Nova espécie de humanos é descoberta na China, fossilizada

Por , em 15.03.2012

Em 1979, paleontólogos descobriram uma caveira humana enterrada no sudoeste da China, mas com formato um pouco diferente do convencional: a face era curta e chata, com ossos grossos, testa proeminente e ausência de queixo. Durante 33 anos, este fóssil tem sido analisado. Agora, cientistas australianos afirmam se tratar de uma variação primitiva do Homo sapiens que ainda não havia sido documentada.

Os paleontólogos que conduziram as pesquisas são da universidade de Nova Gales do Sul, em Sydney (Austrália). A teoria mais aceita por eles, que é defendida também por pesquisadores chineses, afirma que este crânio pertenceu ao descendente de uma linhagem evolutiva que se iniciou na Ásia oriental, há cerca de 200 mil anos. Tal hominídeo teria sido, assim como os Neandertais, uma versão que evoluiu paralelamente aos seres humanos, até ser extinta.

A gruta onde este crânio foi encontrado é chamada de “Caverna do Veado Vermelho”, local notório por intensa atividade de descobertas arqueológicas. Lá já foram achados fósseis humanos de apenas 11 mil anos atrás, quando o Homo sapiens já estava, digamos, “consolidado”.

A genética pode ser uma ferramenta fundamental para novas descobertas, mas até agora não foi possível retirar DNA destes fósseis para analisá-lo. Este é o novo desafio dos cientistas australianos. [New Scientist]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

63 comentários

  • Rosangela de Noronha:

    e tão gratificante entrar neste site! e saber mais! aprender mais se atualizar !!! , que me pergunto: “porque seres que se intitulam CRENTES”,( como se isso fosse um diploma de sabedoria), entra aqui somente para criticar, discutir, e ainda mostrar a sua ignorância absurda! em assuntos ,temas aqui mostrado que a ciência posta a descoberta fresquinha” acabada de ser posta a público”” e tantas descobertas e novidades que nem da para acompanhar, eu adoro ver e ler aqui, é muito bom , pena é ler certos comentários que me leva a crer que a humanidade ainda esta mesmo engatinhando e muitos vivendo na caverna, medo do desconhecido talvez?! medo de descobrir coisas que vão além de nossa compreensão? E daí? estamos aqui!e nem sabemos de onde viemos e para onde vamos pois ninguém é dono da verdade, mas podemos aceitar as descobertas magnificas dos nossos cientistas e outros mestres. Cada qual no seu quadrado! SE não suporta” a realidade das coisas não serem como nossos avós nos ensinaram , então fique na sua crença e respeite a evolução de quem esta nela , sem expor a sua ignorância ” o que você ignora , e eu também, por isso estou aqui para saber mais, E NÃO CRITICAR SUPERFICIALMENTE O QUE LEVARAM ANOS PARA NOS CONTAR.BOA NOITE GENTE LINDA.

    • Andre Lucas:

      Cristianismo militante Rosângela, faz parte da própria crença do CRENTE, pois o CRENTES foram comissionados a levar a palavra ao DESCRENTE!

      Agora, ateísmo militante é ridículo! Pregar o ateísmo de modo subjetivo realmente é a coisa mais ridícula que existe, pois não a objetivo nisso!

      Quanto a ignorância dos CRENTES, não podemos generalizar! A sabedoria de uma pessoa não está relacionada diretamente com ser ou não CRENTE. Portanto, antes de dizer algo, primeiro conheça bem o assunto, analise todos os fatos, tanto sob um prisma espiritual como um material (científico). Quem sabe assim você poderá entender o ponto de vista de um CRENTE, pois os CRENTES, ao menos, possuem respostas mais significativas donde vieram e para onde vão, o que provavelmente não é seu caso!

      Boa tarde! E vamos estudar mais!

    • Dio Wehrmacht:

      “Nunca discuta com gente estupida. Ele te rebaixa ao nível dele e ainda te vence por experiência.”
      Mark Twain

    • Tutty Gualberto:

      Não adianta discutir com pessoas que AINDA acredita em estórias inventadas numa época que praticamente não existia a ciência, Eles não tem condição, seja por ignorancia ou medo, de ver que o humano nada mais é que a evolução de um animal como qualquer outro. Pensam que somos uma raça de seres que tiveram alguma influencia de algum ser sobrenatural ou especial. Isso era compreencivel numa época de ignorancia e obscurantismo que acabou quando a ciência entrou em cena. Acho isso revoltante.

