias não são justificáveis por elas mesmas. Todas as coisas, inclusive as misérias, tem sempre uma causa. Eliminando-se as causas, eliminam-se os seus efeitos ou consequências. Entretanto, as misérias da humanidade são causadas pelo próprio homem. Mesmo as que aparentemente são causadas pela natureza, tiveram uma causa anterior em que o homem teve uma participação decisiva.
      Isso não é filosofia, isso é a realidade constatada.
      A verdadeira miséria da humanidade todavia, não é a fome, a doença ou a morte, mas a ignorância.

    • Igor:

      Pois eh, pra as pessoas que acreditam q o homem só vive essa vida(me incluo nisso)e temos uma visão realista, e vendo a miséria q existe no mundo, fica difícil acreditar em deus mesmo, alem do mais n acredito q deus (se existir)perderia tempo criando uma coisa tão inútil e insignificante como a vida que temos na terra, mas n eh por isso q não acredito, e sim devido a se uma adepto do ceticismo.

    • Bovidino:

      Só duas perguntinhas:
      1) Você é adepto do ceticismo filosófico ou científico?
      2) O que é ter uma visão realista? É acreditar apenas no que se pode ver? É acreditar apenas no que se quer acreditar? É acreditar no que é mais conveniente? Ou é outra coisa?

    • menina:

      Poxa Rogério muito triste esse seu comentário antes de você sair julgando alguém você deveria conhecer, e isso vale pra Deus também, como você espera que Deus aja na vida dessas pessoas se muitas não acreditam se muitas nem dão a minima, Deus pode ter todo o poder do mundo mas acima disso Ele é um ser educado que não passa por cima da opinião ou da crença de outras pessoas e mais Ele só entra na vida de alguém se essa pessoa permitir. É claro que não vai adiantar muita coisa falar sobre tudo isso aqui porque os céticos sempre encontram uma maneira de duvidar da existência de Deus, e esse é o problema do mundo, seria simples se as pessoas se permitirem acreditar ser mais como crianças inocentes, a maldade os motivos pra guerra pra destruição estão nos olhos de quem ver. Sabe antes de sair colocando a culpa em Deus deveria avaliar suas próprias atitudes… se o mundo esta como esta é pela falta da verdade a que liberta e eu não estou falando da falsa liberdade que muitos pregam. Ta mas chega… a única coisa que eu posso dizer é Deus esta onde vocês deixaram.

    • Bovidino:

      O seu 1º comentário caiu para o Rogério.

    • Toinho:

      Lembre-se que a vida é só uma passagem, Deus é bom e justo ao mesmo tempo, esse homem com certeza não foi para o paraíso, em compensação, pessoas boas não vão para o inferno na vida eterna…

      Você parece tão religioso e bom, como não pensou nisso?

  • Ze da Feira:

    Atrasou , diminuiu e cegou milhões de vidas. Que apodreça no inferno.

  • AgoraQueSouRica:

    Tem certeza que nao é choro de alivio , felicidade? Esse homem foi terrivel , mas agora resta saber quem sera seu sucessor ….Sera que agora a coisa melhora?

    • Jusé:

      A Coreia do Norte é um inferno na Terra, para nós ocidentais, mas eles nasceram la e são felizes assim… vi uma reportagem sobre aquele país, a parte que não me esqueço é que não se pode dizer o nome do ditador em vão se não vc vai preso, se vc amassar uma foto dele e jogar no lixo = morte….

    • Lúcio Jr:

      Stálin morreu em 53, não em 74.

      Ele livrou o mundo de Hitler e levou a URSS ao posto de grande potência. Precisa de mais?

      E não era um ditador, governou sempre ouvindo o comitê central e por vezes era derrotado em muitos pontos.

      Saiba mais sobre Stálin em comunidadestalin.blogspot.com

      Abs do Lúcio Jr.

Deixe seu comentário!