    • Marcelo Ribeiro:

      Praticamente não. Não existia a ciência mesmo.

  • André Lucas:

    Não existem provas científicas da evolução da espécie humana como é pregada pela comunidade científica atualmente. Não existem elos entre as criaturas existentes e nem mesmo foi encontrado algum fóssil que indique tal evolução das espécies. As ossadas dos dinossauros são um fato. Já as suposta espécies de HOMOisso e HOMOaquilo é pura especulação baseada nas teorias absurdas de Darwin que infelizmente perduram até hoje.

    • Cesar Crash:

      As ossadas de dinossauros são fato.
      Já as suposta espécies de HOMOisso e HOMOaquilo são igualmente baseadas em ossadas que, igualmente, também são fato.

    • Giovane DEr Grosser:

      e a e filha $#$#$

    • Giovane DEr Grosser:

      meu filho provavelmente você é crente, e tá mais que confirmado na genética, é um absurdo você discordar da evolução que é um fato consolidado, todos nós somos efeitos de evolução, agora deixa eu te perguntar então esses fósseis não servem para nada?

      Darwin foi o maior biólogo que já existiu é um deus para mim

    • Thiago:

      Amigo, recomendo dar uma olhada neste documentario:

      http://www.youtube.com/watch?v=uFnMxmWV63E

      Darwin foi um gênio, um pensador com habilidades empiricas extraordinárias, mas não um Deus. Sua teoria explica muitas mudanças ocorridas ao logo da vida na terra, como as espécies evoluiram sim, mas não explica tudo. é como a teoria de Einstein sobre a gravidade, não explica como ela é tão singular no mundo atômico.

    • Cesar Crash:

      Thiago, você não conhece o figura aí em cima. Sugiro, no melhor dos meus conselhos, que você simplesmente o isole.

    • Ana:

      Darwin foi um ladrão de teorias, pesquise,por favor…

    • Kaio César Pacheco:

      Giovane Der Grosser, primeiramente a evolução não é um fato consolidado, segundo a genética na época de darwin não estava tão avançada assim, ele mal sabia da complexidade de uma célula, e mal sabia sobre o DNA e sobre a capacidade de transmitir informação que esse mesmo possui, terceiro por que a ciência não leva em conta as mutações genéticas que ocorrem hoje em seres humanos e que modifica a estrutura craniana e dos ossos do corpo?, pesquise sobre a anencefalia e vai ver que um cranio de um Australopithecos poderia ser facilmente confundido com uma pessoa que no passado teve essa anomalia…

    • Cesar Crash:

      Ué!? Ms anencéfalos nunca passam da primeira infância!

    • Andre Lucas:

      Caro Crash!

      Primeiro, gostaria de dizer que acho a ciência formidável. Realmente se não fosse os estudos científicos a humanidade não estaria onde está. São inúmeros os avanços científicos que beneficiam nossas vidas hoje em dia!

      No entanto, acho triste os cientistas e seus adeptos atribuírem ao acaso algo tão grandioso, como a vida no planeta terra e suas espécies, sendo que o Criador deveria receber toda glória e honra!

      Sei que é intrigante e frustrante para os cientistas não encontrarem respostas significativas e concretas para explicar a vida. O que existem são teorias de uma explosão e especulações sobre uma suposta evolução que partiu de “uma sopa de nutrientes”.

      Alguns talvez argumentem que não é possível explicar a origem do Criador, mas também é impossível explicar a origem da matéria que originou a tal explosão do universo, o Big Bang! Portanto, eu pergunto aos cientistas de plantão: O QUE EXISTIA ANTES DO BIG BANG? Provavelmente vocês vão responder que o vazio absoluto! Aí surge outra questão. COMO PODE O NADA GERAR O TUDO?

      Observem que o ser humano é limitado e existem coisas relativamente simples que vão além da compreensão do próprio EINSTEIN. Desculpem, mas existem perguntas que vocês não conseguirão responder. Nem mesmo através do estudos científicos. No máximo, criaram teses que não poderão ser provadas. Logo, não passa de crença!

      Porém, acreditar em Deus exige menos fé que acreditar no Big Bang e na sopa de nutrientes. Vou dar um exemplo bem fácil de entender!

      Todo mundo deve ter jogado The Sims um dia. Ou talvez assistiram os filmes Trol e Matrix. Pois bem!

      Suponhamos que, de modo fictício apenas, um dos personagens de The Sims ganhasse consciência no jogo, uma consciência virtual. Poderia ele saber que esta dentro de um simulacro eletrônico? Claro que não? Poderia ele conhecer o programador? Claro que não! Poderia ele sequer imaginar que existem outros inúmeros simulacros e outras milhares de máquinas ao redor do planetas com milhares de seres humanos capazes de criar programas semelhantes ou até melhores do aquele que ele “vive”? Claro que não! Por mais que ele tivesse o poder de inventar equipamentos dentro do simulacro, esses equipamentos se limitariam a explorar o ambiente do próprio simulacro!

      Só mais um pouquinho de raciocínio intelecto-espiritual para vocês! O ser humanos nada mais são que uma linguagem escrita de DNA. Alias, tudo o que é relacionado a vida tem DNA, que é a linguagem da vida, assim como existe a linguagem de máquina para criarmos programas de computador!

      Os átomos nada mais são que a linguagem da matéria inanimada do planeta. Dependendo de seu arranjo, ela forma uma infinidade de elementos diferentes, assim como o DNA. Até aqui observamos claramente que temos duas “linguagens” responsáveis por tudo que existe no planeta!

      Vamos um pouco mais longe agora. Tudo o que o ser humanos faz esta condicionado a eletricidade, ou melhor dizendo, a impulsos elétricos! É fato que a visão é a transformação da luz em impulsos elétricos que são enviados ao cérebro que o codifica! É fato que o tato, o paladar, o olfato e a audição são transformações bioelétricas interpretadas pelo cérebro!

      Portanto, qualquer coisa que exista diferente disso, e existe, você não seria capaz de captar com seus cinco sentidos!

      Você poderia neste exato momento estar dentro de um simulacro muito maior que imagina. Um simulacro de alta complexidade, preso aos cinco sentidos! Preso ao teu cérebro racional e limitado!

      Conclusão, existe muito mais coisa entre o céu e a terra que vocês possam sequer imaginar!

      Abraço!

    • Cesar Crash:

      André Lucas,
      Quando você diz vocês, eu não sei de que raio você está falando.
      Eu sou um tanto conhecido por aqui por ser um dos críticos da evolução, me parece que até um tanto odiado por isso também.
      http://cesarcrash.blogspot.com/
      Nem por isso tenho que acreditar que deva ser esse um anencéfalo adulto, só por que, de alguma forma, isso favoreceria o que acredito.
      Quanto ao crânio do anencéfalo, ele não vai muito acima da altura dos olhos http://www.fotosantesedepois.com/wp-content/uploads/2012/05/anencefalia.jpg
      Não tem nada a ver com o crânio do anencéfalo http://exame1.abrilm.com.br/assets/pictures/30871/size_590_cranio-pre-historia.jpg?1306962917
      O crânio de um anencéfalo talvez seja facilmente confundido com o de um australopiteco. Mas não deveria ser por alguém que acha a ciência formidável, como você.

    • Cesar Crash:

      Vigi, que falha! O primeiro link deveria ser este: http://cesarcrash.blogspot.com/

    • Cesar Crash:

      Caramba!!!!
      Tô copiando o link do lugar errado: https://hypescience.com/63426-8-exemplos-da-evolucao-em-acao/comment-page-1/#comment-169979

    • Andre Lucas:

      Brilhante raciocínio Kaio.

      Parabéns!

    • Zeca:

      Achar que um suposto criador, deu ao planeta Terra a exclusividade de, em um Universo infinito, ser o palco do lançamento de sua obra, é no mínimo se achar o supra sumo dos seres.

  • John jones:

    quantas especies humanas alem do Neandertal existiram?

    • Nuno Trindade:

      Humanas só uma. Não seria antes “humanóides”?

    • Cesar Crash:

      Não, humanas seriam todas as espécies pertencentes ao gênero Homo. Humanóide seriam como essas criaturas fantásticas de diversas lendas. Leia nesse artigo a parte que tem por título “Uma questão de Nomes”:
      http://www.cahiers-antispecistes.org/spip.php?article305
      Muitos cientistas propunham “transformar chimpanzés e bonobos em seres humanos, mudando o seu gênero para Homo, ficando Homo troglodytis e Homo paniscus. O problema maior que muita gente via, é que isso os transformaria em humanos, de forma que a constituição sobre direitos humanos acabaria protegendo também esses animais.

    • Jean P:

      Muito legal esta proposta do Jahre Diamond!! Realmente devíamos parar c/ esta besteira de nos vermos como um “animal à parte” da natureza. Valeu pela dica, César!!

    • Cesar Crash:

      Jean, só pra me apresentar a ti, eu discordo da proposta, penso que o gênero, o primeiro nominho no nome científico, que leva letra maiúscula, é uma relação muito estreita para nos relacionarmos com os chimpanzés. Essa é minha opinião. Só quis mostrar o equívoco quanto ao conceito de humano e, além disso, mostrar que a taxonomia é verdadeiramente muito subjetiva, nem o conceito de espécie chega a ser claro, como já disse em outro debate https://hypescience.com/63426-8-exemplos-da-evolucao-em-acao/comment-page-1/#comment-169145 e somos nós, os humanos, que decidimos quais indivíduos pertencerão à mesma família, gênero ou espécie.

    • John jones:

      ninguem deu a resposta que eu precisava cara@#%&#

    • Cesar Crash:

      Do meu ponto de vista, uma, do ponto de vista geral, ninguém sabe e nunca ninguém vai saber.

  • EDSON LOPES SCHWARTZ:

    restaurar o meu comentario.

  • @Giih_Liish:

    parece o capacete do Darth Vader…

    • Eduardo:

      kkkkkkkkk…eu ri muito dessa !

    • Yula:

      Bati o olho e pensei a mesma coisa.

    • San:

      É a cabeça de um anão!
      hahahahahaha

  • SULLA:

    O que eles encontraram foi o parente deles. Nunca encontrei tanta estupidez em um só artigo.Sabe lá o que encontraram,pode até ser alguém com deformidade facial.Ou o cranio da tatatatatatatataravó de algum deles.

  • Nuno Trindade:

    Já não sabem o que inventar mais… depois de sermos descendentes dos macacos (ao que se sabe hoje é apenas uma hipótese), inventaram mais esta. Convinha saber se há algum macaco com data de existência anterior a este homnidio (registado com conhecimento aberto ao público não há). E agora? Ficamod em quê?

    • Alexandre:

      Caro Nuno,

      Sobre sermos descendentes de macacos não se fala mais nisso a muitos anos, o que falam e que também foi dito aqui nessa matéria é que esse fóssil é de uma espécie paralela, significa que não descende…

    • Nuno Trindade:

      Caro Alexandre,

      Estava a ser sarcástico, não era para levar à “letra”.

      De qualquer maneira agradeço o comentário.

    • Guima:

      Caro Nuno e Alexandre.
      Vamos ser razoáveis em vez de nos preocuparmos com FUTURO os tais cientistas desocupados se preocupam com o passado… Se descobrirem a cura da Dengue,Hiv e câncer neste cranio modelado ae vou da valor nestes cientistas.

    • Nuno Trindade:

      Estou consigo Guima: a curiosidade matou o gato! São estudos para satisfação da curiosidade.

      Que façam algo de útil!

    • observador:

      Ciência e feita 100% pelo Estado, portanto, passível de crédito

  • Frangobaldo:

    Lisandro, apenas uma observação: a “raça” é apenas uma, a humana, ou homo sapiens.
    Caucasoides, negroides, etc…são variantes do mesmo gênero, o humano.

    • Cesar Crash:

      Homo sapiens não é raça e sim, espécie. O cenceito de raça está mais próximo do de subespécie e, de qualquer forma, quem determina o que vem a ser mesma espécie ou espécie diferente, é o próprio Homo sapiens.
      E todos os Homo, seja Homo sapiens, Homo neandertalensis, Homo habilis, Homo erectus, todos estes são variações do mesmo gênero, o Homo.

  • eduardo:

    Eu sempre me pergunto: com tantas espécies de macacos diferentes convivendo nos dias de hj, além de outros animais, por que com os humanos não aconteceu? Por quê somos a única espécie homo sapiens sapiens?

  • junior:

    se o cranio é tão diferente, imagine o resto da morfologia, ele deveria ser pros humanos o que um gorila é prum chimpanzé

    • ALAN:

      Deve ser de algum humano que nasceu com alguma doença nova naquela época. Quem sabe?

    • Amanda:

      Concordo com você. Como eles podem fazer afirmativas e criar teorias com base em um só crânio? Esse crânio pode ser de uma pessoa que nasceu com alguma deformidade óssea. Vemos isso todos os dias.

    • Ana Bia:

      Acho que afirmam com base nisto: “Durante 33 anos, este fóssil tem sido analisado.”

      Mas aí que está: o estudo é apresentado à comunidade científica e está livre para ser refutado com evidências concretas e estruturadas que possam dizer o contrário, né? 😉

    • Guima:

      A grande questão nesta discussão minha querida Ana Bia, não é se isso é um derivado “disto” ou “daquilo” se FOI ou se É ou VAI SER…mas que curas ista tras para nós,que problemas a pesquisa deste crânio vai resolver etc etc etc.A humanidade caminha a passos LARGHOS para o passado enquanto o FUTURO nos devora.

    • Hector:

      Verdade, e se por exemplo, encontrarem daqui a 5 mil anos o fóssil de um homem com os membros amputados? Será que pensaria que ele era uma outra espécie?

    • Rodrigo:

      Se ele não tivesse membros não sobreviveria…

    • Jean P:

      Não, Hector… membros amputados são membros amputados, a espécie só é considerada diferente se tiver “membros diferentes”, i.é., membros c/ uma configuração diferente das espécies já registradas…

    • Nuno Trindade:

      E se não tiver membros por uma deformação genética, por exemplo? Serão sempre necessários mais exemplares para se poder ter um padrão. E só depois desse padrão se poderão tirar conclusões.

    • Cesar Crash:

      O comentário do Nuno faz muito sentido, como mostra essa matéria da National Geographic (em inglês): http://news.nationalgeographic.com/news/2009/10/091009-dinosaur-species-never-existed.html

    • Cesar Crash:

      As partes brancas no crâneo são partes reconstituídas. Por este raciocínio, pensariam que o indivíduo em qustão possuía apenas o lado esquerdo do rosto.

    • Davidson Lima:

      Exatamente, também havia pensado nisso. Um padrão não pode ser encontrado apenas com algum elemento. Por exemplo, seria o número “2” uma P.A.? NÃO! Teríamos de ter, digamos, algo que guiasse o padrão, por exemplo, razão 2; neste caso, a P.A. seria “2, 4, 6, 8, 10, 12, 14, 16, …”.

      A confirmação de nova espécie só pode ser feita quando tais cientistas disporem de novos achados fósseis e, mesmo assim, com análise do DNA para descartar completamente a hipótese de deformação óssea, como citado acima.

    • Cesar Crash:

      Olha, o próprio texto parece contradizer o título. Variação primitiva de Homo sapiens, parece sugerir que o crâneo pertence ao Homo sapiens, e não se pode falar em diferentes espécies de Homo sapiens, pois Homo sapiens não é nome de família ou gênero, mas sim da própria espécie. Se considerado variação do Homo sapiens, ele provavelmente receberá um terceiro nome diferente, por exemplo Homo sapiens longlinensis (baseado no nome da caverna no texto original). A matéria no site do Richard Dawkins http://richarddawkins.net/articles/645326-human-fossils-hint-at-new-species sugere que nós mesmos não temos uma boa definição para nossa própria espécie.

    • zepires:

      Caro Alan, falaram o mesmo do Homem de Neandertal…

    • Guima:

      boa heheheh

  • Danilo M.:

    complementando o que você falou,o DNA dos neandertais são encontrados em populações fora da África,chega ser de 1% a 4%,então pode se dizer que os africanos são homo sapiens 100% puros!!!

  • Cesar:

    Mais um hominídeo que não sobreviveu…

  • Balacobaco:

    Acharam os restos mortais do Darth Vader, não tenho dúvidas.

    • zepires:

      Com esse zigomático, nada melhor que um exame de DNA para confirmar a identificação

    • Camila:

      ahahahahaha…mto bom!

    • Frangobaldo:

      Kkkk parece mesmo. Agora é ter cuidado para os da religião dos Cavaleiros Jedi não perceberem a semelhança ou teremos novos conflitos no Império…

Deixe seu comentário!